Deputado Rollemberg Participa do Seminário Sobre o PEB


Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada dia (09/11) no site do "Deputado Rodrigo Rollemberg (PSB-DF)" destacando a participação do mesmo no seminário sobre a Política Espacial Brasileira ocorrido dia 09/11 em Brasília.

Duda Falcão

Rollemberg Participa de Seminário Sobre a Política Espacial Brasileira

Tatyana Vendramini
Repórter da Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
09/11/2009


Deputado ressaltou que o Programa Espacial Brasileiro necessita de uma decisão estratégica do estado brasileiro. Seminário faz parte de um estudo que será concluído no início de 2010 pelo Conselho de Altos Estudos.

O deputado federal Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) participou, nesta segunda-feira (9), do seminário "Por uma nova política espacial brasileira: realidade ou ficção?", promovido pelo Conselho de Altos Estudos e Avaliação Tecnológica da Câmara dos Deputados. Na ocasião, Rollemberg, que lidera a bancada socialista na Câmara, ressaltou que o Programa Espacial Brasileiro necessita de uma decisão estratégica do estado brasileiro. "Se houver a decisão política de colocar o País entre aqueles que representam a vanguarda no que se refere à questão espacial, tenho certeza que teremos capacidade de desenvolver tecnologia para ser independente e ocupar essa posição no cenário mundial. Para isso, é importante que o Programa seja transformado em política de Estado”.

Para ele, o Brasil reúne características singulares para ter o domínio completo de todas as etapas de um programa espacial. “Temos o melhor sítio de lançamento que é a base de Alcântara, no Maranhão. Temos a possibilidade de desenvolver os veículos lançadores e estamos caminhando também no desenvolvimento de satélites, tanto os estacionários como os em movimento”.

O deputado lembrou que, apesar dos avanços alcançados no desenvolvimento do Programa, o País ainda se encontra fora do patamar desejado. Além de maior destinação e regularidade de recursos para a área, Rollemberg considera ainda ser preciso garantir a formação e a reposição dos recursos humanos para o setor, “oferecendo condições dignas de trabalho, com salários compatíveis com o trabalho realizado por esses profissionais”.

Ele acrescentou, ainda, que é preciso popularizar a discussão em torno do tema para que a população possa cobrar atitudes e políticas capazes de dar andamento ao Programa que, ainda segundo ele, trará inúmeros benefícios para o país. “Muitas vezes a população não percebe a dimensão do programa espacial, mas ele é fundamental para um país, como o Brasil, com imenso território e imensa fronteira seca, como na Amazônia. Ele é fundamental no controle das nossas fronteiras, do tráfego aéreo, para as comunicações, para as aplicações na medicina, para a previsão de safra, alterações climáticas e controle do desmatamento, por exemplo”.

Debate - O seminário faz parte de um estudo que será concluído no início de 2010 pelo Conselho de Altos Estudos, com sugestões ao governo. Rodrigo Rollemberg é o relator do trabalho e o objetivo é avaliar as diretrizes, ações e projetos do setor espacial, além de propor sugestões no sentido de atingir as metas e missões estabelecidas e apontar novas estratégias para estimular a pesquisa e a produção espacial no País.


Fonte: Site do Deputado Federal Rodrigo Rollemberg

Comentário: Como o leitor deve está cansado de saber minha posição é de que não há nada de errado com a Política Espacial Brasileira (PNDAE) e nem com o Plano Nacional das Atividades Espaciais (PNAE) e sim com as pessoas que os gerenciam. No entanto, tenho de reconhecer que o fato do programa ser um programa de governo e não de estado realmente interfere no fluxo contínuo dos recursos financeiros necessários para a execução dos objetivos previstos nesses dois documentos. Porém, não adianta nada ter recursos se não haver os recursos humanos preparados para administrar de forma coerente a aplicação dos mesmos, ou seja, dito de outra forma, são necessários gestores de qualidade, sem eles perde-se o foco e os recursos descem pelo ralo sem que os objetivos sejam alcançados. Reconheço o trabalho que o deputado Rodrigo Rollemberg vem fazendo já há algum tempo na Câmara Federal em prol do PEB (apesar do Rollemberg ser do mesmo partido, o PSB, do incompetente Roberto Amaral), porém esse trabalho tem sido árduo e até o momento infrutífero, pois existe uma resistência da classe política ao PEB por pura falta de visão e de total ignorância dos benefícios que o mesmo pode gerar para sociedade brasileira. Respondendo a pergunta do título do seminário eu diria: Até o momento ficção. Lamentável!

Comentários

  1. olá querido amigo Rollemberg,é com muita honra que nos aqui da associação do psul (ceilandia sul)trabalhamos em equipe em-pro do seu sucesso
    trabalhamos voluntariamente e estamos alegrei porque nos trabalhamos juntos, mesmo com todo sol chuva nos não desistimos mesmo com muitas pedradas dos inimigos no fim da istoria conseguimos, eu quero agradecer pelo seu apoio a toda galera do guarda janio,muito obrigado amigo Rollemberg: presidente da associação licelia de oliveira barreto e todos associados agrades se tel: 33772710 ou 81207741 obrigado e fiquem todos com o nosso DEUS.

    ResponderExcluir
  2. Olá Ronaldo!

    Seja bem vido ao blog. Sou um admirador do trabalho que o Deputado (recentemente eleito Senador) Rodrigo Rollemberg realiza em prol do Programa Espacial Brasileiro e do setor de ciência e tecnologia. No entanto, esse blog não é dele e nem sei se o mesmo costuma acessá-lo. Portanto amigo, talvez o deputado não venha ler o seu recado.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial