Buzz Aldrin Defends the Investment of Brazil in the Space


Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia em inglês publicada dia 17/11 pela “Agence France Presse - AFP” destacando a visita ao Brasil do astronauta da Apollo-11, “Buzz Aldrin Jr.” e a posição dele de que o Brasil deve investir no Espaço.

Duda Falcão

Moon-Man Buzz Aldrin Urges Brazil to Invest in Space

17/11/2009
(AFP) - 13 hours ago


RIO DE JANEIRO - The second man to set foot on the moon, former US astronaut Buzz Aldrin, urged Brazil to start investing in manned space flights if it doesn't want to miss out on their huge economic potential.

It would be an "unforgivable mistake" if a country in full development like Brazil failed to plan for its future in space, Aldrin, 69 told Globo.com in a telephone interview Tuesday shortly after arriving here for a visit with his wife.

Aldrin said human space flight holds enormous potential, and Brazil should put its money into beneficial ventures such as monitoring its jungles and climate from space.

The former astronaut has been invited to attend a commemoration of his visit to the moon aboard Apollo 11 40 years ago in Campos de Goytacazes, in northern part of Rio de Janeiro state.

During his visit, Aldrin was accompanied by Marcos Pontes, who became Brazil's first astronaut in 2006 during a joint US-Russian space mission.

Aldrin also said the orbiting International Space Station should increasingly serve as a technology cooperation platform with developing countries like Brazil and South Korea.

He criticized US plans to send people again to the moon, saying "we've already done that."
On July 20, 1969, Aldrin became the second human being to set foot on the moon after Neil Armstrong.

Copyright © 2009 AFP. All rights reserved


Fonte: Agence France Presse (AFP)

Comentário: De que o astronauta “Buzz Andrin Jr.” está certo quanto à necessidade de o Brasil investir no espaço, não resta dúvida, infelizmente só para aquelas pessoas sem visão, que não enxergam um palmo diante do nariz e que não percebem o que está acontecendo nessa área através do mundo, não deveríamos fazer esse investimento. E pra complicar as coisas, essa gente é maioria em nosso país. Ignorantes que são com relação aos benefícios da tecnologia espacial para qualquer sociedade em nosso planeta. Devido a isso, existe uma necessidade imperiosa de que a AEB divulgue cada vez mais o Programa Espacial Brasileiro. É verdade que a mesma vem realizando um bom trabalho com o Programa AEB Escola, a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), em parceria com a Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e a Jornada Espacial. No entanto, a necessidade de um meio de divulgação de massa como um canal de TV exclusivo de sinal aberto (AEB TV), seria um passo enorme para a massificação do tema em todo território nacional e um passo gigantesco na busca para o apoio político que o programa necessita. A curto prazo, fica a pergunta: Porque não seguir o exemplo da Lego Education do Brasil (a empresa responsável pela vinda ao Brasil do astronauta Buzz Aldrin Jr.) e trazer personalidades importantes da história da astronáutica (Astronautas, Cosmonautas, Taikonautas, cientistas, etc...) mundial em eventos programados pela AEB? Fica a sugestão. Aproveito a oportunidade para agradecer ao leitor “Ricardo Melo” pelas sugestões de notícias enviadas ao blog sobre a visita do astronauta Buzz Aldrin Jr. ao Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial