Operação Cumã


OPERAÇÃO CUMÃ

Descrição da Campanha

Data do início da campanha: 29/11/2002
Operação: Cumã
Foguete: VS-30
Numero do vôo do foguete: 6
Data de lançamento: 01/12/2002
Horário: 09h33
Local: Centro de Lançamento de Alcântara-MA
Apogeu do vôo: 120 Km
Tempo de Vôo: 11 minutos
Objetivo: 1o vôo do Projeto Microgravidade (1o AO)
Resultado: Insatisfatório

Experimentos Embarcados

- Forno Multiusuário para Solidificação do INPE.
- Estudo de compostos híbridos pela difusão térmica de nanopartículas da UFPE.
- Câmara de ebulição confinada e Microtubos de calor para controle térmico de componentes eletrônicos de satélites da UFSC.
- Experimento sobre "Modulação da velocidade de propagação de onda de reação-difusão em meio gel" da USP, ANVISA e UH (Alemanha).
- Experimento "Avaliação dos mecanismos de reparação do DNA em ambiente de microgravidade" da UERJ.
- Sistemas de medidas de acelerações espaciais da UNOPAR.
- Experimento de Análise do comportamento da enzima invertase em microgravidade da UNIFEI.

Instituições Envolvidas

AEB - Agência Espacial Brasileira
CTA - Centro Técnico Aeroespacial
IAE - Instituto de Aeronáutica e Espaço
DEPED - Departamento de Pesquisas e Desenvolvimento
DLR / MORABA - Centro Aeroespacial Alemão
INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
UERJ - Universidade Estadual do Rio de Janeiro
UNIFEI - Centro Universitário da FEI
UNOPAR - Universidade do Norte do Paraná
UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
UFPE - Universidade Federal de Pernambuco
USP - Universidade de São Paulo
ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária
UH - Universidade de Hohenheim (Alemanha)
CLA - Centro de Lançamento de Alcântara - Alcântara-MA
CLBI - Centro de Lançamento da Barreira do Inferno - Natal-RN

O VS-30 V06, sexto veículo da série VS-30, foi lançado às 09h33 (horário local) deste domingo, 1º dez, do Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão.


Vídeo do Lançamento do foguete VS-30 - Operação Cumã

O vôo teve a duração de 11 min. e atingiu um apogeu de 120 km. Os dados enviados via telemetria, que funcionou perfeitamente, demonstram o correto funcionamento do propulsor S30. Apesar disto, aos 29 segundos após a decolagem do VS-30, ocorreu uma separação prematura do módulo da carga útil, por razões que necessitam ser melhor investigadas, causando uma diminuição no tempo de vôo e apogeu, o que propiciou cerca de 30 segundos de permanência dos experimentos em ambiente de microgravidade.

O tempo de microgravidade obtido foi suficiente apenas para registrar as informações dos experimentos que tiveram seus dados transmitidos por telemetria. Como a carga útil não pôde ser resgatada (apenas o conjunto bóia / pára-quedas foi encontrado), os demais experimentos, que dependiam da recuperação do módulo da carga útil para terem seu desempenho analisado, não puderam ser avaliados.

Este lançamento, em conjunto com o lançamento do VS-30/Orion V02, ocorrido no último dia 23, além de dar continuidade ao processo de desenvolvimento e qualificação dos veículos de sondagem nacionais, teve também o objetivo de confirmar a operacionalidade do Centro de Lançamento de Alcântara, além de proporcionar treinamento às equipes envolvidas nas operações de lançamento, visando as atividades que deverão ocorrer no CLA no próximo ano, quando deverá ser lançado o VLS-1 V03.

28 de Novembro de 2002

Nesta quinta-feira, 28, foi realizada a contagem regressiva simulada para lançamento do veículo VS-30 V06, do Centro de Lançamento de Alcântara. Durante a simulada, foram verificados todos os procedimentos operacionais envolvendo as equipes do Centro de Lançamento, veículo e carga útil. Uma vez constatado o perfeito funcionamento desses três segmentos envolvidos na Operação, foi confirmada a primeira tentativa de lançamento para a sexta-feira, 29, no período entre 11h00 e 16h00.

Na Operação denominada Cumã, o veículo a ser lançado é o VS-30 V06, foguete mono-estágio desenvolvido pelo IAE/CTA, composto pelo propulsor S30 carregado com propelente sólido. Para este lançamento, o fornecimento do módulo da carga útil, mais complexo que o usual em razão do grande número de experimentos embarcados, está a cargo do DLR-Moraba em parceria com o IAE/CTA e as diversas instituições que terão seus experimentos embarcados.

Em seu sexto vôo, o VS-30 conta com 1425 kg de peso, 6,9 metros de comprimento e estará transportando experimentos para pesquisa em microgravidade de instituições nacionais e internacionais nas seguintes áreas: bioquímica (Universidade de São Paulo em parceria com Universidade de Hohenheim, da Alemanha, Universidade do Estado do Rio de Janeiro e Centro Universitário da FEI de São Bernardo do Campo); ciências de materiais (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais); ciências térmicas (Universidade Federal de Santa Catarina); fotônica (Universidade Federal de Pernambuco) e medida de acelerações (Universidade Norte do Paraná). Esses experimentos fazem parte do Projeto Microgravidade, coordenado pela Agência Espacial Brasileira (AEB) e foram selecionados após serem submetidos a uma avaliação por uma comissão composta por integrantes da Academia Brasileira de Ciências (ABC), IAE/CTA, AEB e INPE.

A previsão é de que a janela de lançamento deste veículo ocorra entre os dias 29 Nov e 02 Dez. Após o vôo, o módulo da carga útil deverá ser resgatado em mar aberto, a uma distância estimada de aproximadamente 80 km da costa, por helicópteros e mergulhadores da Força Aérea Brasileira.

29 de Novembro de 2002

Na primeira tentativa de lançamento do VS-30 V06, realizada na sexta-feira, 29, os fortes ventos que atingiam a região do CLA forçaram a interrupção da contagem regressiva para decolagem do veículo por volta das 15h30, hora local. As atividades deverão ser reiniciadas neste sábado, 30, às 05h30, quando cientistas e pesquisadores iniciam a preparação dos experimentos que deverão ser embarcados no veículo. Por volta das 08h30 o veículo deverá estar posicionado na rampa de lançamento para os testes finais antes da decolagem, que deverá ocorrer entre 11h00 e 16h00.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes