Cooperação Espacial Brasil - Israel


Câmara Pode Ampliar Debates com Israel Sobre Programa Espacial

Aconteceu - 11/05/2009 20h06

Luiz Alves

Uma visita à Câmara, nesta segunda-feira, pode ter contribuído para viabilizar a cooperação entre o Brasil e Israel na área espacial. A avaliação é de deputados que participaram de encontro com representantes da agência espacial israelense e com empresários ligados ao setor, como de indústrias fabricantes de satélites e foguetes.

No encontro com a delegação israelense, foram debatidos temas como uso de satélites para ensino a distância.

A 1ª vice-presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, deputada Professora Raquel Teixeira (PSDB-GO), disse que a reunião deve dar início a uma série de debates sobre possíveis acordos de cooperação.

"O que eles esperam do Congresso é o debate de questões da área espacial relativas ao clima, ao meio ambiente e ao lançamento de foguetes. Discutimos inclusive a possibilidade de cooperação usando satélites na área de ensino a distância. É uma conversa que pode produzir trocas de informação, formação de pessoal e desenvolvimento tecnológico", ressaltou a deputada.

Seminários

O embaixador de Israel no Brasil, Giora Becher, participou do encontro e destacou a importância do contato com parlamentares brasileiros: "Foi uma reunião muito boa. Também discutimos formas de ampliar nossos contatos com a Câmara e de fazer seminários com deputados, especialistas da área espacial e representantes da indústria de Israel."

Depois de conversar com parlamentares em Brasília, a delegação israelense segue para São José dos Campos (SP), onde conhecerá a sede do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).


Reportagem - Mônica Montenegro/Rádio Câmara

Edição - João Pitella Junior


Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br

Comentário: Mais um acordo espacial em vista de ser acertado com uma outra nação. Preocupa-me o fato como esses acordos são feitos, pois a falta de estrutura administrativa nos órgãos que administram o Programa Espacial Brasileiro não transmite a segurança necessária para a realização desses acordos e ainda podem atrapalhar a realização dos que estão em andamento, comprometendo o orçamento já insuficiente do programa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial