Operação Alecrim


OPERAÇÃO ALECRIM

Descrição da Campanha

Data do início da campanha: 24/11/2000
Operação: Alecrim
Foguete: Sonda III
Numero do vôo do foguete: 30
Data de lançamento: 09/12/2000
Horário: 10h20 (hora local)
Local: Centro de Lançamento da Barreira do Inferno - Natal-RN
Apogeu do vôo: 250 Km
Tempo de vôo: Não divulgado
Objetivo: 1o teste de vôo da Plataforma Suborbital - PSO
Resultado: Sucesso parcial

Experimentos Embarcados

- Sistema Nacional de Decomutação computadorizado

- Receptor GPS

- Bloco Girométrico e Acelerométrico (PCM)

Instituições Envolvidas

AEB - Agência Espacial Brasileira
CTA - Centro Técnico Aeroespacial
IAE - Instituto de Aeronáutica e Espaço
INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
DEPED - Departamento de Pesquisas e Desenvolvimento
COMGAR - Comando da Aeronáutica
CLBI - Centro de Lançamento da Barreira do Inferno - Natal-RN
CLA - Centro de Lançamento de Alcântara - Alcântara-MA

O foguete de sondagem Sonda III XV-30, levando a bordo a Plataforma Suborbital (PSO), foi lançado hoje (9/12/00) às 10h20 (horário local), do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), localizado em Natal (RN). O apogeu atingido foi de cerca de 250Km e a PSO caiu a 460Km da costa potiguar.

O sinal de telemetria foi perdido aos 50 segundos de vôo, impossibilitando verificar o funcionamento do sistema de propulsão a hidrazina, da PSO. No entanto, os dados obtidos neste período indicaram um sucesso parcial dos experimentos embarcados no foguete:

- a qualificação de um sistema nacional de decomutação de telemetria baseado em microcomputador, que permitirá substituir os sistemas importados utilizados até o momento, com substancial economia de recursos financeiros;

- o funcionamento do receptor GPS em ambientes de altas acelerações e rotações, tal qual o gerado pelo veículo Sonda III;

- o funcionamento do bloco girométrico e acelerométrico, do computador de bordo e do sistema de codificador de sinais de telemetria (PCM).

A equipe de resgate, instalada em Fernando de Noronha, dirigiu-se ao provável local de impacto para efetuar a recuperação da carga útil. Ao final da tarde as buscas foram encerradas, uma vez que a bóia acoplada a PSO teria uma capacidade de flutuação de 6 a 8 horas.

A campanha de lançamento teve início no último dia 24, quando as equipes do INPE e IAE/CTA chegaram à Barreira do Inferno.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022