Rússia Quer Participar do Programa Artemis, Atuando ao Lado da NASA na Lua


Olá leitor!

Segue abaixo um interessante artigo postado dia (21/05) no site “Canaltech” destacando que a Rússia quer participar do Programa Artemis, atuando ao lado da NASA na Lua.

Duda Falcão

HOME - CIÊNCIA – ESPAÇO

Rússia Quer Participar do Programa Artemis, Atuando ao Lado da NASA na Lua

Por Daniele Cavalcante
Canaltech
Fonte: Moon Daily (1, 2)
21 de Maio de 2020 às 10h33

No último fim de semana, a NASA abriu o Programa Artemis para que outras nações possam colaborar com o retorno de seres humanos à Lua, desde que cumpram com algumas diretrizes descritas nos Acordos Artemis. A NASA também demonstrou interesse em convidar a Rússia para fazer parte dessa iniciativa, e a Roscosmos (a agência espacial russa) expressou disponibilidade para negociar a proposta.

Nas palavras de Sergei Savelyev, vice-diretor geral de cooperação internacional da Roscosmos, "projetos ambiciosos relacionados à exploração da Lua podem se tornar um fator significativo de cooperação entre os dois países em tempos difíceis". Ele também disse que a NASA havia convidado uma delegação da Roscosmos para os Estados Unidos para discutir diversas questões sobre o acordo, mas o convite foi posteriormente cancelado por pressão de senadores estadunidenses. Em seguida, a Roscosmos convidou oficialmente a liderança da NASA para visitar a Rússia, mas ainda não recebeu uma resposta, de acordo com Savelyev.

(Imagem: NASA)
Infográfico mostrando os planos de evolução das atividades lunares do Programa Artemis na superfície e em órbita.




De qualquer forma, Mike Goldman, administrador associado interino da NASA, afirmou na terça-feira (19) que os EUA esperam o apoio da Rússia no Programa Artemis, e que a Roscosmos deve conferir os Acordos de Artemis. Goldman afirmou que "em muitos aspectos, a Rússia já aderiu aos Acordos”, porque a Roscosmos é signatária do Tratado do Espaço Exterior, documento no qual a NASA se baseou para criar boa parte dos Acordos Artemis.

Entre as demandas dos Acordos de Artemis, a NASA solicita aos países parceiros que adotem os mesmos princípios de transparência, propósitos pacíficos, assistência emergencial e segurança que a própria NASA abraça em seus programas espaciais. O objetivo central é criar bases sólidas para um futuro "seguro, próspero e pacífico" no espaço através de acordos bilaterais entre as nações.


Fonte: Site Canaltech -  https://canaltech.com.br

Comentário: Sinceramente leitor, eu não acredito que a Rússia venha participar do Programa Artemis de forma significativa, há não ser talvez em partes deste Programa que de alguma forma venha complementar os seus próprios planos de colonização deste satélite natural da Terra. Afinal eles perderam a corrida para Lua e sequer tentaram chegar lá posteriormente, o que coloca em dúvida a sua capacidade de realizar esse feito como os americanos fizeram. O orgulho nacional vai falar forte, bem como os interesses políticos e econômicos e o receio de que a sua cria, a China, faça isso por seu próprios meios antes do que o seu criador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite