Com Quase 20 Toneladas, Estágio do Foguete Chinês Long March 5B Cai na Terra

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada ontem (12/05) no site “Canaltech” destacando que com quase 20 toneladas, estágio do foguete chinês Long March 5B cai na Terra.

Duda Falcão

HOME - CIÊNCIA – ESPAÇO 

Com Quase 20 Toneladas, Estágio do Foguete Chinês Long March 5B Cai na Terra 

Por Daniele Cavalcante
Canaltech
Fonte: Spaceflight Now
12 de Maio de 2020 às 21h30

Após a missão bem-sucedida testando uma nova nave tripulável chinesa, no último fim de semana, o estágio principal do foguete Long March 5B reentrou na atmosfera e caiu na Terra de forma descontrolada às 12h33h (horário de Brasília) da segunda-feira (11). Felizmente, a sucata de quase 20 toneladas caiu no Oceano Atlântico. Agora, este é o objeto artificial mais pesado a despencar do céu em quase 30 anos.

O incidente ocorreu menos de 15 minutos depois que o objeto sobrevoou Hollywood, Colorado Springs e o Central Park, em Nova York. O estágio do foguete mede cerca de 30 metros de comprimento e 5 metros de largura. A maior parte era composta de tanques de propulsão vazios, mas também havia os dois principais motores que podem ter sobrevivido à reentrada.

(Imagem: Zhaqing's)
Arte conceitual do foguete Long March 5B.

Por não contar com peças reutilizáveis, o estágio principal do Long March 5B foi deixado em uma órbita de baixa altitude após a missão. Essa região tem estado um tanto turbulenta, abrigando diversos satélites mortos e estágios de foguetes abandonados que, quando não são atraídos para a atmosfera, colocam em risco os satélites ativos. Normalmente, essas peças caem em oceanos ou desertos, mas queda de objetos tão pesados como o estágio deste foguete é algo incomum.

Apesar do acidente com seu estágio, o foguete Long March 5B foi bem sucedido no voo. A missão serviu como teste prático para a nova espaçonave chinesa (ainda sem nome), projetada para levar taikonautas à futura estação espacial do país asiático início desta década. A nave provavelmente será capaz de transportar até seis pessoas, enquanto outra versão do veículo poderá levar seres humanos ao espaço profundo, com objetivos iniciais incluindo viagens à Lua.


Fonte: Site Canaltech -  https://canaltech.com.br 

Comentário: Bom apesar do que aconteceu, olha aí o resultado de um programa espacial sério, conduzido com competência e cá para nós, um belo foguete diga-se de passagem, parabéns aos chineses. Enquanto isso, o nosso pífio programa espacial recebe bordoadas de tudo quanto é lado, como a ‘cagada’ recente da Avibrás com o motor-foguete S50, essa agora da justiça na questão quilombola e aquelas protagonizadas pela falta de atitude do governo em conduzir a questão com a seriedade e competência necessária ouvindo quem tem de ouvir, e quem realmente tem competência para opinar. Vale lembrar amigo leitor que dias atrás foi assinado um acordo entre a AEB e o CLA (veja aqui), definindo atribuições e processos de trabalho na fase de implantação e na fase de operação do futuro Centro Espacial de Alcântara (CEA), mas que não transmite a segurança de que este processo tenha sido conduzido com a competência necessária e que a sua funcionalidade terá uma gestão competente. Para completar, o CEA terá muito em breve de enfrentar uma grande ameaça as suas pretensões de virar espaçoporto comercial, ou seja, o esperado ‘Espaçoporto dos Açores’, um projeto Português que vem sendo planejado com muito cuidado e com muita seriedade pelos portugueses com colaboração internacional, e que em breve será tema de uma de nossas ‘lives’ com o Prof. Rui Botelho e convidados.

Comentários

  1. Que belo foguetão . Enquanto isso no Brasil só foguete de são joão,para a minha profunda tristeza com esse P.E.B.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Ouviu o Barulho no Céu? Entenda o Fenômeno Que Assustou os Brasileiros no Último Final de Semana

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro