SpaceIL Pode Ganhar US$ 1 Milhão Se Sua Nave Pousar Com Sucesso na Lua em Abril

Olá leitor!

Segue uma notícia postada dia (29/03) no site “Canaltech” destacando que a “X Prize Foundation”, organizadora da competição do ‘Google Lunar X-Prize’ resolveu premiar com 1 milhão de dólares a startup israelense SpaceIL, isto caso a sua espaçonave “Beresheet” seja exitosa em seu pouso lunar previsto para 11/04 próximo.

Duda Falcão

Home - Ciência – Espaço

SpaceIL Pode Ganhar US$ 1 Milhão Se Sua
Nave Pousar Com Sucesso na Lua em Abril

Por Patrícia Gnipper
Canaltech
29 de Março de 2019 às 09h02

Em fevereiro, a israelense SpaceIL se tornou a primeira empresa privada a enviar uma nave — a Beresheet — para a Lua, levando consigo um disco contendo 30 milhões de páginas que documentam a humanidade em uma espécie de biblioteca lunar. Com previsão de pousar na superfície do nosso satélite natural no dia 11 de abril, se tudo der certo a empresa pode ganhar um prêmio de US$ 1 milhão.

A SpaceIL foi uma das empresas que participou do Lunar X Prize, competição patrocinada pela Google que daria um prêmio generoso de US$ 30 milhões em dinheiro a quem conseguisse pousar uma nave na Lua primeiro. Sem nenhum vencedor, mesmo com prazos postergados por anos, a competição foi encerrada, mas ainda assim a X Prize Foundation, organizadora da competição, decidiu dar o prêmio de US$ 1 milhão caso a israelense seja bem-sucedida.

Com um orçamento de US$ 90 milhões, a israelense lançou a Beresheet a bordo de um foguete Falcon 9, da SpaceX, e lentamente a nave vem estendendo sua órbita ao redor da Terra para alcançar a órbita da Lua. Na primeira semana de abril, a nave deverá estar oficialmente em órbita lunar, preparando-se para o pouso no dia 11 do mesmo mês.


E é justamente pelo fato de a SpaceIL não ter desistido da ideia mesmo com o encerramento do Lunar X Prize, a organização decidiu conceder um prêmio caso ela seja bem-sucedida.

"Quando fomos informados de que isso aconteceria com a SpaceIL, ficamos muito felizes. Voltamos para a mesa e dissemos: 'Ok, o que podemos fazer para celebrar essa conquista incrível?'", conta Chanda Gonzales-Mowrer, vice-presidente de operações da X Prize.

Vale ressaltar que esse milhão que a SpaceIL pode receber não será financiado pela Google. O dinheiro vem das próprias reservas da X Prize, e a empresa israelense somente o receberá caso o pouso da Beresheet seja comprovadamente bem-sucedido. Logo após o pouso, a nave enviará comunicações de rádio para estações da Terra e "quando o sinal for enviado de volta dessas estações terrestres, saberemos que houve um pouso bem-sucedido", ressalta Chanda.

Outras equipes que participaram do Lunar X Prize que ainda não desistiram de seus projetos podem receber bonificações similares da fundação caso consigam comprovar que pousaram naves na Lua. Ou pode ser que a fundação decida usar sua verba para apoiar equipes que participam de outras de suas competições espaciais — a X Prize Foundation organiza grandes competições globais com projetos em áreas como saúde, mudanças climáticas e, claro, o espaço.

Fonte: Site Canaltech - https://canaltech.com.br

Comentário: Independentemente de ser apenas uma jogada de marketing da “X Prize Foundation” para assim voltar aos holofotes da mídia, os israelenses estão de parabéns por essa missão, e com ela já entraram para a história da Astronáutica mundial. Em relação a Israel, vale lembrar que o Presidente Bolsonaro embarcou ontem em viagem oficial para este pais tendo em sua comitiva a presença do nosso Ministro-Astronauta Marcos Pontes. Como sabemos o Ministro Pontes já esteve em Israel recentemente onde fez diversos contatos, não só com o governo israelense, bem como com a agencia Espacial do país e com empresas de alta tecnologia de Israel. Diante disto, e diante da assinatura do AST com os EUA, abre-se aí a oportunidade de se discutir (e assim esperamos) a possibilidade de parcerias espaciais entre os dois países, e talvez até mesmo o de se lançar o foguete SHAVIT de Alcântara, desejo este já manifestado pelos israelenses anos atrás. Tomara leitor, tomara mesmo que possamos fazer ‘parcerias’ (subentendendo que seja bom para ambas as partes) com este pequeno, mais ativo, inovador e eficiente pais judeu. Saravá meu pai.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022