Missão Que Levou Primeiro Brasileiro ao Espaço Completou 13 Anos Nesta Sexta-Feira

Olá leitor!

Segue abaixo a nota oficial postada dia (29/03) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) comemorando os 13 anos da Missão Centenário, missão esta que levou o primeiro (e até agora único) brasileiro ao espaço.

Duda Falcão

NOTÍCIAS

Missão Que Levou Primeiro Brasileiro ao
Espaço Completa 13 Anos Nesta Sexta-Feira

Coordenação de Comunicação Social – CCS
Publicado em: 29/03/2019 - 17h31
Última modificação: 29/03/2019 - 17h42


O dia 29 de março de 2006 ficará marcado para sempre na história do Brasil e na memória de seu povo. Faz 13 anos que a Missão Centenário levava à Estação Espacial Internacional (ISS em inglês) a tripulação Soyuz TMA-8, formada pelo comandante russo Pavel Vinogradov, o astronauta americano Jeffrey Williams e o primeiro cosmonauta brasileiro, o tenente-coronel Marcos Pontes, hoje ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

A Missão Centenário recebeu este nome em referência à comemoração do centenário do primeiro voo tripulado de uma aeronave, o 14 Bis, de Santos Dumont, em Paris, em 23 de outubro de 1906. A Missão foi fruto de um acordo firmado entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Agência Espacial da Federação Russa (Roscosmos). Com o acordo firmado entre os dois países, Brasil e Rússia, Marcos Pontes passou por treinamento na Cidade das Estrelas, complexo de formação e preparação de cosmonautas situado a cerca de 50 km de Moscou.

Os três cosmonautas, a bordo da Soyuz, decolaram do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, em 29 de março de 2006, às 23h30 (horário de Brasília), tendo como destino a Estação Espacial, onde acoplou no dia 1º de abril. Lá os três realizaram diversos experimentos científicos. Pontes levou oito experimentos que foram estudados em ambiente de microgravidade, seis deles de instituições brasileiras de pesquisa e dois de escolas de ensino médio, de São José dos Campos (SP).

Pontes ressaltou que o acordo com a AEB, ele teria apenas cinco meses para treinar, sendo que o treino normal de um cosmonauta é de dois anos. “Tive de aprender tudo sobre os sistemas russos para incluí-los nas minhas tarefas técnicas a bordo e, também aprender a língua russa, em paralelo, nos primeiros três meses”, afirmou.

Segundo o astronauta brasileiro, há muito a ser feito para recolocar o Brasil rumo à conquista do espaço, mas estamos muito além do que era o mínimo esperado para um país da categoria e intenções de desenvolvimento que é o Brasil. O astronauta disse se sentir honrado em receber tanto carinho, mas para ele, foi a oportunidade de realizar não apenas um sonho dele, mas de uma nação inteira.


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Pois é leitor, sou até hoje um defensor desta missão histórica, apesar de achar que ela poderia ter sido um pouco melhor planejada, mas não há como negar a sua importância e a falta que fez a não continuidade do Brasil no Programa da ISS. A minha esperança é que, com a presença do nosso Ministro-Astronauta Marcos Pontes a frente da C&T brasileira, o orçamento das atividades espaciais brasileiras seja realmente condizente com as suas necessidades, importância estratégica e o tamanho do Brasil, permitindo assim (mediante uma boa gestão e uma politica adequada) não só o Brasil fechar o ciclo completo de acesso ao espaço, bem como criar um ‘Brazonaut Corps’ para atender as futuras e estratégicas necessidades potencializadas pelas recentes oportunidades de cooperação lançadas recentemente tanto pela China, como pela Rússia, e porque não dizer com os EUA. Afinal leitor, as atividades espaciais com o TIO SAM foram recentemente renovadas graças a assinatura do AST. Entretanto amigo leitor, volto a insistir que antes de tudo o Brasil precisa transformar o seu Programa Espacial em Programa de Estado, e de estabelecer uma Agencia Espacial forte politicamente (subordinada diretamente a Presidência da Republica, como uma espécie de ministério) e não como se encontra no momento, pendendo importância e sendo relegada a ser um player coadjuvante. Enfim... o Presidente Bolsonaro só esta no inicio de seu governo, e sendo assim vamos esperar para vê o que vai acontecer. Saravá meu paí.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022