Brasil e China Já Trabalham na Produção do Satélite CBERS-4

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (18/12) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) destacando que o Brasil e a China já estão trabalhando na produção do Satélite CBERS-4.

Duda Falcão

Brasil e China Já Trabalham na
Produção do Satélite CBERS-4

Coordenação de Comunicação Social (CCS/AEB)


Brasília 18 de Dezembro de 2013 Técnicos brasileiros e chineses mantêm contatos permanentes no sentido de analisar as possibilidades que permitam a antecipação de 2015 para 2014 do lançamento do CBERS-4, quinto satélite do programa de sensoriamento remoto, que Brasil e China desenvolvem em conjunto. As conversações começaram logo após a falha com o foguete Longa Marcha 4B, lançado da base de Tayiuan, na China, no último dia 9, o que impediu que o CBERS-3 alcançasse a órbita programada.

O fato de o satélite ter respondido positivamente a todos os comandos, como a abertura dos painéis solares, por exemplo, e ter enviado informações para o centro de controle logo após ser ejetado, ainda que fora da órbita, é apontado pelos técnicos como fator favorável para a produção mais rápida do CBERS-4, porque mostra o perfeito funcionamento dos equipamentos, o que todos os testes realizados antes do lançamento já havia demonstrado.

Outro item a colaborar para uma possível antecipação é o fato de que partes do satélite já estão em fase de montagem tanto no Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE), em São José dos Campos (SP), como na Agência Espacial Chinesa (CAST, na sigla em inglês).

As causas que levaram à falha no terceiro estágio do foguete lançador estão em análise pelos técnicos chineses. O CBERS-3 foi projetado com quatro câmeras, de diferentes resoluções e capacidade de captação, que seriam responsáveis por coletar imagens com maior qualidade de atividades agrícolas e contribuir com o monitoramento da Amazônia, auxiliando no combate a desmatamentos ilegais e queimadas, foco de projetos ligados ao PRODES e ao DETER.


Fonte: Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentários

  1. Excelente noticia. Este es el momento adecuado para acentuar y profundizar el programa CBERS, con mas fuerza que antes.

    saludos
    Gustavo Restuccia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estimado Gustavo!

      Lamentablemente no creo que esta noticia tiene veracidad. Para mí no es más que una maniobra política electoralista porque el próximo año tendremos elecciones presidenciales en Brasil.

      Saludos desde Brasil

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial