Abertas Inscrições para Curso de Meteorologia por Satélite

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (29/02) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que estão abertas as inscrições para o “Curso Básico de Meteorologia por Satélite” do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) a ser realizado à distância, de 5 a 7 de março.

Duda Falcão

Abertas Inscrições para Curso de
Meteorologia por Satélite.
Ministradas à Distância, Aulas
Serão de 5 a 7 de março

Quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012


Dirigido a profissionais e estudantes de Ciências da Terra e da Atmosfera, membros da Defesa Civil e responsáveis pelo monitoramento de desastres naturais, o Curso Básico de Meteorologia por Satélite será realizado à distância, de 5 a 7 de março, pelo Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Ministrado de forma interativa e em tempo real, por meio da Rede Nacional de Pesquisa e Ensino (RNP), o curso oferecerá informações necessárias para a compreensão de alguns dos produtos gerados na Divisão de Satélite e Sistemas Ambientais (DSA) do CPTEC/INPE.

Serão abordados: Princípios Básicos da Meteorologia por Satélite, Produtos de Previsão Imediata e Monitoramento da Convecção, Radiação Solar e Terrestre e Classificação de Nuvens, Radiação Ultravioleta e Sondagens Atmosféricas, Introdução ao sistema GEONETCast e Radar Meteorológico. Os tópicos serão ministrados pelos pesquisadores Daniel Alejandro Vila, Luiz Augusto Toledo Machado, Juan Carlos Ceballos, Simone Sievert da Costa Coelho, César Mello e Jojhy Sakuragi.

O curso conta com o apoio da Associação dos Pesquisadores do Experimento de Grande Escala da Biosfera - Atmosfera na Amazônia (APLBA).

A programação e o link para as inscrições estão disponíveis no site:


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial