Projeto PSM - IAE Assina Termo Aditivo com a Orbital


Olá leitor!

Abaixo segue o extrato de um termo aditivo assinado dia 15/12/2009 e publicado no Diário Oficial da União (DOU) do dia 28/05/2010 relacionado ao termo de convênio entre o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) e a empresa brasileira ORBITAL Engenharia visando à cooperação científica e tecnológica no desenvolvimento do projeto da “Plataforma Suborbital de Microgravidade (PSM)”.

Segundo este termo aditivo o contrato entre as partes que foi assinado em 21/12/2007, com vigência de 24 meses (21/12/2009), tem seu prazo de vigência alterado para a data de 11/07/2010.


EXTRATO DE TERMO ADITIVO


Participes: Instituto de Aeronáutica e Espaço - IAE e Orbital Engenharia Ltda.

Objeto: Constitui objeto do presente aditivo a alteração do prazo do Termo de Convênio nº 011/IAE/2007 o qual passa a vigorar até 11 de julho de 2010.

Recursos Financeiros: Para execução deste Convênio: Não haverá repasse de recursos financeiros entre os participes.

Execução: As atividades que se sucederão por força do presente convênio serão executadas por força do presente Plano de Trabalho específico, prévia e expressamente aprovado pelos participes.

Data/Assinatura: 15/12/2009.

Pelo IAE: Francisco Carlos Melo Pantoja - Brig Eng Diretor e pela ORBITAL Célio Costa Vaz diretor técnico.

Vigência: 11 de julho de 2010.


(Ofício nº 150/DI-L/GIASJ/10)


Plataformas Alemãs Micro G1 e G2

Ainda segundo informações colhidas pelo blog, esse projeto da PSM apesar de pouco divulgado pela mídia e pelo próprio IAE tem como objetivo a substituição das plataformas alemãs de experimentos em ambiente de microgravidade (Micro G1 e G2) desenvolvidas pelo DLR (Centro Aeroespacial Alemão) e utilizadas pelos foguetes brasileiros, em especial pelo VSB-30, o que torna este projeto de suma importância para o Programa Microgravidade da AEB e conseqüentemente para o Programa Espacial Brasileiro.

Duda Falcão


Fonte: Diário Oficial da União (DOU) - pág. 14 - 28/05/2010 e outras

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial