Lançamento de Selo Marca os 60 Anos de Fundação do ITA

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria publicada dia (22/05) pelo site do jornal “O VALE” destacando que a ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) lançou ontem selo comemorativo aos 60 anos do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica).

Duda Falcão

Região

Lançamento de Selo Marca os 60 Anos de Fundação do ITA

Instituto chama ex-alunos ilustres para a abertura das

comemorações do aniversário da escola; meta é ampliar cursos

O VALE

22 de maio de 2010 - 09:17

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - A ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) lançou ontem selo comemorativo aos 60 anos do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), sediado em São José dos Campos.

O lançamento aconteceu durante evento que marcou a abertura das comemorações da data, no campus do ITA.

Uma face do selo contempla o mapa do Brasil desenhado com ipês amarelos sobreposto à Bandeira Nacional.

Na face oposta está o brasão criado especialmente para marcar a data.

Na solenidade, o ITA prestou homenagem a ex-reitores, alunos das turmas de 1950 a 1995 e a militares.

O empresário e ex-aluno do instituto Décio Fischetti lançou livro que narra a história dos 60 anos do ITA.

Considerado uma das melhores escolas de ensino superior do país e reconhecido internacionalmente, o ITA se prepara para uma nova fase.

O brigadeiro e reitor do instituto, Reginaldo dos Santos, relatou que, nos próximos anos, a escola deve investir na duplicação do número de vagas ofertadas no ensino de graduação e dar atenção especial aos cursos de pós-graduação.

Atualmente, são oferecidas 120 vagas de graduação. "Neste ano ainda vamos contratar a elaboração dos projetos executivos de ampliação do ITA", afirmou o reitor.

A expansão da escola deve ocorrer em um horizonte de cinco a dez anos, segundo o reitor, para possibilitar a duplicação das vagas.

"A partir dos projetos executivos, iremos buscar recursos paras as obras", frisou.

HISTÓRIA

Com uma área construída de 4.750 metros quadrados, a escola abriga um total de 2.500 estudantes, dos quais 1.300 em cursos de graduação e pelo menos 180 docentes.

Brigadeiro Santos destacou a importância do instituto para o desenvolvimento do Brasil em diversos setores, como aeronáutico, aeroespacial e automotivo entre outros.

"Os profissionais formados pelo ITA fundaram empresas como Avibras, Mectron, sem falar na Embraer, que surgiu aqui dentro", salientou.

Ele destacou ainda a participação do ITA no programa do desenvolvimento do motor a álcool, que revolucionou a indústria automotiva.

PESQUISAS

O reitor destacou que o ITA foi um dos responsáveis pela criação de toda a infraestrutura aeronáutica brasileira e pela formação de pessoal para diversos setores, como de telecomunicações.

META

Para os próximos anos, os pesquisadores do instituto vão concentrar esforços no desenvolvimento de turbinas aeronáuticas e a gás, entre outros programas prioritários.
O ITA começou este ano a oferecer curso de graduação em engenharia especial, para suprir a demanda do setor.

CRIAÇÃO

O ITA foi criado em janeiro de 1950, por decreto presidencial, e formou ao longo dos 60 anos um total de 5.312 alunos no ensino superior

CONTRIBUIÇÃO

O instituto colaborou na criação da Embraer, Inpe, na implantação da infraestrutura aeronáutica e no desenvolvimento do setor aeroespacial

FUTURO

O instituto planeja duplicar as vagas de graduação e dar atenção especial para os curso de pós-graduação.

Fonte: Jornal “O VALE” - 22/05/2010

Comentário: Toda e qualquer ação que envolva homenagens ao Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) será mais que justa, pois sem a criação deste instituto há 60 anos, jamais teríamos alcançado o atual estagio de desenvolvimento no setor aeroespacial e em especial no setor aeronáutico. O blog “BRAZILIAN SPACE” parabeniza o ITA pelos seus 60 anos de existência e principalmente pela sua contribuição neste período para o grande desenvolvimento do Brasil na ciência e tecnologia neste setor altamente estratégico.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial