domingo, 1 de maio de 2016

Sem Recursos, Aeronáutica Desliga Radares

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada dia (29/04) no site “Airway” destacando que Força Aérea Brasileira teve de desativar temporariamente cinco dos 23 radares meteorológicos do país por falta de recursos.

Duda Falcão

AEROPORTOS

Sem Recursos, Aeronáutica Desliga Radares

Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro desativa temporariamente cinco dos 23 radares meteorológicos do país; ação não prejudica o tráfego aéreo, afirma FAB

Thiago Vinholes
29 de abril de 2016

O Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro
possui 23 radares no país (SISCEAB)

O Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB) desligou no último dia 15 de abril cinco radares meteorológicos em Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e no Distrito Federal. Segundo a Aeronáutica, os aparelhos foram desativados temporariamente devido a restrições orçamentárias. Ao todo, o SISCEAB possui 23 radares espalhados país.

Em contato com o Airway, a Força Aérea Brasileira (FAB) ressaltou que esses radares são “ferramentas complementares” para a captação de informações meteorológicas. De acordo com a FAB, os equipamentos em questão não são utilizados para o controle de tráfego aéreo. “O SISCEAB conta com outras fontes de informação para previsões climáticas, como imagens de satélite e estações e meteorológicas de superfície”, informa a Aeronáutica.

De olho na chuva

O radar meteorológico é usado para localizar “precipitações”. Na meteorologia, precipitação descreve qualquer tipo de fenômeno natural relacionado à queda de água do céu. Isso inclui chuva, neve e chuva de granizo.

O radar de meteorologia consegue encontrar o focos de precipitação a longas distâncias e também pode definir sua intensidade. Esses equipamentos emitem pulsos “Doppler”, capazes de detectar o movimento das gotículas de chuva (ou flocos de neve e granizo). O equipamento emite um sinal de radiação eletromagnética contínuo que “rebate” nas precipitações e retorna para as telas dos controladores.

Os pontos vermelhos indicam focos de fortes “precipitações” (DECEA).

Posicionamento oficial da Aeronáutica:

“O Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB) possui 23 radares meteorológicos. Cinco deles, localizados em Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e no Distrito Federal, foram desligados no dia 15 de abril de 2016 devido a restrições orçamentárias. Exceto para manutenções de rotina, os radares nunca haviam sido desativados.

Esses radares são ferramentas complementares para a captação de informações meteorológicas, que ficam disponíveis para consulta de qualquer cidadão, no site www.redemet.aer.mil.br. É importante ressaltar que eles não são utilizados para o controle de tráfego aéreo. Além dos radares meteorológicos que continuam em operação, o SISCEAB conta com outras fontes de informação para previsões climáticas, como imagens de satélite e estações meteorológicas de superfície.

O consumo de energia de um radar gira em torno de 10.000 Kwh e 13.000 Kwh. O custo depende da tarifa energética cobrada por estado.”


Fonte: Site Airway - http://airway.uol.com.br/

Comentário: Caro leitor, isto não pode ser verdade. É um tremendo absurdo, há que ponto nos chegamos? Porém esta é mais uma prova de que esses vermes petistas de merda têm de deixarem o governo. A questão aqui leitor já envolve a nossa segurança, e tudo isto não só acontece pela incompetência dessa gente, mas também por safadeza, falta de vergonha na cara, estupidez, falta de brasilidade, imoralidade política, e o resultado não poderia ser outro. Fazer o que?

Equipe do Projeto Jupiter Lança Campanha Para Escolha do Nome do Foguete do IREC

Olá leitor!

A Equipe do “Projeto Júpiter” da Escola Politécnica da USP (EPUSP), equipe que está se preparando para participar em junho próximo da 11ᵊ Edição do “Intercollegiate Rocket Engineering Competition (IREC 2016)”, nos EUA, lançou recentemente (dia 27/04) uma campanha para escolher o ‘nome’ do foguete desenvolvido pela equipe que participará da competição.

Você leitor pode ajudar participando desta escolha pelo link http://goo.gl/forms/tWQW37S1Go votando no 'nome' que mais lhe agrada dentre as três opões apresentadas. Participe.

Duda Falcão

sábado, 30 de abril de 2016

Blog Completa Hoje Sete Anos Online

Olá leitor!

Pois é caro amigo, o nosso Blog completa hoje sete anos online e desde a sua criação continuamos aguardando por uma mudança de rumo para o nosso “Patinho Feio”, coisa que se torna cada vez mais difícil.

Muitos acreditam que com a simples, necessária, desejada e hoje possível queda do poder da debiloide e de seus “companheiiiiiiros”, esta mudança possa vir a acontecer, crença esta que eu não compartilho, já que o problema é cultural e não uma questão de politica partidária.

A verdade leitor é que os nossos parlamentares independente de legenda partidáriaem qualquer nível de governo, em muitos casos são completamente incompetentes, corruptos ou ambos, e não estão interessados em construir nada, há não ser lutar pelos seus próprios interesses e de seus grupos. Já os interesses do povo, de sua cidade, estado, região ou país (como me disse certa vez um famoso político baiano) não passam de meros detalhes.

Já passou da hora da Sociedade Brasileira acordar se quiser realmente construir uma nação de verdade. Para tanto, insisto, olhe para seu umbigo, faça uma reflexão sobre os seus atos, torne-se uma pessoa melhor, compreenda o que realmente significa ser CIDADÃO, para que assim então você possa realmente merecer estar entre aqueles que estão se movimentando neste momento para mudar este Território de Piratas, e não aqueles hipócritas e oportunistas que estão apenas se aproveitando deste momento de caos em prol de seus próprios benefícios.

O tempo esta passando, e logo não haverá mais como resgatar o tempo perdido, e diante disto, nos próximos 20 anos, aquelas sociedades que não dominarem a tecnologia de acesso ao espaço, estarão condenadas a serem subjugadas pelas que já dominam ou dominarão, e sem qualquer voz ativa nas questões planetárias. Em outras palavras, serão obrigadas a dizerem AMÉM para aos interesses destas sociedades espacializadas. Você leitor quer realmente construir uma nação? Pois então, deixe a hipocrisia de lado e lute por ela.

Duda Falcão

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Autorizadas Nomeações Para AGU, Polícia Federal, Inmetro e AEB

Olá leitor!

Foi postada no dia de hoje (29/04) um nota no site do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) destacando que foram autorizadas por este ministério nomeações para quatro órgãos do Governo, e dentre eles a nossa Agência Espacial de Brinquedo (AEB).

Duda Falcão

Notícias

Autorizadas Nomeações Para AGU, Polícia
Federal, Inmetro e Agência Espacial Brasileira

Estão previstos 299 cargos no total para serem ocupados a partir deste mês

Publicado:  29/04/2016 - 14h25
Última modificação:  29/04/2016 - 15h10

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) autorizou a Advocacia-Geral da União (AGU), o Departamento da Polícia Federal (DPF), o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e a Agência Espacial Brasileira (AEB) a realizarem nomeações, asseguradas pela aprovação em concursos públicos. No total, serão preenchidos 299 cargos, conforme portarias publicadas no Diário Oficial desta sexta-feira (29).

Para a AGU, a Portaria nº 137 autoriza a nomeação de seis candidatos aprovados no concurso público de 2014, para provimento nos cargos do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo (PGPE). São cinco vagas de analista técnico-administrativo e uma vaga de técnico em Comunicação Social.

As nomeações para a Polícia Federal autorizadas na Portaria nº 138 determinam o ingresso de 204 candidatos aprovados em concurso público autorizado pelo MP em 2013, para o cargo de agente administrativo. Essas contratações exigem como contrapartida a substituição, em igual número, de trabalhadores terceirizados em desacordo com a legislação.

Portaria nº 139 autoriza o preenchimento de 45 vagas no quadro de pessoal do Inmetro. São duas vagas no cargo de especialista em Metrologia e Qualidade Sênior, 11 no cargo de analista Executivo em Metrologia e Qualidade, quatro no cargo de pesquisador-tecnologista em Metrologia e Qualidade, nove no cargo de técnico em Metrologia e Qualidade e 19 no de assistente Executivo em Metrologia e Qualidade. Os novos convocados foram aprovados em concurso autorizado para o órgão em 2014.

Já a Portaria nº 141 diz respeito à autorização para a convocação de 44 aprovados na AEB, também referente a concurso autorizado em 2014. O órgão poderá chamar 17 candidatos aprovados para o cargo de tecnologista, 19 para o cargo de analista em Ciência e Tecnologia e oito para o cargo de assistente em Ciência e Tecnologia.

A consulta às remunerações para os cargos previstos pode ser feita na Tabela de Remuneração dos Servidores.


Fonte: Site do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) - http://www.planejamento.gov.br

Equipe do ITA Realiza Com Sucesso o Teste Hidrostático do Motor do Foguete Que Participará do IREC Deste Ano

Olá leitor!

Enquanto preparo o relato sobre a minha aventura ao lado desses fantásticos fogueteiros durante o Festival de Minifoguetes realizado recentemente na capital paranaense (deverá está online no Blog na próxima segunda-feira) trago agora para você leitor notícias sobre a preparação da premiada equipe “ITA Rocket Design” do nosso prestigiado “Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA)”, visando a sua participação na competição internacional universitária de foguetes denominada de “Intercollegiate Rocket Engineering Competition (IREC 2016)”, competição esta em sua décima primeira edição que, se realizará de 15 a 18/06, em uma área desértica próxima a cidade de Green River (localizada no estado americano de Utah), organizada pela “Experimental Sounding Rocket Association (ESRA)“ dos EUA.

Assim sendo, no dia de ontem (28/04) a equipe realizou com sucesso o teste hidrostático do motor do foguete RD-06 (foguete este que participará do IREC deste ano), teste que foi realizado com uma bomba hidráulica nas instalações do IAE (Instituto de Aeronáutica e Espaço), sob uma pressurização de 30 atm (pressão alvo para o voo!) e a 57 atm, não apresentando qualquer vazamento. Com esse teste a equipe validou uma margem de segurança para o motor de pelo menos 50%. Veja abaixo as fotos deste teste.

Motor do foguete RD-06 da equipe realizando seu teste
hidrostático nas instalações do IAE.

Vale também aqui lembrar que em meados de abril a Equipe do ITA estabeleceu uma importante parceria com a empresa NEWTECHNIK (fábrica brasileira de produção de placas eletrônicas de altíssima tecnologia) , empresa esta de vanguarda sempre atenta às tecnologias mais avançadas do mundo e sempre se atualizando, tendo inclusive a capacidade de produzir mais de 2500 placas a cada três horas. Uma parceria que certamente irá permitir que a Equipe ITEANA venha a realizar os seus projetos com maior eficiência e profissionalismo, e assim representar com destaque a Engenharia Brasileira a nível mundial.

Integrantes da equipe na visita a empresa NEWTECHNIK.

O Blog BRAZILIAN SPACE aproveita para desejar desde já sucesso a equipe "ITA Rocket Design" em sua participação na edição do IREC deste ano.

Duda Falcão

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Atualizando as Nossas Campanhas

Olá leitor!

Mais uma quinta-feira do mês e sendo assim é dia de atualizar você sobre as nossas campanhas em curso.

Bom leitor quanto à “Campanha para Regulamentação das Atividades de Grupos Amadores”, até esta semana 11 grupos já se inscreveram. São eles Auriflama FoguetesBANDEIRANTE Foguetes EducativosCarl SaganCEFABCEFECInfinitude FoguetismoITA Rocket Design, NTAProjeto JupiterUFABC Rocket Design e PEUE (Pesquisas Espaciais Universo Expansivo). Vamos lá gente, cadê os grupos amadores desse país, vocês não querem se organizar? (OBS: Continuo esperando que os 11 grupos inscritos respondam se há algum entre vocês que tem o interesse de organizar e sediar um ‘Seminário’ para discutirmos as atividades de espaçomodelismo no Brasil?)

Já quanto á “Campanha de Manutenção do Blog”, não houve mudança esta semana e apenas três colaboradores realizaram até o momento as suas contribuições no mês de abril no vakinha.com.br. Eles foram:

1 - Carlos Cássio Oliveira (presidente do CEFAB)
2 - Fabrício Kucinskis (INPE)
3 - Leo Nivaldo Sandoli

OBS: informo aos leitores que ainda não sabem que  a campanha de manutenção do Blog pode ser acessada pelo link: http://www.vakinha.com.br/vaquinha/manutencao-do-blog-brazilian-space.

Enfim... vamos continuar aguardando que a partir da próxima semana haja uma mudança de postura de nossos leitores com as nossas campanhas, para que assim possamos efetivamente continuar contribuindo com o Programa Espacial Brasileiro, e quem sabe, com a permanência do blog online ou a criação do Portal Espacial que é hoje o nosso principal objetivo.

Duda Falcão

Ministra Recebe Lista Tríplice Com Nomes de Candidatos ao Cargo de Diretor do INPE

Olá leitor!

Segue agora uma nota postada ontem (27/03) no site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) destacando que a ministra em exercício do MCTI, Emília Ribeiro, recebeu lista tríplice com nomes de candidatos ao cargo de diretor do INPE.

Duda Falcão

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

Ministra Recebe Lista Tríplice Com Nomes
de Candidatos ao Cargo de Diretor do INPE

Documento foi entregue pelo presidente do Comitê de Busca,
Marco Antonio Raupp. Candidatos serão entrevistados pela
titular da pasta antes da divulgação do resultado final.

Por Ascom do MCTI
Publicação: 27/04/2016 | 15:53
Última modificação: 27/04/2016 | 17:02

Crédito: Ascom/MCTI

A ministra em exercício da Ciência, Tecnologia e Inovação, Emília Ribeiro, recebeu nesta quarta-feira (27) a lista tríplice com os nomes dos candidatos ao cargo de diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (INPE/MCTI). O documento foi entregue pelo presidente do Comitê de Busca, Marco Antonio Raupp, ex-ministro da pasta e atualmente diretor-geral do Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP).

Nos próximos dias, os indicados serão convocados para uma entrevista com a titular do MCTI. "Esses três indicados serão entrevistados, pois o ministério está ampliando a relação com os institutos", afirmou Emília Ribeiro.

O processo seletivo foi feito por meio do comitê de especialistas que recebeu e avaliou as inscrições dos interessados. Esse sistema foi instituído pelo ministério para os cargos de direção de suas unidades de pesquisa, conforme a Portaria 73/2016.

"A comissão foi unânime nessa escolha. Ocupar esse cargo requer uma amplitude maior de atuação profissional", ressaltou Marco Antonio Raupp.

Participaram do processo seletivo os seguintes candidatos: Cesar Celeste Ghizoni, Clézio Marcos de Nardin, Haroldo Campos Velho, Hélio Takai, José Henrique de Souza Damiani, Leonel Fernando Perondi, Ricardo Magnus Osório Galvão e Thelma Krug.


Fonte: Site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI)

Comentário: Olha aí o Marco Antônio Raupp nos holofotes de novo leitor. Depois de decepcionar como presidente da AEB, e de pouco realizar em prol do PEB enquanto Ministro do MCTI, além de neste período apoiar irresponsavelmente este desatino chamado ACS, o Raupp aparece na mídia envolvido com a seleção do novo diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Tomara que desta vez a sua participação tenha sido realmente positiva, como aliás costumava ser na época, agora longínqua, dos anos 70 e 80 do século passado.

Editais Financiarão Workshops Para Pesquisadores do Brasil e Reino Unido

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota da postada ontem (27/04) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), destacando que Editais financiarão Workshops para pesquisadores do Brasil e Reino Unido.

Duda Falcão

Editais Financiarão Workshops Para
Pesquisadores do Brasil e Reino Unido

Agência Gestão CT&I
27/04/2015


O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), em conjunto com o Conselho Britânico, abriu duas chamadas públicas destinadas a financiar cursos para pesquisadores do Brasil e do Reino Unido em diferentes áreas do conhecimento. Os editais vão apoiar a realização de workshops para desenvolvimento de habilidades em comunicação científica e pesquisa. Os interessados tem até 27 de junho para se inscreverem.

O objetivo da primeira chamada pública é capacitar pesquisadores brasileiros a publicar artigos em língua inglesa para melhorar a internacionalização da pesquisa nacional. Os pesquisadores recrutados para participar dos workshops deverão ser estudantes de doutorado, pós-doc ou professores em início de carreira (com até 10 anos de formação). Os candidatos devem submeter uma proposta para que sua instituição seja sede de um curso para treinar no mínimo 20 cientistas em qualquer disciplina ou área multidisciplinar.

No segundo edital, o pesquisador brasileiro que quiser coordenar um workshop deve ser ligado a uma universidade, instituição ou centro de pesquisa (públicos ou privados sem fins lucrativos). A proposta deve ser submetida em conjunto com um parceiro britânico, que virá ao Brasil para ministrar a oficina. Os cursos serão coordenados por pesquisadores seniores reconhecidos nas mais diversas áreas: agricultura, clima e meio ambiente, energia renovável e energia limpa, educação, saúde, entre outras.

No primeiro edital, o Conselho Britânico financiará a realização dos workshops, e as Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) oferecerão contrapartida no valor de R$ 12,5 mil por curso. Já na segunda chamada pública, cada workshop terá apoio do Fundo Newton no valor de até 42 mil libras, com contrapartida financeira determinada pela FAP de seu estado.

Para mais informações, confira os editais completos neste link e neste link.


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Promotores de Justiça do Pará Reúnem-se no CRA/INPE

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (26/04) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), destacando que Promotores de Justiça do Pará reúnem-se no CRA/INPE.

Duda Falcão

Promotores de Justiça do Pará
Reúnem-se no CRA/INPE

Terça-feira, 26 de Abril de 2016

O Centro Regional da Amazônia (CRA) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) sedia, nos dias 25 e 26 de abril, o II Workshop do Grupo de Trabalho Agrário – Novas Perspectivas na Revisão do Plano Estratégico de Atuação Agrária e Fundiária (PEAF) do Ministério Público do Estado do Pará (MP/PA).

Esta é a segunda vez que o grupo se reúne nas instalações do CRA/INPE, em Belém, evidenciando a parceria entre o Centro e o MP/PA.

Segundo a pesquisadora Alessandra Gomes, chefe do CRA/INPE, a parceria com o MP/PA vem desde o início do GT Fundiário, criado com o objetivo de uniformizar as informações sobre as propriedades rurais do Estado, agrupando-as em um Banco de Dados único. No momento estão sendo iniciadas tratativas para geração de um Acordo de Cooperação entre o MP e o INPE para o desenvolvimento de futuros projetos na área de mapeamento.

O GT tem como objetivo geral debater e propor as metas e procedimentos para atuação coordenada dos membros do Ministério Público Federal acerca do tema. "Fazemos um planejamento das principais demandas e ocorrências referentes à questão agrária em cada mesorregião", informa o promotor de Justiça Agrário da Região de Castanhal, no nordeste do Pará, Luis Gustavo da Luz Quadros.

Grupo do Ministério Público do Pará reunido em sala do CRA/INPE, em Belém


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

terça-feira, 26 de abril de 2016

Excelência Consolidada no CLBI

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (25/04) no site do “Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI)” destacando que o CLBI foi recertificado pelo Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) à luz da Norma ISO 9001:2008.

Duda Falcão

Notícias

Excelência Consolidada no CLBI

Organização é recertificada na Gestão da Qualidade

Publicado: 25/04/2016 - 10h15
Última modificação: 25/04/2016 - 10h55

Consolidando o compromisso com a excelência na execução da missão institucional, o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) foi recertificado pelo Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) à luz da Norma ISO 9001:2008. A extensão da certificação (recertificação), até setembro de 2018, (re)apresenta a garantia de que os requisitos normatizados e padronizados na Norma, adotada mundialmente, estão sendo cumpridos em todas as fases do processo do sistema de gestão e qualidade.

Considerado como objetivo estratégico o compromisso da melhoria dos processos no CLBI, a Norma foi implementada e em setembro de 2010 ocorreu a primeira certificação, sendo esta já a terceira recertificação (as anteriores em 2013 e 2015), denotando o esforço do Centro em cumprir os preceitos da Norma, e assim, permanecer como OM que segue cumprindo as indicadas boas práticas de gestão.

Vencido o desafio inicial de certificar segmentos ligados somente à atividade-fim do CLBI, aos poucos foi dimensionado para que o escopo de abrangência fosse estendido para todos os setores da Organização, atingindo atualmente, todos os processos operacionais e administrativos.

Embora uma instituição pública, há igual entendimento quanto ao conceito de cliente, seja interno ou externo, possibilitando uma maior relação de confiança entre a Organização e seus clientes, permitindo uma comunicação eficiente, um feedback claro aos clientes bem como uma melhoria contínua do desempenho global.

O CLBI ainda tem outras três importantes certificações pela atuação na forma de Gestão Integrada, obtidas por meio de auditorias realizada pelo Instituto de Tecnologia do Paraná (TECPAR) com base nas normas ISO 9001:2008 (Gestão de Qualidade), ISO 14001:2004 (Gestão Ambiental) e OHSAS 18001:2007 (Segurança e Saúde Ocupacional), credenciando-o como referência no tema, tendo sido a primeira Organização Militar das Forças Armadas a implantar e operacionalizar a gestão integrada de qualidade, meio ambiente e segurança e saúde ocupacional.

A (re)certificação reforça a ideia do mapeamento de processos e a devida padronização deles, o que garante melhores resultados que atestam a atual excelência do Centro. E essa excelência foi reconhecida recentemente, em 2015, por meio do recebimento de oito prêmios de repercussão nacional e internacional.

IFI - O Instituto de Fomento e Coordenação Industrial atua na área da qualidade aeroespacial com recursos humanos extremamente capacitados, tendo incorporado uma larga experiência adquirida ao longo de mais de quarenta anos de atuação no setor aeroespacial. Por ser uma instituição pública, entende a importância da imparcialidade na realização de suas atividades de certificação de sistemas de gestão, e portanto identifica, analisa e gerencia os conflitos de interesse assegurando assim a objetividade dessas atividades. O Instituto não realiza consultoria em sistemas de gestão da qualidade, sendo os cursos ministrados pelo Instituto totalmente abertos ao público, não comprometendo a confidencialidade e imparcialidade das atividades como Organismo Acreditado de Certificação. O IFI é acreditado como Organismo de Certificação de Sistemas de Gestão da Qualidade pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO), órgão reconhecido internacionalmente pelo Fórum Internacional de Acreditação - IAF.


Fonte: Site do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI)

Torne-se Sócio-Fundador da BAR

Olá leitor!

Segue abaixo um artigo postado hoje (26/04) no Blog “Minifoguete”, convocando interessados para tornarem-se Sócios-Fundadores da Associação Brasileira de Minifoguetes.

Duda Falcão

Torne-se Sócio-Fundador da BAR

Carlos Henrique Marchi
26/04/2015

Lançamento de um espaçomodelo do VLS em 2011.

Para se tornar sócio-fundador da BAR (Brazilian Association of Rocketry), basta enviar um e-mail para minifoguete@gmail.com até 31 de maio de 2016. Não é necessário pagar nada no momento.

Em junho de 2016 será formada uma Comissão de Implantação da BAR que será responsável principalmente por definir o estatuto da associação, ou seja, as regras sob as quais funcionará a BAR. Essa comissão será constituída pelos sócios-fundadores que tiverem interesse em integrá-la.

Será feito o cadastro dos sócios-fundadores.

Posteriormente, a Comissão de Implantação da BAR apresentará a todos os sócios-fundadores o estatuto para ser discutido e votado.

Após a aprovação do Estatuto da BAR, será iniciada a cobrança de uma taxa semestral ou anual, conforme for definido no Estatuto.

Em seguida, será aberto um processo eleitoral para eleger a primeira diretoria da BAR.

No IV Festival de Minifoguetes de Curitiba, a ser realizado em 2017, será oficializada a fundação da BAR através de uma reunião formal, com ata.

Qualquer brasileiro interessado em minifoguetes, de qualquer cidade ou estado do Brasil, poderá associar-se à BAR; por exemplo: estudantes de qualquer nível de ensino, professores, profissionais de qualquer área.

Os objetivos das pessoas interessadas em se associar à BAR podem ser, entre outros, a pesquisa, ensino e diversão com minifoguetes.

Qualquer dúvida ou sugestão pode ser encaminhada para minifoguete@gmail.com

Ajude a BAR a crescer, divulgando-a entre pessoas com interesse em minifoguetes.


Fonte: Blog “Minifoguete“ - http://minifoguete.blogspot.com.br

Agência Brasileira de Inteligência Visita CLBI

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (13/04) no site do “Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI)” destacando que o CLBI recebeu a visita da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN).

Duda Falcão

Notícias

Agência Brasileira de Inteligência Visita CLBI

Superintendente Regional do Rio Grande do Norte, da Agência Brasileira
de Inteligência (ABIN), Sr. Jeferson Mário, realizou visita institucional
ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno.

Publicado: 13/03/2016 - 10h28
Última modificação: 15/04/2016 - 12h13

CLBI recebe vista do Superintendente da ABIN.

Na segunda-feira, 11, o Superintendente Regional do Rio Grande do Norte, da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), Sr. Jeferson Mário, realizou visita institucional ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, que teve como objetivo estreitar relacionamento entre as duas Instituições, partícipes do Sistema Brasileiro de Inteligência (SISBIN). Esse Sistema é um colegiado que, atualmente, reúne 38 órgãos federais de 19 ministérios, promovendo às instituições brasileiras o compartilhamento de dados e informações com a finalidade de fornecer subsídios à Presidência da República, assessorando-a nas questões de interesse do Estado e da sociedade.

A visita da Superintendência da Agência ao Centro busca um alinhamento e uma aproximação para possibilitar uma mútua troca de informações, balizada na doutrina e aprimoramento da atividade de inteligência, tanto na difusão quanto na proteção do conhecimento, dentro do enfoque sistêmico. O levantamento do tema sobre proteção do conhecimento abriu espaço para a participação do CLBI no Simpósio de Proteção ao Conhecimento a ser realizado no mês de outubro.

Na apresentação institucional, a cargo do Oficial de Inteligência do CLBI, Major de Infantaria Elthon dos Santos, foram ressaltadas a missão e as atividades operacionais do Centro de Lançamento dentro do contexto do Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE), as possíveis ameaças bem como as ações de prevenção e proteção do conhecimento sensível. Após a apresentação, o Diretor do CLBI, Coronel Aviador Paulo Junzo Hirasawa, acompanhou o Superintendente em visita às instalações, enfocando nos setores operacionais. Foram visitados o setor de Preparação e Lançamento (lançadores e casamata), os radares Adour e Bearn e a Estação de Telemedidas, onde a visita teve ainda maiores detalhamentos dos equipamentos e sistemas cativos.

Ao final, o Diretor do Centro, como balanço da ilustre visita, destacou a importância desta ação como um canal de comunicação facilitador para a qualidade e velocidade das informações dentro do SISBIN: “O CLBI, como Organização importante no cenário das atividades espaciais, de grande interesse nacional e internacional, deve ter preocupação quanto ao tratamento dos dados sensíveis, sejam eles produzidos e/ou recebidos, e utilizados na agilidade que cada caso requer. E essa aproximação que se inicia possibilitará um melhor trabalho de Inteligência, que em muitas ocasiões é o diferencial para o sucesso de uma Organização."

ABIN

A ABIN foi criada pela lei 9.883, de 7 dezembro de 1999, que tem como função fornecer ao presidente da República e a seus ministros informações e análises estratégicas, oportunas e confiáveis, necessárias ao processo de decisão. Constitui-se em órgão de Estado permanente, apartidário e apolítico, com atuação nacional e representações no exterior. Como Órgão Central do SISBIN, produz conhecimentos estratégicos por meio da análise de fatos, eventos ou situações que permitam a identificação de oportunidades e ameaças relacionadas à proteção das fronteiras nacionais, à segurança de infraestruturas críticas, à contraespionagem, ao terrorismo, à proliferação de armas de destruição de massa, a políticas estabelecidas com outros países ou regiões, à segurança das informações e das comunicações, à defesa do meio ambiente, à proteção de conhecimentos sensíveis produzidos por entes públicos ou privados, entre outros assuntos.



Fonte: Site do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI)

Comentário: Bom, bom, muito bom mesmo. Não há como se conduzir um programa de alta tecnologia sem contar com o apoio de uma agencia de inteligência ativa e preparada para enfrentar os ataques de empresas, instituições e de agencias de inteligência de nações mal intencionadas. Isto faz parte deste jogo e já deveria ter sido feito desde que o PEB foi fundado. Talvez se assim fosse, muita coisa poderia ter sido evitada. Espero e torço realmente que esta iniciativa esteja sendo conduzida com competência e seriedade, já que dela depende a nossa soberania.

Fundada a BAR, Associação Brasileira de Minifoguetes

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota publicada dia (24/04) no “Blog Minifoguete”, destacando a criação da Asssociação Brasileira de Minifoguetes (ABMF)  ou Brazilian Association of Rocketry (BAR).

Duda Falcão

Fundada a BAR

Carlos Henrique Marchi
24/04/2015

Foto feita no encerramento do III Festival de Minifoguetes de Curitiba

No quarto e último dia do III Festival de Minifoguetes de Curitiba 2016, em 24 de abril de 2016, foi fundada por 43 pessoas, na Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba (PR), a

Asssociação Brasileira de Minifoguetes (ABMF) 

ou

Brazilian Association of Rocketry (BAR)

Mais informações sobre a BAR serão divulgadas em breve.

Qualquer pessoa interessada em minifoguetes poderá se associar; por exemplo: estudantes de qualquer nível de ensino, professores, profissionais de qualquer área.

Os objetivos das pessoas interessadas em se associar à BAR podem ser, entre outros, a pesquisa, ensino e diversão com minifoguetes.

Quem tiver interesse em se tornar um sócio-fundador da BAR, por favor, mande um e-mail para minifoguete@gmail.com

Ajude a BAR a crescer, divulgando-a entre pessoas com interesse em minifoguetes.


Fonte: Blog “Minifoguete” - 24/04/2015 

Militares São Capacitados Para Trabalhar Com Satélite Geoestacionário

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota da postada ontem (26/04) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), destacando que Militares são capacitados para trabalhar com o SGDC.

Duda Falcão

Militares São Capacitados Para
Trabalhar Com Satélite Geoestacionário

Thamy Ribeiro
Coordenação de Comunicação Social (CCS)
26/04/2015

Fotos: Valdivino Júnior/CCS/AEB

Em cerimônia na manhã desta terça-feira (26.04), na sede da Agência Espacial Brasileira (AEB), o presidente José Raimundo Braga entregou a 24 militares da Força Aérea, Exército e Marinha do Brasil os certificados do Curso de Elevação de Nível em Sistemas Espaciais. A capacitação buscou qualificar especialistas para trabalhar no desenvolvimento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC).

“Elevar a instrução na área espacial ao mais alto nível é de extrema importância”, afirmou o professor José Raimundo, lembrando também de um antigo professor universitário que sempre dizia aos seus alunos: “Quando tiver dúvida no que investir, invista em educação”. 

Segundo declarou o coronel aviador Hélcio Vieira Júnior o sucesso do curso gerou a necessidade de repetir a capacitação, “seria perfeito realizar esse curso a cada dois anos e integrar a participação de mais universidades para melhor abrangência da área espacial no país”. 

Ministrado em 2015 no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em São José dos Campos (SP), o curso teve como responsável o professor major Elói Fonseca.

A capacitação foi realizada em conjunto com o ITA e o INPE a pedido da AEB, e teve como propósito preparar os participantes para a transferência de tecnologia do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) desenvolvido pela empresa francesa Thales Alenia Space (TAS) em parceria com o governo brasileiro. A expectativa é que o SGDC seja colocado em órbita no início de 2017.

De acordo com o capitão de comunicações do Exército, Sérgio Augusto Fujita, o curso envolveu também quem não trabalha especificamente com a área de engenharia espacial. “Eu tenho experiência pelo Exército em manutenção de aeronaves e guerra eletrônica, após o treinamento com a Thales o trabalho será voltado para o setor de defesa cibernética e manutenção dos equipamentos”, ressaltou Fujita.

O 1º tenente do quadro de oficiais engenheiros, Carlos Eduardo Xavier da Silva, explicou que o curso ofereceu uma visão ampla e complexa sobre a construção de um satélite. “O Brasil é pioneiro em um acordo de transferência de tecnologia com a Thales, acredito que conseguiremos superar o conhecimento necessário para concluir o SGDC”.

Após a entrega dos certificados o coordenador da Diretoria de Satélites, Aplicações e Desenvolvimento, Jean Batana, apresentou a estrutura e os programas desenvolvidos pela Agência. Para finalizar o evento foi apresentado um vídeo institucional mostrando a história da AEB e como o Brasil iniciou suas atividades no setor espacial. 



Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)