Pneu Inspirado em Casco de Camelo Vai Ser Usado em Viagens à Lua

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (07/05) no site do “Olhar Digital” destacando que Pneu inspirado em Casco de Camelo vai ser usado em Viagens à Lua. 

Duda Falcão

CIÊNCIA E ESPAÇO 

Pneu Inspirado em Casco de Camelo Vai Ser Usado em Viagens à Lua

Agência de Exploração Aeroespacial do Japão planeja levar astronautas à superfície do satélite em nove anos 

Por Guilherme Preta
Editado por Fabiana Rolfini
Olhar Digital
Fonte UOL
07/05/2020 - 11h40


As missões Apollo levaram o homem à Lua, mas a última delas, a Apollo 17, ocorreu no longínquo ano de 1972. Desde então, diversas agências querem voltar para o satélite natural e trabalham em novas tecnologias para isso.

A Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA) é uma delas e planeja levar astronautas em nove anos para a superfície lunar. Sua última invenção para a missão, no entanto, é inusitada: um pneu inspirado nos cascos de um camelo.

Imaginando rodar por mais de 9,6 mil km, a agência vai equipar seus pneus especiais em um veículo espacial pressurizado. Desenvolvido pela Bridgestone, o acessório foi criado baseado no conceito de biomimétrica, que consiste em se inspirar em algo biológico.

Foto: Arte Uol
Pneu inspirado em casco de camelo.

Dessa forma, as rodas possuem um formato em que lembra dois pneus colados. A superfície é formada por ranhuras que o permitem afundar levemente na poeira da superfície lunar e otimizar a tração.

Na parte interna, uma rede de placas de metal age como molas e servem para dissipar impactos, dar flexibilidade e eliminar a necessidade de inflar o pneu, o que o impede de furar.

A Bridgestone não revelou o material, tamanho e peso de cada unidade, mas destacou que serão muito pesados. Isso pode ser um desafio, já que não serão levadas unidades extras à missão justamente por isso.


Fonte: Site Olhar Digital - https://olhardigital.com.br 

Comentário: Pois é leitor, mais um exemplo de como a volta da humanidade ao nosso satélite natural está sendo conduzida com bastante seriedade por diversas agências espaciais do mundo, neste caso especifico pela JAXA japonesa que vem se preparando também para usufruir dos benefícios que serão gerados para o povo japonês quando eles se estabelecerem no satélite natural da Terra. Enquanto isso, na Republica Tupiniquim Sulamericana, cheia de comissões políticas para dá e vender (Comissão Parlamentar, CCISE, etc...) e de órgãos executores (AEB, DCTA, COMAER, MCTIC, INPE, IAE), o que se vê é muito ‘blá-blá-blá’, muita ‘conversa fiada’ e nenhuma ação efetiva em tordo de uma verdadeira politica espacial que venha definitivamente colocar o nosso “Patinho Feio’ no rumo que ele precisa estar. E o tempo passa, a banda toca, e o fumo entrando, quer dizer, isto para quem não deveria entrar... já pra outros.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite