Núcleo da USP Abre Inscrições Para Disciplina de Pós em Mudanças Climáticas

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (21/03) no site da “Agência FAPESP”, destacando que Núcleo da USP abriu inscrições para disciplina de pós em Mudanças Climáticas.

Duda Falcão

Notícias

Núcleo da USP Abre Inscrições Para
Disciplina de Pós em Mudanças Climáticas

21/03/2014

Curso condensado tem carga
horária de 60 horas e ocorrerá
entre 26 de maio e 6 de junho.
Agência FAPESP – O Núcleo de Apoio à Pesquisa em Mudanças Climáticas - Interdisciplinary Climate Investigation Center (NapMC – Incline), da Universidade de São Paulo (USP), está com inscrições abertas, até 19 de maio, para uma disciplina condensada de pós-graduação, “Mudanças climáticas e suas interdisciplinaridades”.

A disciplina é aberta a alunos de pós da USP e a interessados de outras instituições com graduação completa em qualquer área de formação. O objetivo é desenvolver conhecimentos gerais e interdisciplinares sobre aspectos relacionados às mudanças climáticas e suas implicações no clima passado, presente e futuro.

Paleoclimatologia, poluição atmosférica e clima, biometeorologia humana e recursos hídricos e clima estão entre os tópicos que serão abordados pela disciplina.

As aulas serão ministradas no Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) por professores da USP ligados ao NapMC-Incline. Além do IAG, estão envolvidas no curso as seguintes instituições da universidade: Instituto de Física (IF), Faculdade de Saúde Pública (FSP), Instituto Oceanográfico (IO), Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), Instituto de Geociências (IGc) e Escola de Engenharia de São Carlos (EESC).

O curso possui carga horária de 60 horas e será realizado entre 26 de maio e 6 de junho, com aulas de segunda a sexta-feira. Há 50 vagas disponíveis e as inscrições devem ser feitas pelo e-mail cpgiag@usp.br ou pelos telefones (11) 3091-5046 e (11) 3091-4765.



Fonte: Site da Agência FAPESP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial