Programa CsF - Uma Boa Ideia, Mas Conduzida de Forma Desastrosa

Olá leitor!

Quando o Governo DILMA ROUSSEFF lançou o “Programa Ciências sem Fronteiras (CsF)” em 2011 eu expus aqui no blog a minha opinião. Na época eu disse que apesar da ideia ser muito boa e bem sucedida em vários países (como na Coreia do Sul) a mesma era motivada pelo motivo errado e seria conduzida sem competência e sem a seriedade necessária.

Na época em que expus a minha opinião o fiz com o intuito de avisar aos pais dos jovens mais humildes e com menos recursos, que caso seus filhos optassem pelo programa não cometessem o erro de confiar excessivamente no governo. Ou seja, antes de enviá-los para essa jornada que se preparassem, pois problemas poderiam ocorrer. Não deu outra, as denuncias sobre esse programa vem se acumulando desde que o CsF foi lançado, e principalmente nos últimos dias.

Os jornais Folha de São Paulo e o Globo tem publicado nos últimos dias os seguintes artigos e notícias sobre o programa:

FOLHA DE SÃO PAULO






O GLOBO



E certamente leitor outras denúncias aparecerão nos próximos dias, portanto, volto a insistir com os pais de jovens que desejam participar desse programa que tenham muito cuidado e se preparem adequadamente para no caso de ocorrer algo vocês estejam preparados. Já morei e estudei fora e sei bem as dificuldades que um jovem estudante brasileiro pode passar num país estrangeiro, e olha que a parte financeira não era problema para meus pais. Contudo, não digo que seus filhos não devam participar de uma oportunidade dessas, não é isso, muito pelo contrario, mas que o façam de forma segura e não confie excessivamente nesse governo de inconsequentes.

Citei aqui o exemplo da Coreia do Sul por considerá-lo entre todos o mais bem sucedido programa de bolsa educacional no estrangeiro já realizado por uma nação. Porém, diferentemente da Coreia do Sul, o programa brasileiro é motivado pelo motivo errado, ou seja, a política de populistas irresponsáveis e inconsequentes, como fica claro na declaração recente do Secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Paulo Speller (o cara é uma mala) e conduzido de forma desastrosa, enquanto na Coreia do Sul o mesmo foi motivado pelo motivo correto, ou seja, o de melhorar a qualidade da formação educacional de seus melhores estudantes e conduzido de forma exemplar, apostando assim no futuro de seu país, sendo hoje a Coréia do Sul um exemplo de nação desenvolvida.

Duda Falcão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Ouviu o Barulho no Céu? Entenda o Fenômeno Que Assustou os Brasileiros no Último Final de Semana

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro