Emirados Árabes Unidos Planejam Missão Não Tripulada Para Marte até 2021

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada ontem (17/07) no site do jornal “O Globo” destacando que os Emirados Árabes Unidos planejam Missão Não Tripulada para Marte até 2021.

Duda Falcão

SOCIEDADE - CIÊNCIA

Emirados Árabes Unidos Planejam Missão
Não Tripulada Para Marte até 2021

‘A sonda representa a entrada do mundo islâmico na era espacial’,
diz o presidente, xeque Khalifa bin Zayed al-Nahayan

Por Reuters
17/07/2014 - 7:54
Atualizado 17/07/2014 - 8:00

Foto: Divulgação
A sonda Maven, da NASA, que explora Marte: Emirados Árabes.

DUBAI - Os Emirados Árabes Unidos disseram, nesta quarta-feira, que planejam enviar uma sonda não tripulada a marte até 2021, a primeira missão do mundo árabe para outro planeta. A Agência Espacial dos Emirados será montada para supervisionar a missão e desenvolver uma indústria de tecnologia espacial no país, segundo um comunicado do governo. A nota oficial não forneceu detalhes sobre o custo da sonda ou como será projetada e construída.

— A sonda dos Emirados para Marte representa a entrada do mundo islâmico na era da exploração espacial. Provaremos que somos capazes de entregar novas contribuições científicas à humanidade — declarou o presidente dos Emirados, o xeque Khalifa bin Zayed al-Nahayan.

A sonda para Marte levará nove meses para completar a jornada de mais de 60 milhões de quilômetros e tornará os Emirados Árabes Unidos um dos nove países com programas espaciais explorando o planeta vermelho, apontou o comunicado.

Com uma população estimada em não mais de cerca de 8 milhões de pessoas, a maioria dos quais trabalhadores estrangeiros, os Emirados não possuem a base científica e industrial de países grandes que exploram o espaço.

Os Emirados, no entanto, estão empenhados em diversificar sua economia para além do petróleo, indo para setores de alta tecnologia, e suas reservas de petróleo dão ao país um imenso poder financeiro que pode usar para adquirir competência técnica. Estima-se que um dos fundos soberanos de Abu Dhabi, o maior emirado, tenha ativos no total de quase 800 bilhões de dólares.


Fonte: Site do Jornal o Globo - http://oglobo.globo.com

Comentário: Pois é leitor países do mundo inteiro começam a reconhecer a importância de se investir no espaço com visão e seriedade, mesmo aqueles países que nem sequer ainda tem uma agencia espacial consolidada como é o caso dos Emirados Árabes Unidos. No Brasil, apesar das dificuldades herculanas que nossos pesquisadores têm de enfrentar devido as leis incompatíveis, a falta de visão e de ação política de uma classe corrupta, ineficiente e desinteressada com o futuro e com a consolidação de nossa sociedade perante a comunidade internacional, o Brasil atualmente está envolvido com duas missões que se utilizam de sondas espaciais e que contam com pouco ou nenhum apoio de nossa Agência Espacial de Brinquedo. São elas a Missão Lunar da USP, liderada pelo Grupo ZENITH com o apoio da empresa AIRVANTIS (esta que até onde sabemos em momento algum recebeu o apoio de nossa Agência de Brinquedo) e a única que realmente é uma missão de espaço profundo, ou seja, a desejada Missão ASTER, esta que recentemente teve um workshop patrocinado pela AEB para encontrar financiadores e que se encaixa perfeitamente em uma das propostas apresentadas dia 15/07 pela comitiva russa que visitou a sede de nossa agência de brinquedo em Brasília. Enfim... Vamos ver se desse ANGU sai algo, mas não há como deixar de lembrar que as tentativas anteriores não deram em nada e olha que foram tão significativas quanto, ou alguém já esqueceu da Missão da Sonda MCE entre outras?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial