Relato da Nova Visita do Blog a São José dos Campos

Olá leitor!

Como havia dito anteriormente, por ter sido convidado pelo do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) estive de 03 a 05/04 em São José dos Campos (SP) para acompanhar a cerimônia de passagem do cargo de diretor Brig. Eng. Carlos Antônio de Magalhães Kasemodel para o Brig. Eng. Leonardo Magalhães Nunes da Silva, evento este ocorrido dia 04/04.

Desde que o IAE me enviou o convite, por respeito e pelo reconhecimento recebido nesses quatros anos do Brig. Kasemodel e do próprio instituto e seus servidores, iniciei uma batalha para arrecadar fundos junto a familiares e amigos que me permitisse não só comparecer a este evento, como também aproveitar a viagem para fazer contatos, conhecer instalações do PEB e rever amigos. Não foi fácil, mas no final conseguir os recursos necessários e então confirmei com todos a minha viagem.

Desde o inicio a viajem não foi fácil. Deixei Salvador na madrugada do dia 03/04 através de um voo da Avianca, acreditando que faria uma viajem confortável e prazerosa, coisa que uma vez mais não se confirmou, pois fui colocado numa poltrona na asa do avião que não reclinava e que pela segunda vez quase me transforma em um “L”. Realmente não tenho dado sorte com aviões.

Cheguei em Guarulhos as 06:55, mas ainda tive que esperar até as 09:00 horas para pegar o ônibus que faz a linha entre o aeroporto e a cidade de São José dos Campos. Por volta das 10:50 cheguei finalmente no hotel e pude então tomar um banho e dormir um pouco (cochilar na verdade), já que as 12:00 iria almoçar com o Dr. Waldemar Castro Leite, coordenador do “Projeto SIA” do IAE e uma pessoa que merece todo o meu respeito.

As 12:00 desci para o saguão do Hotel para aguardar a chegada do Dr. Waldemar, coisa que ocorreu pouco tempo depois, quando o mesmo chegou na companhia de sua simpática esposa e de onde então seguimos para almoçar em um shopping da cidade.

Após o almoço regado a um papo esclarecedor e bastante agradável, deixamos o shopping em direção ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), onde eu estava sendo aguardado por outro grande profissional do Programa Espacial Brasileiro, ou seja, o Dr. Otávio Santos Cupertino Durão, coordenador no INPE do projeto do Cubesat NanosatC-Br1.

Dr. Waldemar Castro Leite, Coordenador do Projeto SIA do IAE.

Após me despedir do Dr. Waldemar e esposa e passar pela portaria do instituto, segui então para o prédio da administração, onde para minha surpresa estava sendo aguardado também pelo Dr. Nelson Jorge Schuch, coordenador do projeto do NanosatC-Br1 no Centro Regional Sul do INPE, localizado em Santa Maria (RS), que infelizmente dispunha de pouco tempo, já que estava de viajem marcada de volta ao Rio grande do Sul em poucas horas.

Rapidamente deixei o prédio da administração, e na companhia do Dr. Durão e do Dr. Schuch, seguimos para o Laboratório de Simulação (LABSIN), onde então tive contato com parte da equipe que participou no desenvolvimento deste cubesat.

Ao chegar no LABSIM fui recebido por uma equipe formada por jovens e que para minha surpresa logo se entusiasmaram quando souberam quem eu era, e em agradecimento a eles pela cordial recepção, desejo sucesso a todos e faço questão de citar o nome de cada um deles, pois eles estão no momento entre as nossas melhores promessas profissionais do nosso Programa Espacial nesta área de cubesats. São eles:

* Brehme Dnapoli Reis de Mesquita (LABSIM)

* Cristiano Strieder (EMSISTI – Sistemas e Soluções em TI)

* Marcelo Essado (EMSISTI – Sistemas e Soluções em TI)

* Philipe Massad Bringhenti (LABSIM/DMC/ETE)

* William Luís Campesato (LABSIM/DMC/ETE)

Vale dizer que a EMSISTI é uma empresa do jovem Marcelo Essado que junto com o jovem Cristiano Strieder prestaram e prestam serviços a este projeto na área de software e TI, sendo estes jovens novas promessas brasileiras nessa área.


Os jovens  Brehme de Mesquita,  William Luís Campesato e
Philipe Massad Bringhenti integrantes da equipe que estão desenvolvendo
pesquisas para o Projeto SIA dentro da parte que cabe ao INPE.
O Dr. Nelson Schuch ao lado do jovem
Cristiano Strieder da empresa EMSISTI.

Após a passagem pelo LABSIM onde tivemos a oportunidade de conhecer os Modelos de Engenharia dos cubesats NanosatC-Br1 e Br2, seguimos então para o famoso Laboratório de Integração e Testes (LIT) onde fomos recebido cordialmente pelo Dr. José Sérgio de Almeida do Laboratório de Simulação Espacial, ou seja, um dos laboratórios que compõem o LIT.

Marcelo Essado da empresa EMSISTI segurando o Modelo
de Engenharia do "NanosatC-Br1", tendo ao fundo o
Modelo de Engenharia do "Br-2" e a seu lado os
Drs. Otávio Durão e Nelson Schuch.

A partir daí, o nosso anfitrião nos levou para um tour pela parte de cima do LIT explicando minuciosamente a funcionalidade de cada equipamento que podíamos observar (veja nas fotos) desse ponto privilegiado, mas infelizmente já sem a presença Dr. Nelson Jorge Schuch, que pouco tempo depois de nossa chegada ao LIT teve de nos deixar devido ao horário de sua viagem.

Câmara de Simulação Espacial do LIT - 6m x 8m.
Câmara Acustica Reverberante do LIT - ao fundo.
Câmara de Vácuo-Térmico do LIT 3m x 3m.
Laboratório de Propriedade de Massa e
Câmera Anecoica Blindada CBA.
Vista Geral do Hall de Testes.
Vista Geral do Hall de Testes.
Vista Geral do Hall de Testes.
Na companhia do Dr. Otávio Durão e de nosso anfitrião,
o Dr. José Sérgio de Almeida.

Após ter realizado um sonho de conhecer esse fantástico laboratório (em minha opinião ainda subutilizado na função para o qual foi criado e que precisa ser mais divulgado para Sociedade Brasileira), segui com o Dr. Durão para a portaria do instituto onde nos despedimos e então retornei de taxi para o Hotel.

Após tomar um banho e descansar um pouco, desci para o saguão do Hotel para me encontrar e jantar com o Dr. Paulo Moraes Jr., coordenador do Projeto de Veículos Lançadores Cruzeiro do Sul do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) e ex-presidente da Associação Aeroespacial Brasileira (AAB).

O Dr. Paulo já se encontrava no saguão me esperando quando então resolvemos jantar no próprio restaurante do Hotel, e vale dizer que o contato acabou resultando numa das mais agradáveis conversas que tive nesta minha passagem por São José dos Campos. Após o jantar, marcamos então para nos encontrarmos no dia seguinte no evento de posse do novo diretor do IAE.

Acordei cedo no dia seguinte, pois tinha algumas postagens para colocar no blog, além de também ter de cuidar de outros assuntos não relacionados com o mesmo, e após deixar tudo em dia, tomei outro banho e me preparei então para o evento no IAE.

Com a proximidade do horário do evento, peguei um taxi e segui para a portaria do DCTA, e estando liberado, segui então para a portaria do IAE onde fui informado que devido ao tempo instável, o evento havia sido transferido para um galpão próximo ao Museu Aeroespacial Brasileiro (MAB) que fica nas dependências do DCTA e próximo ao Aeroporto do SJC. Com a ajuda de um oficial da Aeronáutica que estava naquele momento se dirigindo com o seu caro para o evento, chegamos então ao local.

Confesso leitor que logo que passei pela porta de entrada do galpão me sentir um peixe fora d’água, já que até aquele momento não conseguia identificar nenhum rosto conhecido, mas pouco tempo depois fui abordado cordialmente pelo Cel. Santana Jr. (vice-diretor e Chefe da Subdiretoria de Espaço do IAE) e pela agora também militar, Amanda da Silva, que me direcionou então para o local em que eu deveria me posicionar para acompanhar o evento.

O evento transcorreu (para um leigo como eu) de forma muito mais rápida do que eu esperava, e bem diferente de tudo que já havia visto em eventos militares já conhecidos pelo público em geral, o que prendeu a minha atenção e me deu a oportunidade de tirar algumas fotos que seguem abaixo.


Após o fim do evento procurei circular pelos bastidores do mesmo, quando fui abordado cordialmente pela Sra. Glória Regina Esteves (Chefe de gabinete do Diretor do IAE), e pela jovem Sra. Janaína Pardi Moreira da Seção de Comunicação Social (SCS) do instituto, duas pessoas que sempre atenderam as solicitações do nosso blog com grande atenção e cordialidade.

Sra. Janaina Pardi Moreira durante o coquetel
que seria servido aos convidados.

Após este contato me dirigir então para o local onde se encontrava o Brig. Kasemodel para cumprimentá-lo e agradecer não só o convite, mas como a atenção dispensada por ele ao blog nos últimos quatro anos.

Brigadeiro Eng. Carlos Antonio de Magalhães Kasemodel posa
para o Blog BRAZILIAN SPACE após o final do evento.
Na companhia do Ex-Diretor do IAE. Brig. Kasemodel.

Após ser convidado pelo Brig. Kasemodel para o coquetel do evento,  que se realizaria em local próximo, voltei a circular pelo local onde tive contato com o Dr. Carlos Fernando Rondina Mateus, Coordenador do APL Aeroespacial e Defesa da CECOMPI, e o Dr. Elzo Albert Júnior, Diretor Técnico e de Operações do Parque Tecnológico  de São José dos Campos.

Dr. Carlos Fernando Rondina Mateus (a esquerda)
em companhia de Dr. Paulo Moraes Jr.
e de uma servidora do IAE.
O Cel. Santana Jr. na companhia de um servidor do IAE.

Deixando então o galpão onde foi realizado a troca de comando do instituto, segui na companhia do Dr. Paulo Moraes Jr. para o local onde seria realizado o coquetel do evento, e onde tive a oportunidade de ter contato como vários profissionais, inclusive com o Cel. Eng. César Demetrio Santos (Diretor do CLA), com o Dr. Luis Eduardo Loures da Costa, coordenador dos Projetos SARA e VLM-1 do IAE e um breve contato com a pesquisadora Maria Cristina Vilela Salgado do IAE, a qual não via já há algum tempo.

Em companhia do Cel. Eng. César Demetrio Santos.
O Dr. Luis Eduardo Loures da Costa
conversando com um servidor do IAE.
A pesquisadora Maria Cristina Vilela Salgado (a da esquerda) ao lado
da 
Sra. Janaína Pardi Moreira e entre duas servidoras do IAE.
Ten. Brig. do Ar Gerson Nogueira Machado de Oliveira
(ex-diretor do DCTA) em companhia do Dr. Paulo Moraes Jr.
Dois servidores do IAE aparecem na foto entre o
Dr. Paulo Moraes Jr. e o Cel. Eng. César Demetrio Santos

Após o fim do coquetel peguei uma carona com o Dr. Paulo Moraes Jr. que me deixou no hotel, onde cheguei com uma pequena dor de cabeça que se transformou pouco tempo depois numa grande enxaqueca, me impossibilitando de cumprir o último encontro de minha agenda com o Dr. Waldemar Castro Leite, o que me deixou bastante chateado, já que nesse encontro no Laboratório de Identificação, Navegação, Controle & Simulação (LINCS)  do IAE, eu iria conhecer de perto os modelos do SISNAV e da Plataforma Marins.

Depois de sinalizar para o Dr. Waldemar (via e-mail) a minha impossibilidade de visitá-lo no LINCS, fui deitar só levantando por volta das 19:00 (creio eu) ainda com dor de cabeça e morto de fome. Tomei um banho e desci para restaurante do Hotel para jantar, e depois ainda um pouco tonto, retornei para o quarto só levanto as 10:00 do dia seguinte para arrumar e as minhas coisas e deixar o Hotel, já que minha diária se encerraria as 12:00.

Após fechar as contas, aproveitei e almocei no próprio restaurante do Hotel, de onde depois peguei um Taxi para a rodoviária de SJC, e de onde as 15:20 peguei o ônibus que me levaria  de volta para o Aeroporto de Guarulhos.

Iniciava aqui a minha viagem de retorno que eu esperava ser menos conturbada que o trecho SSA/GUA. Ledo engano, com a sorte que tenho, deveria saber que as coisas para mim não são assim tão fáceis. Além do vôo da Avianca ter atrasado uma hora e trinta minutos (segundo o que foi informado uma manutenção não prevista foi necessária no avião devido a um pássaro que se chocou com a turbina logo após o mesmo ter deixado o Aeroporto de Salvador) fazendo com que chegássemos em casa somente na madrugada do dia 06/04, ainda por cima durante o  voo tivemos que conviver com uma emergência médica de uma senhora que passou mal. No entanto, dessa vez dei sorte quanto a poltrona, pois mesmo pegando uma localizada na asa, pelo menos neste avião a mesma era espaçosa e reclinável.

Leitor, dessa minha sexta passagem por São José dos Campos eu trouxe para casa algumas interessantes informações sobre alguns projetos pontuais que estão em curso no INPE e no IAE, e que agora divido com vocês.

PROJETO NANOSATC - INPE

Bom leitor, o Projeto NanosatC, segundo o seus realizadores, mesmo passando por algumas dificuldades, o projeto tem avançado com consistência, e agora seus pesquisadores se preparam para colocar no espaço o primeiro cubesat brasileiro, ou seja o NanosatC-Br1.

O Br1 já seguiu para Holanda onde passará por mais alguns testes antes de ser enviado para Rússia, de onde então será lançado através de um Foguete DNEPR russo/ucraniano, lançamento este que está previsto para ocorrer em 19/06.

Já o Br2 (segundo cubesat do projeto) o seu modelo de voo já se encontra em teste no LIT e a previsão da equipe de pesquisadores é que o mesmo venha ser lançado em 2015.

Vale dizer que devido às características econômicas e funcionais da tecnologia proporcionada pela plataforma cubesat (e creio eu também que pelo receio dos pesquisadores na ineficiência da AEB), os Modelos de Engenharia dos cubesats Br1 e Br2, que se saíram muito bem nos testes, deverão ser utilizados como os Modelos de Voo dos futuros cubesats Br3 e Br4, previsto para serem lançados em 2016 e 2017 respectivamente.

A equipe do Projeto NanosatC sob a coordenação do Dr. Otávio Durão e do Dr. Nelson Schuch, já trabalha em diversas opções de uso da plataforma cubesat e creio que com o trabalho deles e o trabalho de Engenharia Reversa que vem sendo realizado no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) pela equipe do cubesat AESP-14, em breve o Brasil deverá dominar por completo essa tecnologia.

SATÉLITE CBERS-4 E SATÉLITE AMAZÔNIA-1 - INPE

Bom leitor, o que eu posso dizer sobre o Satélite CBERS-4 é que todo o esforço está sendo conduzido pelos pesquisadores do LIT para cumprir o cronograma de lançamento anunciado pelo governo, ou seja, dezembro de 2014, não havendo qualquer problema de recursos financeiros para isso. Entretanto, é sabido por todos de que o prazo é muito curto, tornando esta tarefa algo quase impossível de ser realizada, ao mesmo tempo em que serve como propaganda política em ano eleitoral desse governo desastroso. Se for cumprido, ponto para eles, se não, não causará qualquer estrago, já que as eleições já terão ocorrido.

Quanto ao Satélite Amazônia-1, ficou definido em reunião no INPE/LIT que todo o esforço do laboratório será canalizado em 2014 também para as atividades ligadas a Plataforma Multi-Missão (PMM) deste satélite, estando inclusive já em testes no laboratório partes dessa plataforma.

OPERAÇÃO RAPOSA - IAE/CLA

Bom leitor, segundo informações colhidas por mim junto ao Cel. Demetrio Santos, a “Operação Raposa” deverá ser iniciada em Maio no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), o que me faz acreditar que o seu lançamento deverá ocorrer na primeira quinzena de junho.

OPERAÇÃO SÃO LOURENÇO / SARA SUBORBITAL I - IAE/CLBI

Já quanto a “Operação São Lourenço”, segundo o coordenador do projeto, o Dr. Luis Loures, os testes com o “Banco de Controle” já estão sendo realizados, e a previsão atual é de que o VS-40/Sara Suborbital I venha ser lançado do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) em setembro desse ano.

OPERAÇÃO SANTA BÁRBARA I e II - IAE/CLA

Sinceramente não ouvi dos pesquisadores nenhuma citação sobre essas duas operações, e continuo acreditando que somente a “Operação Santa Bárbara I” (aquela mesma operação de lançamento simulada) será a única realizada no ano de 2014. E mesmo assim, dependerá muito ainda do desempenho de gestão do novo diretor do IAE.

PROJETO VLM-1 - IAE

Bom leitor, quanto ao projeto do Veículo Lançador de Microssatélites (VLM-1), pouco pude colher de informação e creio que agora o projeto deve tomar um novo rumo, rumo este que deverá ser debatido na próxima reunião entre o IAE e o DLR.

Bem leitor, quanto às notícias nada mais a acrescentar, mas devo dizer que pelo que pude observar nessa nova viaje a São José dos Campos, saio de lá ainda mais descrente quanto ao futuro do PEB de que quando deixei Salvador. Os problemas que afligem o nosso Programa Espacial são inúmeros e continuam se acumulando sem qualquer ação efetiva de quem quer que seja, e toda esta situação infelizmente começa a afetar a visão de como agir de profissionais sérios que merecem todo o nosso respeito. O caos está instalado e se ninguém fizer nada, o Programa Espacial Brasileiro como programa estará condenado.

Ah! Antes de finalizar e mudando um pouco de assunto, aproveito a oportunidade para dizer:

Saudações Tricolores para todos os torcedores espalhados pelo Brasil do glorioso Esporte Clube Bahia, “Campeão Baiano de 2014”, seu 45º título estadual com todos os méritos. Já aos rubro-negros do “Leãozinho da Barra”, devo dizer que lugar de chorar é ao “Pé do Caboclo no Campo Grande”, local este que o prefeito de Salvador, ACM Neto, já decretou que se encontra em “Estado de Calamidade Pública” devido ao grande alagamento.

Duda Falcão

Comentários

  1. Olá Duda. Foi uma honra conhecê-lo pessoalmente. Só abrir um parênteses sobre a informação contida no seu texto é de que, no projeto de Cubesats, quem participa diretamente são os nosso amigos Cristiano Strieder e Marcelo Essado. No caso do William Luís Campesato, Philipe Massad Bringhenti e eu, Brehme de Mesquita, estamos desenvolvendo pesquisas dentro do Projeto SIA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Brehme!

      Já fiz a correção e obrigado pelo contato.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  2. Ola Duda, muito esclarecedor o seu relato sobre a viagem a sjc. Só como curiosidade, o pessoal lá em sjc o que eles comentam sobre a ACS? e a falta de recursos para o PEB?

    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Carlos!

      É Sabido por todos em SJC que a ACS é um completo desatino patrocinado pela política, mas devido a posição deles, poucos comentam o assunto.

      Já quanto à falta de recursos, a situação é pública e notória, não precisando que as pessoas fiquem comentando, pois correm o risco de se tornarem repetitivas e chatas.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  3. Muito boa, gostei da participação do Brehme de Mesquita no blog, acho que os servidores do PEB deveriam participar desse blog.

    ResponderExcluir
  4. Excelente posteo Duda.
    Le hago llegar mis felicitaciones desde Argentina por el excelente trabajo que viene realizando para informar sobre el programa espacial de Brasil.

    Saludos cordiales

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola Alejandro!

      Muchas gracias amigo por reconocer nuestro trabajo. Debo decir que hoy me siento cada vez menos motivados que cuando creé el Blog BRAZILIAN SPACE, pero teniendo la mejor manera posible.

      Saludos desde Brasil

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
    2. ¡Que no decaiga el ánimo amigo Duda!
      Mi mayor deseo es que Argentina concrete exitosamente el proyecto Tronador y Brasil el VLS, para que en el largo plazo podamos asociarnos en una agencia espacial sudamericana y diseñar así en forma conjunta un lanzador satelital de gran porte.

      Saludos

      Excluir
    3. Hola Alejandro!

      También tengo este sueño, pero en Brasil las cosas concernientes al proyecto VLS-1 van de mal en peor, y sin ningún cambio pespectiva. No es sólo una cuestión de política, sino también la visión estratégica y la responsabilidad, algo que estos políticos de mierda que militan en el escenario político de Brasilia y no tienen ni quieren tener.

      Saludos

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  5. É Duda, foi quase uma saga...

    Meus votos de melhores dias tanto nas viagens quanto nas notícias colhidas, mas realmente fica um certo desânimo, pois a impressão que fica é que trocam algumas "cabeças" mas a inércia inerente aos "cargos públicos" fica.

    Ou seja, como a quase totalidade são servidores públicos civis ou militares que por motivos óbvios não podem expressar sua insatisfação, e os que não são, deles dependem pois são prestadores de serviço, fica tudo por isso mesmo, e a minha expectativa é que nada vai mudar.

    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcos!

      Infelizmente também tenho essa expectativa amigo. Estamos caminhando cada vez mais para o buraco.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial