ACS Divulga Fotos do Desenvolvimento de Sua "Besta" Tóxica

Olá leitor!

A mal engenhada empresa binacional Alcântara Cyclone Space divulgou recentemente em seu site imagens do desenvolvimento do trambolho tóxico ucraniano Cyclone 4, que segundo consta está previsto para ser entregue no segundo semestre de 2015. Anda segundo a empresa, uma "parte significativa" da construção civil do sítio de lançamento foi completada, e a maior parte dos equipamentos de suporte em solo já foi contratada e alguns inclusive entregues em Alcântara (MA). A empresa informa também que "os eventos atuais na Ucrânia não impactaram o desenvolvimento do projeto do Cyclone 4".

Caso o leitor queira dar uma olhada nas fotos desta ‘besta’ tóxica, clique aqui

Duda Falcão


Fonte: Alcântara Cyclone Space (ACS)

Comentários

  1. Como uma parte significativa pode estar pronta se as obras estão paradas há um ano?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, quanto às obras da base em Alcântara não houve nenhum avanço. As fotos são de antes da interrupção das obras.

      Pelo que estou vendo quem vai se dar bem nessa história toda é a Ucrânia. Quando o projeto for abandonado e a empresa dissolvida, eles terão um foguete novinho e nós mais um esqueleto de obra e um prejuízo.

      Sou servidor público federal e, ao menos no setor (nível nacional) onde eu trabalho, a "torneira fechou", os pagamentos de fornecedores já estão atrasando, segundo relatos que ouvi funcionários terceirizados já começam a ser demitidos.

      Sei também que ao menos em alguns hospitais universitários estão servindo ovo para os pacientes, porque é o que se tem. Remédios e outros insumos hospitalares também estão em falta. A situação parece ser crítica.

      O governo está fazendo de tudo para esconder a situação, mas pelo visto não vai conseguir. Tenho muito receio do que pode acontecer do fim da copa em diante até imediatamente depois das eleições. Todo mundo que eu conheço não quer ver o PT nem pintado de ouro, então estou com receio de que uma mega revolta popular ocorra caso o partido vença, o que é muito perigoso. Enfim...

      Relatei esses fatos apenas para dizer que a ACS nunca alcançará seu objetivo, pelo simples fato de que o governo não tem mais dinheiro para injetar nela. E sem mais dinheiro não se terminam as obras. A não ser que a Ucrânia banque.

      Excluir
  2. Duda,

    Na minha opinião, a parceria com a Ucrânia não foi totalmente um regresso, pois será nossa única porta para o espaço (O Brasil está anos-luzes de ter algum foguete de categoria média) e também o Brasil poderá participar do desenvolvimento da quinta geração do Cyclone e de um jeito ou de outro absorverá tecnologia, na minha opinião a ACS é a SpaceX do Brasil nesta década.

    O único problema é a toxidade do foguete mesmo.

    Everton

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eventon!

      Não é bem assim, essa empresa não tem qualquer chance no mercado onde pretende atuar, ou seja, de satélite geoestacionários, simplesmente porque o seu foguete não atende a capacidade de carga exigida para esses tipos de satélites. O seu destino é o buraco. Desde o inicio ela foi muito mal elaborada e motivada por questões políticas. Nem mesmo é levada a sério pelos seus concorrentes, ela já nasceu morta para o mercado, fora o fato de apresentar um foguete tecnologicamente ultrapassado e altamente tóxico. Quanto ao Cyclone-5, fala sério amigo, você realmente acredita nisso?

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
    2. Bom dia,

      Enquanto a competitividade no mercado eu concordo com você, será um fiasco total, mas vejamos, quando alguma universidade construir um projeto em conjunto ou não com outras universidades (tipo a sonda Aster) precisaríamos de algum veículo lançador e com as verbas repassadas pela AEB (e outros patrocínios) poderia ser lançada em solo nacional.

      Abs

      Everton Costa

      Excluir
    3. Boa noite Everton!

      Para lançar uma carga como a da Missão Aster não precisamos desse trambolho tóxico, o VLS Alfa faria isso com sobra. Em resumo esse acordo é um completo desatino.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  3. Duda,

    sou morador de Alcântara e posso dizer que não há uma alma viva trabalhando na ACS por aqui. Todos os profissionais envolvidos nas obras foram embora, e pelo pouco que conheço do setor para juntarem toda essa mão de obra novamente para tocar um projeto desse porte vai demorar um bom tempo. Totalmente diferente do que é apresentado naquelas fotos. Por parte da transferência de tecnologia do foguete (o que deveria ser primordial), nem comento...

    Por parte do Brasil, esta empresa só existe em Brasília, provavelmente em um escritório maravilhoso. Ou seja, um negócio nada técnico, mas apenas político. Nada diferente do que se imaginava, não é mesmo?

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Obrigado pelas suas informações, só faltou você se identificar para conhecermos a origem das mesmas, mas enfim, nada que você disse é diferente do que eu imaginava, mas obrigado assim mesmo pela iniciativa

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  4. Eu acompanho os acontecimentos na Ucrânia acerca dos movimentos separatistas, é tudo muito confuso para nós que não conhecemos a história daquela região, mas, uma pergunta não para de me atormentar, será que as empresa Ucranianas envolvidas na construção e desenvolvimento do CYCLONE 4 estão situadas na parte da Ucrânia que está em litígio com a Rússia? Imaginem se a Rússia se apoderar daquela região, o que será do acordo com o Brasil?
    Será que alguém já parou para pensar um pouco a respeito?
    Abraço a todos do blog.

    Leo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leo!

      Não havia pensado nessa possibilidade e torço para que aconteça, pois assim será o fim de uma vez por todas desse desatino.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
    2. Leo,

      As plantas industriais onde o foguete é fabricado ficam em Dnepropetrovsk, capital de uma região com o mesmo nome.

      Ela faz divisa com a região chamada Donetsk que se não me engano até já declarou independência da Ucrânia.

      Parece existir uma grande quantidade de russos Dnepropetrovsk, mas não encontrei nenhuma notícia sobre movimentos separatistas na região.

      https://www.google.com.br/maps/place/Dnepropetrovsk/@48.4622985,35.0003565,11z/

      Excluir
  5. Pesquisando sobre o tema encontrei este vídeo no Youtube, feito por uma das empresas ucranianas envolvidas no projeto do Cyclone 4.

    Não tem nenhuma grande novidade nele, mas é interessante de qualquer forma.

    https://www.youtube.com/watch?v=I6ZV14chstI

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial