No Brasil o Sonho, na Austrália, a Tecnologia Avança

Olá leitor!

Enquanto o Brasil passa por um momento histórico e para muitos de mudança (tenho dúvidas quanto a isso), em meio à satisfação popular pelo desempenho da Seleção Brasileira na Copa das Confederações, o mundo científico segue alheio aos nossos problemas cumprindo o seu papel de desenvolver novas tecnologias naqueles países onde o compromisso com o futuro não é prejudicado por atitudes absurdas de governos populistas e irresponsáveis.

No Brasil a presidentA petista enfrenta uma situação gravíssima que começa a gerar um reação em cadeia que poderá levá-la a enfrentar um Impeachment se sua trupe de energúmenos não abrir os olhos, principalmente agora que já corre uma Petição Pública na net intitulada “Impeachment da Presidente Dilma” (veja aqui) que já conta com mais de 338 mil assinaturas, mas solicitando a ajuda do povo brasileiro para chegar a 5 milhões. É leitor, a coisa tá pegando para a presidentA de saia e sua trupe, e pode ser que essa novela não acabe como os petistas esperam, apesar de que em minha opinião toda essa movimentação não resultará em nenhuma mudança, a não ser o lado da moeda. Afinal, o problema não está nas legendas (PT, PSDB, PMDB, PSB e o escambal a quatro....) já que é tudo farinha do mesmo saco, e sim na cultura política do país, fruto da cultura de nossa própria sociedade. Não é por acaso que existe um sábio ditado que diz: “Todo povo tem o governo que merece”. Mudem a sua maneira de pensar e agir em relação as suas próprias vidas e em relação ao seu país, que formaremos assim em tempo melhores cidadãos e consequentemente melhores políticos. Antes disso, só a moeda mudará de lado.

Mas vamos falar de ciência, de tecnologia, de futuro, pois onde isso é levado a sério, as coisas acontecem e as sociedades se desenvolvem rapidamente, deixando países como o Brasil cada vez mais atrasados.

Esse é o caso da Austrália, país de invejável qualidade de vida, curiosamente nascido de uma colônia penal do antigo império britânico, mas que apesar disso hoje é um dos melhores lugares do mundo para se viver tendo um governo extremamente comprometido com o futuro de seu povo.

Como o blog tem anunciado, a Austrália está na linha de frente do desenvolvimento da tecnologia hipersônica, estando envolvida em diversos projetos nessa área (HyShot, HIFIRE, Scramspace) todos eles com a participação da Universidade de Queensland e de outras instituições de diversos países, entre eles os EUA, a Itália e a Alemanha.

Recentemente o programa de TV científico Catalyst” da rede americana ABC, esteve na Universidade de Queensland, na Austrália, para fazer uma reportagem com a equipe de desenvolvimento do "Projeto Scramspace (Scramjet for Access to Space)", que é liderada pelo Prof. Russel Boyce, pois a equipe encontra-se nos preparativos finais para o lançamento do experimento “Scramspace I”, previsto para acontecer do Andoya Rocket Range (ARR), na Noruega, em setembro desse ano.

Vale lembrar que o lançamento desse experimento australiano será realizado da Noruega pelo foguete brasileiro/americano VS-30/Orion, e que na mesma campanha também deverá ser lançado outro experimento hipersônico com participação australiana, ou seja, o HIFIRE 7, só que esse através de um foguete brasileiro VSB-30.

Abaixo, segue a reportagem em inglês da TV americana trazendo maiores informações sobre esse projeto, e ficamos aqui na esperança de que em breve o Instituto de Estudos Avançados (IEAv) possa vir a público com notícias sobre o nosso Veículo Aeroespacial Hipersônico 14X.

Duda Falcão

ABC Catalyst Episode 20th June 2013 - Scramspace I


Fonte: ABC Catalyst Episode do Youtube

Comentários

  1. Interessante ver que o grupo deles também é pequeno. Esperemos que o NOSSO sonho vire realidade.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial