Diretor do INPE Destaca Projetos Com a EMBRAPA

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (28/06) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que o diretor do instituto, Leonel Perondi, enalteceu a parceria com a EMBRAPA nesta quinta-feira (27/6), durante o lançamento de mais uma iniciativa em conjunto.

Duda Falcão

Diretor do INPE Destaca Projetos
Com a EMBRAPA

Sexta-feira, 28 de Junho de 2013

Leonel Perondi, diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), enalteceu a parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) nesta quinta-feira (27/6), durante o lançamento de mais uma iniciativa em conjunto: o Projeto de Desenvolvimento de Sistema de Monitoramento para Gestão Ambiental da Aquicultura no Reservatório de Furnas.

Coordenado pela EMBRAPA Meio Ambiente, o projeto permitirá estabelecer um modelo de monitoramento e avaliação de impactos na criação de peixes em tanques-rede em reservatórios públicos. Além disso, contribuirá para a realização de boas práticas de manejo e para a gestão produtiva e ambiental de parques aquícolas.

“A participação do INPE neste projeto se dá tanto pela utilização de tecnologias de sensoriamento remoto desenvolvidas no âmbito da Coordenação de Observação da Terra, quanto pelo uso de sistemas espaciais desenvolvidos nas áreas de engenharia do INPE, particularmente os serviços providos pelos satélites SCD-1 e SCD-2”, discursou Leonel Perondi na cerimônia de lançamento, que contou com a presença do ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella.

Desenvolvido pelo INPE, o Sistema Integrado de Monitoramento Ambiental (SIMA) objetiva a coleta e o monitoramento de dados liminológicos e meteorológicos, de forma remota e com alta frequência temporal, através de plataformas de coleta de dados especiais instaladas em boias ancoradas em pontos de parques aquícolas. Os dados coletados são armazenados em um banco de dados georreferenciados, possibilitando uma análise detalhada e sistemática dos reservatórios monitorados. Além do sistema de coleta de dados, o projeto faz uso de aplicativos na área de sistemas de informações geográficas, desenvolvidos pelo Instituto, como o SPRING.

“Assim, a participação do INPE no Projeto Furnas bem sintetiza a missão do Instituto – o desenvolvimento de atividades, associadas ao acesso ao espaço e suas aplicações, que vão da pesquisa básica até a disponibilização de serviços e produtos inovadores à sociedade”, enfatizou o diretor.

Leonel Perondi destacou também outros projetos desenvolvidos em parceria, como o TerraClass, realizado em conjunto pelo INPE e pela EMBRAPA Amazônia Oriental e EMBRAPA Informática Agropecuária. Citou ainda a criação do Banco de Dados Geomorfométricos do Brasil e o evento do Projeto Amazalert, realizado nesta semana em Belém (PA) com o objetivo de apresentar cenários de uso e cobertura da terra.


Diretor do INPE discursa na solenidade de
lançamento do Projeto Furnas

Pesquisador do INPE, João Lorenzzetti, apresenta o
Sistema Integrado de Monitoramento Ambiental (SIMA)

Junto com pesquisadores e colaboradores do projeto, ministro da Pesca e
diretor do INPE descerram a placa de inauguração de plataforma do sistema


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial