Mestres e Alunos São Destaques em Premiação da OBMEP

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (19/06) no site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) destacando que o desempenho de mestres e alunos é destaque em premiação da OBMEP.

Duda Falcão

Desempenho de Mestres e Alunos é
Destaque em Premiação da OBMEP

Denise Coelho
Ascom do MCTI
19/06/2013 - 16:34

Fotos: Davi Fernandes
A cerimônia de premiação dos medalhistas no Rio de Janeiro.

Em discurso na cerimônia de premiação dos 500 medalhistas de ouro da 8ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), nesta quarta-feira (19), no Rio de Janeiro, o ministro da Ciência,Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, destacou a importância do evento pela mobilização que tem alcançado ao longo das suas edições.

Raupp lembrou o crescimento da olimpíada, que em 2005 contou com a participação de 10 milhões de alunos e, 2012, ultrapassou 19 milhões de estudantes. Um sucesso que, na avaliação dele, reflete a dedicação o esforço dos jovens e de todos os envolvidos.

Ao lembrar de sua experiência acadêmica e como professor de matemática, o ministro ressaltou a importância da dedicação ao estudo e ao ensino da disciplina.

“Sou um defensor da escola pública. Vocês [alunos] são o exemplo de que, com esforço, é possível conseguir grandes objetivos na vida, superar desafios e as dificuldades do dia a dia”, disse. “O êxito crescente que a OBMEP vem conquistando ano após ano se deve fundamentalmente a mais essa demonstração de apego ao ensino da matemática e de dedicação a nossos alunos. Sei o que significa a docência e sei o que implica ensinar matemática. Sei, portanto, o valor do trabalho que vocês, professores, realizam no dia-a-dia em prol de seus alunos. E ao se dedicar a eles, vocês estão se dedicando também à sociedade, ao país e à humanidade”.

O coordenador geral da OBMEP, Cláudio Landim, ressaltou a participação dos estudantes também em olimpíadas internacionais. Destacou, ainda, a participação dos professores que se destacam em pequenas cidades pelo trabalho desenvolvido. “Em vários municípios surgem iniciativas de professores e pais em torno da preparação para as competições”.

Credibilidade e Desempenho

Na avaliação de César Camacho, diretor do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), instituição ligada ao MCTI e responsável pela organização da olimpíada, é cada vez mais evidente o impacto que a OBMEP está provocando em todo o país. Segundo ele, são vários os fatores que contribuem para isso, desde a originalidade da competição, passando pela credibilidade do evento até a atuação parceira de instituições de ensino, da própria comunidade e dos mais de 70 coordenadores regionais.

“A credibilidade é consequência da qualidade das provas, cuja elaboração conta com o apoio de especialistas da área de diversas universidades do país. Até hoje, foram realizadas oito olimpíadas, somando mais de 600 questões e nenhum erro. A prova é o melhor símbolo da OBMEP. Devemos a eficiência a essa rede”, observou Camacho.

O diretor do Impa também ressaltou a colaboração espontânea de muitos professores que passaram a fazer a diferença em pequenas cidades do interior do país. Entre os exemplos de sucesso, ele destacou casos dos municípios de Cocal dos Alves (PI), Coité do Nóia e, especialmente, em 2012, da cidade de Paulista (PB) e de Dores do Turvo (MG).

“Paulista, com 12 mil habitantes,  teve dez alunos premiados na OBEMP de 2012, com cinco medalhas de ouro, duas de prata e três de bronze”, informou. “Se o desempenho de Paulista foi excepcional, o dizer então de Dores do Turvo, na zona da Mata de Minas Gerais, que com 5 mil habitantes está recebendo 15 medalhas, três de ouro, uma de prata e 11 de bronze?”.

Também participaram da cerimônia, realizada na Barra da Tijuca, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, o secretário executivo do MCTI, Luiz Antonio Elias, além de secretários estaduais de educação.

O ministro Raupp discursa durante o evento da OBMEP.


Fonte: Site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI)

Comentário: Olha aí gente, onde tem câmera de TV e fotógrafos o menestrel Aloísio Mercadante estará sempre presente para contar suas histórias e cantar suas baladas. Mas deixando esse energúmeno de lado, se os números aqui apresentados por essa notícia forem realmente verdadeiros, é um grande avanço. A Matemática, como a Física, a Química, a Biologia, a Astronomia, entre outras ciências, são de extrema necessidade para o desenvolvimento da sociedade humana e em especial da tecnologia e das ciências espaciais. Realmente parece-me que essas Olimpíadas do Conhecimento têm trazido benefícios a formação de nossos jovens e eu espero que continue assim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial