FAB Expõe Projetos de Reaparelhamento em Aud. Pública

Olá leitor!

Segue abaixo a nota postada ontem (18/06) no site da Força Aérea Brasileira (FAB) destacando que a FAB expôs ontem em Audiência Pública na Frente Parlamentar de Ciência, Tecnologia, Pesquisa e Inovação da Câmara dos Deputados em Brasília, projetos de reaparelhamento da Força Área como também e especialmente do Projeto do Veículo Lançador de Satélites (VLS-1).

Duda Falcão

TECNOLOGIA

FAB Expõe Projetos de
Reaparelhamento em Audiência Pública

Agência Força Aérea
18/06/2013 - 18h25

A Força Aérea Brasileira (FAB) participou, na terça-feira (18/06), de uma audiência pública da Frente Parlamentar de Ciência, Tecnologia, Pesquisa e Inovação, realizada na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). No encontro, o vice-diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Major-Brigadeiro do Ar Alvani Adão da Silva, explicou aos parlamentares a missão e os programas em desenvolvimento na instituição.

“Nesta reunião foi possível dar destaque particular para o programa espacial, principalmente ao projeto do Veículo Lançador de Satélite. Além disso, apresentei vários outros projetos da área aeronáutica, entre eles, o desenvolvimento da aeronave cargueira KC-390 e também de armamentos  essenciais, como os mísseis infravermelho e antirradiação”, ressaltou o Major-Brigadeiro Alvani.

Na audiência pública, representantes do Ministério da Defesa, do Exército Brasileiro e da Marinha do Brasil também expuseram seus programas na área tecnológica.“Estamos discutindo aqui na Câmara a aprovação do Código Nacional de Ciência e Tecnologia. Nesse sentido, este encontro foi um momento importante porque foi possível verificar as dificuldades e também as contribuições que as Forças podem dar para o aperfeiçoamento desta legislação”, disse o deputado Izalci Lucas Ferreira, presidente da Frente Parlamentar.

No final da reunião, houve um debate sobre os projetos apresentados. O encontro foi uma oportunidade de conhecer melhor as atividades desenvolvidas pelas Forças Armadas na área tecnológica. “A nossa frente parlamentar estará fazendo de tudo para prestar uma grande contribuição ao trabalho das Forças Armadas”, avaliou o deputado Sibá Machado. “O Brasil tem capacidade para produzir alta tecnologia. O que nos falta é recurso com fluxo contínuo para que tenhamos resultados adequados”, complementou o deputado Colbert Martins.



Fonte: Site da Força Aérea Brasileira (FAB)

Comentário: Bom leitor, apesar de ser louvável essa iniciativa do DCTA (note no vídeo como muitos militares estavam presentes) a mesma foi para os parlamentares verificarem as dificuldades e também as contribuições que as Forças podem dar para o suposto aperfeiçoamento do Código Nacional de Ciência e Tecnologia que está sendo discutido na Câmara. Já quanto a algo realmente de concreto com relação do VLS-1 (dinheiro, o resto é conversa fiada) em nossa opinião não é para ter qualquer esperança. Senhores, nos últimos dez anos o que mais se viu foi audiências públicas como essa, tanto na Câmara, quanto no Senado, onde diversos profissionais civis e militares do setor espacial, além de Ministros ligados ao setor, estiveram para apresentar e solicitar apoio financeiro aos projetos espaciais em curso. Eu pergunto, o que foi realmente feito de concreto nesse período? Pois então, chega, essa gente não está interessada no PEB, sendo assim, para mudar isso, será preciso uma abordagem mais agressiva e menos política. Os playes envolvidos com o programa tem de se unirem numa força tarefa para irem a Presidência da Republica (que é uma piada de mal gosto) e ao Congresso (que é outra piada também de mal gosto) e exigir e não mais pedir o apoio político e financeiro que o Programa Espacial, a Ciência e Tecnologia e a Educação de Qualidade necessitam para transformar esse país. O momento é esse e não se pode perder essa oportunidade. Poderemos mudar esse país, mas dependerá de atitude.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite