Equipe Brasileira Disputa Olimpíada de Astronomia na Bolívia

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria publicada hoje (18/06) no site do “Jornal da Ciência”, destacando que uma equipe brasileira disputará em outubro a Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (V OLAA) a se realizar em Cochabamba, na Bolívia.

Duda Falcão

Notícias

Equipe Brasileira Disputa Olimpíada
de Astronomia na Bolívia

Os cinco jovens selecionados foram os
melhores colocados na competição brasileira

Assessoria de Comunicação OBA
18/06/2013

Já foram escolhidos os cinco estudantes do ensino médio que irão representar o Brasil na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (V OLAA), em Cochabamba, na Bolívia. O evento acontecerá entre os dias 19 e 23 de outubro.

Os jovens que irão representar o país foram selecionados pelos resultados obtidos na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). São eles: Ana Letícia dos Santos (Curitiba, PR), Andrei Michel Sontag (Cândido Rondon, PR), Marton Paulo dos Santos Silva (Recife, PE), Rubens Martins Bezerra Farias (Fortaleza, CE) e Weslley de Vasconcelos Rodrigues da Silva (Teresina, PI). Da equipe, o único veterano é o piauiense, que conquistou a medalha de ouro no ano passado, na Colômbia.

A olimpíada será dividida em três etapas: teoria, prática e reconhecimento do céu. A primeira será dividida em duas partes, individual e em grupo, mesclando as delegações. Os estudantes ainda participarão de uma competição de lançamento de foguetes, construídos com garrafas pets, em grupos multinacionais. As últimas avaliações serão individuais e vão exigir o reconhecimento do céu real e o manuseio de telescópio.

Para o Dr. João Canalle, coordenador nacional da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), a iniciativa promove a integração entre os países da América Latina, além de um intercâmbio cultural e de conhecimento entre alunos e professores.

- A olimpíada surge para fomentar a união entre educadores e astrônomos. Desejamos popularizar a astronomia e a astronáutica não só no Brasil, mas também com países vizinhos. É importante termos essas oportunidades para compartilhar experiências didáticas, pois somente dessa forma podemos propagar o ensino das ciências espaciais com todos os membros - ressalta Canalle.

Treinamento

Antes de viajarem à Bolívia, os estudantes da delegação brasileira participarão de dois treinamentos intensivos com astrônomos e acadêmicos na cidade de Passa Quatro, em Minas Gerais. Os instrutores envolvidos no projeto são: Gustavo Rojas, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR); Julio Klafke, da Universidade Paulista (UNIP); Dr. Eugênio Reis Neto (MAST) e Pâmela Marjorie C. Coelho, coordenadora da Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG).

Organização

A OLAA foi fundada em outubro de 2008 na capital uruguaia, Montevidéu, e já aconteceu no Brasil e na Colômbia. E a OBA é organizada por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB).

Mais informações:

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica


Fonte: Site do Jornal da Ciência de 18/06/2013 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022