Um Pouco Mais Sobre a Educação na Área Espacial

Olá leitor!

Veja como são as coisas. Os vídeos abaixo apresentam o lançamento em 29/09/2011 do “Denel Overberg Test Range”, na África do Sul, de um foguete universitário participante do “First África CanSat Competition” e uma animação de um projeto de um foguete chamado “Stratos II” em desenvolvimento por estudantes (não consegui identificar de onde) que visa atingir um apogeu de 50 km, sendo que seu primeiro voo está previsto para esse ano.



Trago esses vídeos para incentivar tanto a Agência Espacial Brasileira (AEB) como grupos existentes em nossas universidades, como a Equipe Montenegro do ITA, o UFABC Rocket Design da UFBAC, o Grupo Rumo ao Espaço da UFMG, o Grupo de Propulsão Híbrida da UnB, entre outros, a continuarem nesse caminho, e quem sabe seguir o exemplo da Equipe Montenegro do ITA, que já participa por dois anos consecutivos de um maravilhoso evento competitivo realizado nos EUA chamado: “Intercollegiate Rocket Engineering Competition (IREC)”, que esse ano vai para sua oitava edição.

No caso da AEB, que esse ano lançou dois eventos nas áreas de CanSats e Foguetemodelismo, em nossa opinião no futuro a agência poderia tentar premiar os vencedores dessas competições com a participação em eventos internacionais como esse do IREC e esse na África do Sul, aproveitando-se das boas relações existentes na área espacial, especialmente com países como a própria África do Sul, a Alemanha, a China, a França, a Índia, o Japão, a Rússia, a Ucrânia, entre outros. Fica a sugestão.

Gostaríamos de aproveitar e agradecer ao presidente de CEFAB, Carlos Cássio Oliveira, pela gentileza de ter nos enviado esses vídeos e o complemento de informação abaixo.

Duda Falcão

Obs: Com ajuda do Presidente do CEFAB descobrimos que o projeto do “Foguete STRATOS II” está sendo desenvolvido pela empresa "Delft Aerospace Rocket Engineering (DARE)" que foi fundada como parte da "VSV Leonardo DaVinci”, uma associação de estudantes da Faculdade de Engenharia Aeroespacial da TU Delft: Delft University of Technology da Holanda.

O “foguete STRATOS I” foi o primeiro foguete do projeto STRATOS. Vale dizer que segundo informações colhidas as primeiras idéias sobre esse foguete de dois estágios, que mais tarde iria quebrar o recorde de altitude Europeu para foguetes amadores, surgiu no início de 2006. Os anos de 2006 e 2007 foram dedicados a projetar o foguete. Em 2008, começou a fase de produção e em 17 de Março de 2009, o foguete foi finalmente lançado do Centro Espacial Esrange, em Kiruna, na Suécia. Ele chegou à altura recorde de 12,3 km. Agora o DARE está se preparando para lançar esse ano o foguete STRATOS II.

Comentários

  1. " Caro amigos seguidores do grande e expressivo "Bolg Brasilian Space". No momento saudo a velha guarda de fogueteiros, ainda existentes no Brasil. É grande a minha emoção em narrar um pouco de história de sacrificios dos pioneiros: Prof. Felix (meu amigo particular e instrutor em Foguetismo, na qual passou vários preciosos conhecimentos), o finado Cap. Basílio Baranoff ( diretor Presidente da NAEE), Cel. Milton de Souza Sanches ( Eng. do ITA, nobre professor, que instruiu em meados de 80, o grupo CEFAB, na qual disponibilizou seu precioso tempo, nos ensinamentos da madre superiora (Matemática) e suas súditas (Fisíca e Química). Ao Eng. do IAE, Prof. José Bezerra, na qual dedicou sua preciosa atenção, quando estive de visita no CTA, na oportunidade fizemos algumas tentativas de lançarmos alguns foguetes á água. Aos amigos da antiga velha guarda de fogueteiros: Sro. Paulo Gontran Ramos do (CAPA) e do Sro.Luiz do (CEFEG), todos feis guerreiros desde a Iº Reunião nacional de Clubes Espaciais, realizada no IAE/CTA. Naquela oportunidade, 38 jovens representarão seus grupos de pesquisa, procedentes de diversos estados brasileiros, a lágrima escorre em meu rosto, que saudade! que época maravilhosa, onde a gentil Força Aérea, nos conduzia para o celeiro do conhecimento. O primeiro lugar fico com o projeto: "FOGUETE XT-3", do Sro. Francisco Fábio de fortaleza, projeto avançado á propulsão liquída. Durante o evento foram consagrados as palestras técnicas sobre Elementos de propulsão, Química de propelentes, localizaçaõ do Centro de Pressão, etc, olhe pessoal! ainda tenho as minhas...várias apostílas fornecidas na época.
    Em paralelo, cada elemento ou dupla dos grupos, apresentaram diversos tema científicos.....Que maravilha! poderia ser assim também é só a AEB, providenciar em descobrir os meios , dentro da segurança voltar os bons tempos, incentvados pelo nosso ilustrissimo; BRIGADEIRO Libório José de Farias, que personalidade quando tive o privilégio de jantar com ele, dizendo para mim: É assim baiano! é assim que devemos proceder com os nossos jovens, estaremos garantindo uma formação sólida, aliando a prática com a teoria, atualizando-se em relação aos demais países mais avançados e estaríamos investindo em pouco mais em nós mesmo. Será baiano que vai continuar o meu legado.......".
    Para concluir, amigo Duda! em face ao nível dos trabalhos apresentados naquela época e, principalmente pelas boas críticas dos Engo. presentes, ficamos até hoje, a velha guarda! ficamos totalmente convencidos do sucesso da Iº Reunião Nacional de Clubes Espaciais e da necessidade urgente de um nova política junto a AEB, que sabe um novo encontro com grupos existentes no Brasil....em um futuro próximo".

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite