SBPC Promoverá em Abril "Reunião Focal" em Alcântara

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia publicada hoje (14/03) no site do “Jornal da Ciência” da SPBC destacando que a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) promoverá em abril "Reunião Focal" em Alcântara.

Duda Falcão

Notícias

SBPC Fará, em abril, Reunião Focal
em Alcântara, no Maranhão

Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia tem
papel reforçado em reunião no Planalto

Jornal da Ciência
14/03/2013

Encontro contará com a colaboração da Agência Espacial Brasileira, da Universidade Federal do Maranhão, do Centro de Lançamento de Alcântara e da Prefeitura de Alcântara.

A SBPC realizará de 22 a 27 de abril, em Alcântara (MA), uma Reunião Focal sobre o tema "Alcântara ontem, hoje e amanhã: saúde, educação e ciência". O objetivo será promover um encontro entre representantes da população do município, cientistas e autoridades envolvidas com o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), com vistas a um diálogo construtivo e a realização de parcerias, além de promover atividades para estudantes e professores da escola pública local.

Para este importante evento, a SBPC contará com a colaboração da Agência Espacial Brasileira (AEB), da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), do CLA e da Prefeitura de Alcântara.

Em fevereiro, nos dias 22 e 23, estiveram em Alcântara a presidente da SBPC, Helena Nader, acompanhada da secretária geral, Rute de Andrade e do Secretário Regional do Maranhão, Luiz Alves, para uma reunião de organização do evento com o presidente da AEB, José Raimundo Coelho e o reitor da UFMA, Natalino Salgado. O grupo foi recebido, no dia 22 pelo diretor do CLAcoronel engenheiro César Demétrio Santos, e também pelo prefeito de Alcântara, Domingos Araken. Durante os dois dias de trabalho, o evento foi desenhado e a data definida.

No dia 23 o grupo foi ao polo Santa Maria, encontrar com representantes da população do município e das comunidades quilombolas para esclarecê-los quanto ao real objetivo deste evento focal que será realizado pela SBPC. Helena explicou aos presentes que durante a Reunião Focal serão desenvolvidas atividades científicas e de práticas em educação nos oito polos educacionais para mostrar às crianças e jovens, atividades científicas, que podem ser aplicadas por eles em suas comunidades. Falou também que além disso, serão desenvolvidas atividades com os professores do ensino básico da rede local.

A presidente da SBPC também exortou as comunidades a elaborarem uma pauta sobre suas necessidades frente às dificuldades encontradas no dia a dia como questões relativas a saúde, educação, moradia e locomoção, entre outras. "A ideia é nós trazermos alguma coisa que fique, criar um projeto educacional e a comunidade, por sua vez, deve trazer uma reinvindicação com suas prioridades." Ela ressaltou, que isso deve vir da comunidade. "Não pode ser a gente falando em nome deles", explicou. "Nós não queremos que seja mais uma reunião científica, por isso que não é mais uma reunião regional da SBPC. Essa reunião é para trazer propostas, e as que a SBPC puder assumir como uma pauta de sua agenda serão, de fato, assumidas por nós."

Helena fez questão de deixar claro que a SBPC quer uma discussão sobre Alcântara. "Se não tivermos o foco, vamos fazer mais uma reunião linda, maravilhosa", disse. "Vou poder até publicar um trabalho, ir para jornal falar, mas vamos sair daqui e vai ficar tudo igual. Isso não é a SBPC. Nós não queremos mais um trabalho científico, não é uma discussão de ciência. É uma discussão com um foco muito claro, que é Alcântara."

Este evento será único, pois é motivado pela necessidade e desejo de se estabelecer uma agenda positiva entre população de Alcântara, CLA e Agência Espacial Brasileira, além de outras instâncias dos governos federal, estadual e municipal.


Fonte: Jornal da Ciência de 14/03/2013

Comentário: Bom, bom, muito bom mesmo. Cada dia que passa fico mais fã da presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, a Dra. Helena Nader. Essa sim uma mulher de atitude e de visão e merece todo meu respeito. Note leitor a diferença de mentalidade quando a mesma diz: "Se não tivermos o foco, vamos fazer mais uma reunião linda, maravilhosa", "Vou poder até publicar um trabalho, ir para jornal falar, mas vamos sair daqui e vai ficar tudo igual. Isso não é a SBPC. Nós não queremos mais um trabalho científico, não é uma discussão de ciência. É uma discussão com um foco muito claro, que é Alcântara”. Bom, muito bom mesmo Dra. Helena, a senhora merece meus parabéns e que seu exemplo sirva a uma certa pessoa que está no poder vivendo de projetos populistas e distribuindo pratos de comida.

Comentários

  1. Vejam bem,

    Nada contra a SBPC, nada contra a sua PresidentE.

    Mas todas as outras reuniões até então com o tema Alcântara, falaram de tudo, menos do fato de o CLA como está hoje sujeito aos "interesses antropológicos de plantão", é inviável como centro de lançamento comercial.

    Tenho visto entidades que nada tem a ver com desenvolvimento social, que é, ou deveria ser, responsabilidade de outros setores desse "governo", que têm muito dinheiro para isso, diga-se de passagem, estão tendo que fazer trabalho social sabe-se lá sob qual pretexto. Estou falando aqui da Aeronáutica.

    Então eu realmente fico muito apreensivo, pois a parte da ciência que interessa ao PEB nessa história, é fazer do CLA um centro de lançamento viável enquanto é tempo. Retomar ao menos uma boa parte da sua área original sem a qual ele não pode crescer conforme é NECESSÁRIO, precisa ser um OBJETIVO, se tiverem pretensões nesse mercado.

    O plano da "Universidade do Espaço" acho que ficou inviável mesmo, até porque, não haveria público, afinal o município de Alcântara ao que tudo indica está se preparando para ser conhecido como um "jardim socio-ambiental-antropológico", e não a "porta do Brasil para o espaço".

    Tão simples quanto isso. Eles precisam escolher o que querem para o futuro daquele município.

    Sobre ciência em Alcântara, eu estou cheio de dúvidas...

    ResponderExcluir
  2. " O CEFAB parabeniza a Dra.Helena Nader pessoa capacitada, futuramente...quem sabe! á Presidência da República, AEB e outros centros importantes.
    O programa Nacional de Atividades Espaciais, tem expressado contínuo contra-gotas, desde sua origem, com o desenvolvimento de veículos espaciais e investimentos caóticos com a UCRÂNIA, e acima de tudo a comunhão com a sociedade local. No intuito de alertar a cuminidade periférica .Aviso aos navegantes do governo! de destribuir guarda chuvas contra possíveis precipitações liquídas de
    ácidos sulllllllfúrico, expelido pelo dragão ucrâniano".

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022