DCTA Inicia Processo de Recomposição de Quadros

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada hoje (21/03) no site do jornal “Valor Econômico” destacando que o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) iniciou processo de recomposição de quadros.

Duda Falcão

DCTA Inicia Processo de
Recomposição de Quadros

Virgínia Silveira
Para O Valor, de São José
21/03/2013 às 00h00

O Ministério do Planejamento autorizou a realização de concurso público, neste ano, para a contratação de 241 servidores de ciência e tecnologia para o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), em São José dos Campos (SP). Também foi autorizado o concurso para o preenchimento de 13 vagas de professores de nível superior no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

O sinal verde do governo federal para a recomposição dos quadros do DCTA foi motivado, principalmente, pelo projeto de ampliação do ITA, que conta com o apoio pessoal da presidente Dilma Rousseff.

O último concurso público do DCTA foi feito em 2010, mas para a contratação de apenas 93 funcionários. As vagas foram distribuídas entre os 11 institutos de ensino e pesquisa e dois centros de lançamento de foguetes vinculados ao DCTA. Em 2011, mais de 70 servidores se aposentaram e deixaram o centro.

As obras do novo alojamento do ITA, que duplicará a capacidade do instituto de receber alunos, ainda não foram iniciadas, mas a meta é que o projeto comece a ser executado no segundo semestre deste ano. O DCTA também já conseguiu autorização do governo para a criação de 150 novos cargos para professores no ITA até 2015.

Na área de ciência e tecnologia, estão definidas a criação de 880 novas vagas, que serão preenchidas por meio de concursos nos próximos três anos. O vice-diretor do DCTA, brigadeiro Alvani Adão da Silva, explicou que, para a recomposição e manutenção da capacidade institucional do DCTA, no entanto, seria necessária a criação de 3.037 cargos. O objetivo da instituição é chegar em 2020 com um efetivo total de 5.420 servidores. Atualmente, existem 2.383 funcionários, o que representa mil vagas a menos que em 1994.

O DCTA é responsável hoje pela execução de 40 projetos estratégicos da Aeronáutica, com destaque para projetos na área espacial e para os programas de reequipamento da Força Aérea Brasileira (caças F-X2, aeronave KC-390, helicópteros das Forças Armadas e modernização das aeronaves AMX e F-5).

O suporte técnico e operacional para esses programas está sendo feito de forma precária em alguns institutos do DCTA, devido à perda dos especialistas que se aposentaram. No Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV), onde são feitos os relatórios de avaliação técnica e testes em voo dos caças que disputam o F-X2, existe uma necessidade grande de reposição de pessoal. Para apoiar a Embraer no programa de desenvolvimento e certificação da KC-390, o DCTA precisou remanejar pessoal de vários institutos.

O DCTA sedia o único centro de referência da América do Sul para investigação e análise de falhas de materiais em acidentes aéreos. Os três especialistas que trabalham no local já atingiram idade para se aposentar.


Fonte: Jornal Valor Econômico - 21/03/2013 - Via NOTIMP da FAB

Comentário: Pois é leitor esse é o real quadro e o resto é pura conversa fiada, demonstrando a falta de compromisso desse governo desastroso para com o Programa Espacial do país. E o mais revoltante é que ainda existe gente defendendo a trupe dessa presidente irresponsável. Lamentável! Recentemente ela disse no Vaticano a um repórter argentino que o Papa era realmente argentino, mas Deus era Brasileiro. E ela é?

Comentários

  1. Nossa, mas é muita cara de pau...

    Reparem nesse trecho:

    "projetos na área espacial e para os programas de reequipamento da Força Aérea Brasileira (caças F-X2, aeronave KC-390, helicópteros das Forças Armadas e modernização das aeronaves AMX e F-5)".

    Os caças F-X2, são uma concorrência internacional para o fornecimento dos mesmos. O cargueiro KC-390, está tendo os seus modelos maiores testados em tuneis de vento no exterior. Nem vou mencionar a "modernização" de aviões que já deveriam ter sido aposentados a algumas décadas.

    E então senhores cientistas, engenheiros e técnicos? Se sentem motivados agora que sabem em que tipo de "projeto" voces vão se meter?

    É muito, muito, mas muito ridículo mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Isso é PT, muito marketing e pouca ação.
    Isso ai, só se for por reciclar os engenheiros da Embraer e engordar os bolsos dos seus acionista.....E pra quando tiver eleições....Tu sabe!!!

    ResponderExcluir
  3. É isso mesmo. O que se espera de um ex terrorista? Aliás será que é ex? Pelo que esta fazendo, não nos deixa dúvida alguma. Ainda tem gente que apoia esse lixo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial