O PEB, o Governo e o Ópio do Povo

Olá leitor!

Resolvi escrever esse artigo antes de dormir motivado que fui pelo e-mail que recebi de um grande profissional do PEB a ‘título de desabafo’ descrevendo a sua grande insatisfação com o atual rumo das coisas em certo órgão do governo que atua no Programa Espacial Brasileiro.

Em outra ocasião, já havia dito ao mesmo profissional que distorções operacionais são normais num universo de incertezas e de falta de compromisso, mas de fácil solução a partir do momento que existir seriedade e compromisso daqueles que tem a obrigação de conduzir, planejar e cobrar a execução do que foi planejado.

Acontece leitor, que infelizmente o governo DILMA ROUSSEFF e os governos anteriores desde Fernando Collor de Mello, em momento algum tiveram interesse de conduzir o Programa Espacial do país com a seriedade e o compromisso necessário para o seu desenvolvimento.

Mesmo alguns deles como o LULA e a DILMA dando carta branca para que profissionais ligados a órgãos subordinados criassem documentos como o PNAE, a END - Estratégia Nacional de Defesa (que coloca o setor espacial como estratégico ou pelo menos no entendimento do que seja estratégico para o governo, rsrsrsrs), a Estratégia Nacional de Ciência e Tecnologia (ENCT), entre outros, estabelecendo objetivos, metas e orçamento para execução em períodos pré-determinados, esses energúmenos jamais tiveram a intenção de seguir esses objetivos, a não ser em momentos pontuais de suas gestões, como por exemplo, em anos de eleição.

Inclusive esse parece ser o caso do VLS-1 VSISNAV que deveria ter sido lançado desde o final de 2012 e só será lançado no início de 2014 (se for), devido a cortes sofridos no orçamento por três anos seguidos, descumprindo assim o que estava previsto e descrito nesses documentos para ser aplicado, especialmente no PNAE, demonstrando com isso o que o blog vem dizendo há tempos, ou seja, de que esses documentos não servem nem mesmo como papel higiênico.

Recentemente o blog BRAZILIAN SPACE fez uma entrevista com o Gerente do Projeto do VLS, ou seja, o Tenente Coronel Eng. Alberto Walter da Silva Mello Junior (Veja a entrevista), e em dado momento da entrevista o Cel. Alberto disse ao blog:

“Primeiramente, cabe ressaltar que os recursos solicitados para a conclusão do Projeto VLS-1 estão em conformidade com os valores descritos na Estratégia Nacional de Ciência e Tecnologia e no Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE). No entanto, por restrições orçamentárias, os valores que efetivamente chegam ao projeto acabam sendo bem menores do que os divulgados nesses documentos.  Cortes no orçamento do projeto geram atrasos e perdas irreversíveis. Alongamento dos prazos causa desmobilização, obsolescência de sistemas, perda de oportunidade e aumento de custos.  Estamos atravessando um ponto de inflexão no projeto, cuja consequência, caso não haja complementação imediata de recursos, será a necessidade de realinhamento do Programa Espacial Brasileiro. As autoridades de nossa cadeia de comando estão sensíveis a essa situação. O DCTA e AEB têm se esforçado na busca de meios para a complementação de recursos necessários à conclusão desta fase de consolidação da conquista do espaço.”

Note leitor que com objetividade o oficial da Aeronáutica dá um 'tapa com luva de película' no desastroso governo DILMA ROUSSEFF e em seus energúmenos do Ministério do Planejamento e Gestão, responsáveis por toda essa situação e que há meu ver tende a piorar nos próximos anos, apesar do presidente da AEB, o Sr. José Raimundo Braga Coelho e do Ministro Marco Antônio Raupp estarem dizendo na mídia o contrário, o que é lamentável.

Volto a insistir com os meus leitores e com o grande profissional que entrou em contato comigo, que enquanto não houver o envolvimento da sociedade na luta pelo PEB, jamais teremos um programa espacial efetivo e que dê resultado e isso leva tempo, mas infelizmente não há no momento qualquer iniciativa nessa direção, nem mesmo de instituições como a SBPC, a SBF, a Academia Brasileira de Ciências, entre outras, no sentido de buscar uma mobilização da sociedade brasileira como ocorreu com as Diretas Já.

Veja o caso de nossas petições que ainda não decolaram apesar de suas relevâncias para o país. A Petição da ACS, por exemplo, não chegou até o momento nem a 400 assinaturas (324), e da mesma forma a Petição da Missão VLS-1/ITASAT-1, que apesar de ter avançado mais rapidamente (talvez por ser de maior apelo), tendo inclusive alcançado no dia de ontem 321 assinaturas, representam ainda números insignificantemente baixos para atingirmos os nossos objetivos, mas que descrevem com clareza como o PEB e seus benefícios são desconhecidos de nossa desinformada sociedade, mais interessada em futebol, carnaval e bebida, ou seja, o ópio do povo que esses energúmenos se aproveitam para se perpetuarem no poder por décadas.

A verdade é que apesar de estamos aqui cobrando de nossos leitores e da sociedade brasileira que eles exerçam a sua cidadania participando de nossas lutas em prol do PEB, não existe entre a maioria do povo brasileiro o menor entendimento do que seja cidadania, e nem como um verdadeiro cidadão deve atuar diante dos problemas e situações que afligem seu país.

Diante disso leitor e de toda a situação vivida atualmente pelo Programa Espacial Brasileiro, não há como continuar acreditando em sua execução, já que o seu responsável não quer executá-lo, ponto, e sim usá-lo como peça de propaganda em prol de seus interesses, que na grande maioria das vezes estão longe dos verdadeiros interesses da nação. O resto é conversa mole para boi dormir.

Duda Falcão

Comentários

  1. Triste. Quando chegaremos a ser uma nação desenvolvida?

    ResponderExcluir
  2. Olá Victor!

    Respondendo a sua pergunta: Só após uma mudança cultural profunda. Antes disso infelizmente continuaremos sendo uma terra de tribos, muitas por sinal.

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  3. Antes a bandeira do governo fosse a educação ao invés do assistencialismo. Sou chamado de estranho porque gosto de ler cerca de 4 livros por mês (coisa corriqueira em outros lugares) e fico restrito para bater papo com uma ou duas pessoas quando o assunto não é futebol, funk, mulher e bebida.

    Os setores estratégicos do país estão sucateando, o povo aqui no nordeste ainda vende voto (ou seja, elegem os corruptos), e as percentagens da educação são desanimadoras, mas existe um remanescete que procura deixar vinculado um legado de conhecimento para que o país se acerte quando decidir retomar o rumo certo. O setor espacial brasileiro é composto por alguns heróis que não se deixaram levar pelos salários altissimos lá de fora, mas ficaram para procurar emendar um país ainda sem visão, que pode despontar se aproveitar essa maré económica positiva.

    Algumas coisinhas terão que mudar. Uma delas é a falta de acesso que a população tem às atividades governamentais, podendo, no máximo, fazer petições publicas que, mesmo que alcancem um número considerável de assinaturas, podem ainda não ter efeito. Outra é a idéia que mais vale encher a barriga da população do que dar importancia a setores estratégicos e fulcrais ao país, não sabendo alguns que as duas coisas estão mais interligadas que pensam.

    A área espacial é um setor de excelência para qualquer país, foi fulcral para muitos avanços tecnológicos de última geração... mas até a população entender isso ainda vão ser levados pela idéia de que não é prioriedade. Pena que a maioria ainda não vê que são nos paises mais ricos, e nos paises qu mais avançam, que o investimento espacial é prioriedade. Enquanto faltar visão continuaremos a crescer 1% ao ano, e continuaremos dependentes da tecnologia dos outros. Estou ansioso pelos lançamentos de 2015 porque podem ser um marco para nós brasileiros.

    ResponderExcluir
  4. Bom,

    Continuo afirmando que o trabalho é árduo, e a nós dessa geração, compete tentar conscientizar o máximo de público que conseguirmos atingir.

    Devemos nos considerar como os Espartanos, pois afinal nossos principais movimentos já atingiram mais de 300 !!! E segundo a história, 300 são mais que suficientes para mudar os rumos de toda uma nação.

    O PEB, realmente nas mão desse "governo", precisa ser mantido apenas para não deteriorar ainda mais todo o equipamento existente, mas dele não se pode esperar muito.

    Eu particularmente, só me animo quando veja algumas iniciativas independentes e envolvendo a iniciativa privada.

    Seguindo nessa tarefa de conscientização, trago dois fatos para avaliação do nosso grupo:

    Viram recentemente a notícia de interdição do estádio olímpico do Rio de Janeiro, inaugurado em 2007 às vésperas dos jogo pan-americanos, teve a sua cobertura condenada por uma empresa de auditoria em obras alemã. Esse é apenas um exemplo do que pode ocorrer com boa parte desses estádios que da mesma forma que aquele, estão sendo construídos às pressas para cumprir os "encargos da FIFA".

    Uma outra notícia, esta não foi tão divulgada, foi o fato de a Petrobras estar se desfazendo de seus bens no exterior para tampar os "buracos" que nossa querida PresidentA vem deixando soltos ai na nossa economia.

    O feirão da Petrobras

    Essas duas notícias, devem dar a noção de o quão longe estamos de uma conscientização sobre o nosso PEB, visto que questões tão mais básicas saltam aos olhos, de quem quer ver, e ao mesmo tempo, passam ao largo da visão da grande maioria, que teima em apoiar esse governo populista que está literalmente "acabando com o Brasil", não se limitando apenas ao nosso PEB.

    Att.

    ResponderExcluir
  5. " ATÉ QUANDO AGUENTAREMOS ESTÁ SITUAÇÃO....O LEGADO DO DESAFIO CONTINUARÁ":
    Quando falei aos meus amigos, que estamos em um "CAOS ENCUBADO", ninguém acreditou!
    Limpeza JÁ! Progresso para o Programa Espacial Brasileiro urgente!
    Os irmãos METRALHAS do PT, fazem ainda a todo custo peixes gordos e graúdos, que serão em breve consumidos pelos "CARAS PINTADAS" e por todos nós brasileiros.
    É verdade, esses caras de páu, esqueceram dos seus dogmas morais e, desrespeitam a Bandeira Nacional; o Hino da Independência; o Selo Nacional que tanto ostentam nos desfiles de Sete de Setembro,.....pura HIPOCRISIA!
    O povo semi-adormecido, dormem ainda dopado em berço esplendido.
    Dinheiro nunca foi tão fácil para eles, dinheiro que representam o futuro do PEB, saúde, segurança, escolas, etc. A ganância extapolou as expectativas de todos. Inumeremos algumas atrocidades sem precedentes: Caso celso Daniel; Caso Toninho do PT; Escândalo do Propinoduto; CPI do Banestado; Esc. da suposta ligação do PT com MST e FARC, Irregularidade do Fome Zero; Escãndalo do DNIT; QUEREM MAIS! então lá vai! Escândalo do Minstério do Trabalho; licitação de genéricos básicos; Escãndalo do Ministério dos Esportes; Várias aberturas de licitações da Presidente da república para compra de ARTIGOS LUXO; etc. Olha pessoal! vou para por aqui. Se eu fosse enumerar chega para mais de 100 itens de extrema irresponsabilidades com o futuro da nossa nação e com o PEB, dinheiro abocanhados pelos nossos própios irmãos, que se dizem brazileiros de coração, quando pregam nos microfones.
    Este é o verdadeiro motivo de que o nosso infantil BRASIL, não consegue CIFRAS PARA O PEB.
    E os dólares carregados na cueca! que vergonha.
    Será que nada daquilo que citei, pode afastar a ESCUMALHA e a dissolução efetiva desse partido inescropuloso?
    Para mim o partido que eu votei na esperança de mudar o quadro, é uma agemiação de frangalhos, sem a miníma credibilidade.
    O Brasil com 8,5 milhões de quilômetros quadrados de território e mais de 8 milhões de quilômetros de costa marítima, necessita urgentemente de um PEB forte e Real, no intuito de produzir, VLM e Satélites que monitorem com urgência a AMAZÔNIA e nossa costa (200 Km).
    Será que nos votamos erronêamente na Presidente DILMA. Ela está entre a cruz e a espada de dois gumes, a mesma possui capital para reverter está aliança maligna com o PT e LULÁLÁ..., o tempo está passando...presidente....salva a sua imagem em prol de seu país e dos seus fieis sudítos. Todos nós brasileiros tememos um momento de extrema fragilidade que vive nosso PEB, cientistas e institutos. Cuidado os "CARAS PINTADAS" vem aí, ou melhor " A NAÇÃO PINTADA".
    Creio que a senhora não descarta " O MAL ESTAR EMBUTIDO DE QUE A PRESIDENTE, creio! ESTEJA TENDO PROBLEMAS COM SEU LEGADO PASSADO", ( a sua maldita herança com o PT)".

    ResponderExcluir
  6. Ha dois anos atras postei que de color a Dilma, todos tem um compromisso de nao avancar o programa espacial, ao ponto de deter a tecnologia de misseis!

    Acredite se quizer!

    ResponderExcluir
  7. caro duda, sou leitor do seu blog( realmente maravilhoso ) a uns 3 anos. Sou prontamente a favor dos ideais do mesmo. Parabenizo-o por sua luta. Gostaria de saber como assinar as petições?

    um grande abraço... e nunca desista...

    Edilson.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Edilson!

      É simples. Ou você clica nas chamadas em vermelho piscante que se encontra na coluna da esquerda do blog ou clica em cima do nomes da Petições no artigo acima. Fazendo assim você chegara nas páginas das petições e então é só seguir as direções e assinar, tá ok?

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes