Editorial: A Festa Errada

Olá leitor!

Segue abaixo o editorial de hoje (19/03) do jornal “O VALE”, dando destaque a polêmica envolvendo a transferência do Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) de Cachoeira Paulista (SP) para São José dos Campos (SP).

Duda Falcão

IDÉIAS

Editorial: A Festa Errada

A política dá as cartas mesmo quando a meta é evitar tragédias

March 19, 2013 - 04:03

A polêmica envolvendo a transferência do Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais para São José não pode ser interpretada como uma divergência pontual entre sindicalistas e o Ministério da Ciência e Tecnologia ou como uma disputa por investimentos entre prefeitos do PT. O que está em jogo é a capacidade do país de criar um sistema eficiente de prevenção às enchentes e deslizamentos que provocam sucessivas tragédias no verão e que, no último final de semana, deixaram um rastro de destruição em Petrópolis e no Litoral Norte.

Qual é a melhor solução técnica para o centro de monitoramento planejado pelo governo? Até 2012, a resposta era Cachoeira Paulista, justamente porque a cidade já sedia o CPTEC (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), o principal polo de pesquisas meteorológicas do país.

Em julho de 2012, o então ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, esteve em São José para anunciar a instalação do CEMADEN em Cachoeira Paulista. À época, Mercadante disse que o INPE de Cachoeira foi escolhido como sede por abrigar o supercomputador Tupã e por reunir especialistas em meteorologia, modelagem computacional, mudanças globais e sensoriamento remoto. Foram programados investimentos no centro e definidos seu organograma e direção, tarefa atribuída ao professor emérito da Universidade de Brasília, Reinhardt Adolfo Fuck.

Com a posse de Carlinhos Almeida (PT) na Prefeitura de São José, todos estes argumentos e a programação de investimentos em Cachoeira Paulista foram simplesmente abandonados pelo Ministério da Ciência e Tecnologia. Em clima de oba-oba político, o ministro Marco Antonio Raupp e Carlinhos assinaram termo de compromisso para a instalação do CEMADEN no Parque Tecnológico de São José e a administração do PT festejou o investimento de R$ 50 mi como um dos primeiros frutos da parceria com o governo federal.

Mas há realmente razão para festa?


Fonte: Site do Jornal “O VALE” - 19/03/2013

Comentário: Concordo em gênero, número e grau com o autor desse editorial e é como eu disse anteriormente, só falta mesmo convidar o Moraes Moreira para essa festa. Caro Raupp, se realmente você estiver por trás dessa história meu bom conceito sobre a sua pessoa vai cair bastante. Porque não aplicar esse dinheiro no Programa VLS, concretizando assim o voo do VLS-1 VSISNAV em 2013? Depois divulga na mídia que não tem dinheiro. Ora, faça-me uma garapa.

Comentários

  1. Enquanto isso, os "chefões" desse governo, que disseram que estavam solidárias e comprometidas com as pessoas, muitas PESSOAS, que sofreram com a tragédia da Serra Carioca a dois anos e a um ano.

    Agora assistimos sem nenhum espanto as mesmas cenas, e a falcatrua continua enquanto mais PESSOAS MORREM !

    Esse é o nosso Brasil. Infelizmente.

    ResponderExcluir
  2. " As notícias boas para mim são como oxigênio, porque ele possui uma molécula altamente reativar que pode combinar com os compostos dos nossos neurônios e gerar esperança para o pobre PEB, que nós defendemos com unhas e dentes.
    Mas atualmente nos estamos respirando Monoxído de carbono, Dioxído de carbono (CO2), já e plenamente perigoso para o raciocínio e, assim, não pode ser usado para abastecer as esperanças de todos. Sabemos nós que só as plantas, tais como as ervas daninhas encubadas na capital brasileira, utilizam CO2 para a produção contrária da fotossíntes, emitindo mais e mais CO2, ao invés de Oxigênio para o Programa Espacial Brasileiro.
    Os grandes amigos do PEB, demandam muito do metabolismo e processo correto, da tão preciosa fotossíntese, para gerar energia rápido e sufuciente para abastecer e não gerar atritos onde fai ficar aqui ou ali os grandes institutos que são crucial para o Brasil".

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial