O DCTA na Reunião do COPUOS

Olá leitor!

Recentemente entre os dias 11 e 22/02 desse ano ocorreu em Viena, na Áustria, o “Scientific and Technical Subcommittee: 2013 Fiftieth session” do United Nations Committee on the Peaceful Uses of Outer Space (COPUOS) que contou com a participação do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA).

Durante o evento o servidor “Eduardo Viegas Dalle Lucca” fez a apresentação aos presentes da palestra intitulada Aerospace Sciience and Technollogy Department : Contributiions Towards the Braziilliian Space Program” abordando, como o título da palestra deixa claro, a contribuição do DCTA para com o Programa Espacial Brasileiro.

A apresentação citada o leitor pode acessar clicando aqui, e a mesma apresenta entre outras coisas o gráfico abaixo mostrando a Família de Foguetes de Sondagens do Brasil (ativos e desativados) que pode ser útil para alguns leitores que me questionaram sobre o assunto anteriormente.


Note leitor (para aqueles que tiverem dúvidas) que a numeração em amarelo postada logo abaixo dos nomes dos foguetes é relativa aos números de vôos dos mesmos até o momento. Entretanto, vale dizer que essa contagem está desatualizada, pois até o VS-30 a numeração está correta, como também os números de vôos do VS-40 e do VSB-30, mas quanto ao VS-30/Orion, o número de vôos correto é atualmente 9, e não 5 como aparece na imagem acima, sendo o ultimo vôo desse foguete realizado do Brasil, através da "Operação Iguaíba", ocorrida no CLA em dezembro do ano passado.

Note também que atualmente a família de foguetes de sondagem brasileira é composta por 4 foguetes ativos (VS-30, VS-30/Orion, VSB-30 e o VS-40), mas vale dizer que em breve mais dois deverão ser incluídos nessa lista, ou seja, o VS-15, movido a propulsão líquida (não existe qualquer indicação de que esse foguete venha ser utilizado normalmente como um foguete de sondagem para pesquisas cientificas e tecnológicas, sendo o mesmo desenvolvido exclusivamente para testar em vôo o Motor-Foguete Líquido L15) e o gigantesco VS-50, derivado do motor S50 utilizado nos dois primeiros estágios do futuro Veículo Lançador de Microssatélites (VLM-1).

Duda Falcão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes