Brazil Chases ISU Back to France

Hello reader!

It follows an article published on the day (11/07) in the website “Parabolic Arc” stating that Brazil chases ISU back to France.

Duda Falcão

News

Brazil Chases ISU Back to France

By Douglas Messier
February 11, 2013, at 9:17 am

The International Space University has decided to shift its summer session from Brazil to its main campus in Strasbourg, France, due to a sudden and unexpected increase in hotel costs.

The university was to have held the event at the Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) campus in São José dos Campos, Brazil, beginning on June 17.  (More like a winter session, actually, if I understand the Earth’s rotation around the sun.)

The hotel that had been booked for participants decided to raise its rate significantly, according to a message sent out by ISU. There isn’t sufficient time to raise the money needed to hold the session there, officials said.

It’s a shame because of the ISU SSP is a great program, and it would have brought much to Brazil’s emerging space program. But, they can always host in the future.


Source: Website Parabolic Arc - http://www.parabolicarc.com/

Comentário: Olha ia caro leitor, decepcionante. Veja como são as coisas, estive falando com um grande profissional das atividades espaciais do país no dia de ontem justamente sobre esse grande evento e agora talvez em primeira mão trago a notícia de que ele não será mais realizado no Brasil devido o aumento do preço do hotel onde os participantes ficariam hospedados. Lamentável, mas enfim...

Comentários

  1. O nosso governo bem que podia arranjar uma área coberta assim como acontece no Campus Party,para os participantes armarem barracas e passarem a noite ao invés de se hospedarem em hotéis que se aproveitam de eventos assim para "meter a faca" de quem vem de fora.

    ResponderExcluir
  2. Olá Anônimo!

    O governo DILMA ROUSSEFF poderia fazer muita coisa pelo PEB e pelo Brasil, não só com relação esse grande evento que seria muito importante, e já tinha um programa magnífico previsto, mas enquanto tivermos populistas no governo nada vai andar, infelizmente.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  3. Eu compreendo a frustração do Duda, geralmente vemos 5 notícias ruins para uma notícia boa com relação ao PEB, isso desanima mesmo, acredito que a população não liga para as atividades espaciais, restando poucos que se importam como nós.

    Se formos ver realmente, os outros países que tem programa espacial forte como a os EUA e a Russia, notamos que eles tem motívos para isso devido a "estinta" gerra fria, Japão sempre foi grande em sua técnologia e tem isso na cultura, China tem um governo focado e governantes decididos a ser grandes, tem precedentes de umilhação pela guerra e a India tem um inimigo ao lado o Paquistão.

    E nós sera que temos que vivenciar uma guerra?

    ResponderExcluir
  4. Deixa-me contar uma pequena história pessoal. Vivi cerca de 20 anos fora, mas sempre voltava para visitar meu país, pelo menos de 3 em 3 anos. Em principio reparei que o nível de vida na Europa era bem melhor, e por isso passar umas férias no Brasil não era uma coisa cara, e dava para aproveitar bem o pé de meia que juntávamos para aproveitar os meses passados aqui. Em 2005 passei 6 meses seguidos no Brasil fazendo um curso no Paraná, e já tinha reparado que os preços tinham aumentado um pouco mais ainda era tolerável. Depois dessa visita só voltaria em 2011. Vi o real ser valorizado (porque trabalhei numa casa de cambio) e os brasileiros dizendo que já não compensava tanto viver na Europa e por isso muitos começaram a voltar. Dois anos depois decido eu mesmo voltar para o MEU país. Quase caí para trás quando comecei a ver o preço das coisas no Brasil. Reparei que gastava tanto no Brasil quanto gastava na Europa fazendo compras, e a idéia que tive foi que, em 6 anos, o preço das coisa havia TRIPLICADO.

    Hoje é mais barato viajar para Paris do que para o nordeste Brasileiro. E essa notícia só veio confirmar o que tenho dito. Os impostos dos produtos são absurdos, chegando em casos a quase a 50%. E qual vai ser a surpresa dos estrangeiros quando chegarem no Brasil para verem a Copa e as Olimpiadas? Espero que não procurem se informar do nosso salário mínimo nacional, para não cairem para trás. Lula disse que diminuiu a pobreza, mas eu garanto, no seu governo se aumentou, e muito, o preço dos produtos. Comprar carro aqui é mais caro do que comprar na Europa, por exemplo.

    Resumindo, hoje fica mais barato realizar um simples evento de Verão na França do que no Brasil.

    ResponderExcluir
  5. Deixa-me só esclarecer algo rápido frente a minha última postagem. Boa parte desse "aumento" se deveu também a desvalorização do Euro, Libra, Dolar frente ao Real. Em 2005 cada Euro valia cerca de 4 reais, e hoje cada Euro vale cerca de 2 reais. Então cerca de 2/3 desse aumento se deve a desvalorização das moedas. No entanto 1/3 no mínimo, se deveu ao aumento dos produtos no país. Neste periodo houve aumento de empregos no Brasil e mais investimentos, e creio que isso foi o que dinamizou a economia. Mas gostaria de achar alguns dados relativos ao "nível de vida"- O nível de vida é o valor do teu salário menos a quantidade que tens que gastar para conseguires as tuas necessidades (pelo menos as básicas). Estou quase certo que nestes anos o nível de vida do brasileiro não aumentou (e aqui está um pequena confirmação).

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022