VLS-1 Chega em Alcântara para Testes na Nova Torre

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (22/06) no site da Força Aérea Brasileira (FAB) destacando o Veículo Lançador de Satélites (VLS-1) chega em Alcântara pata testes na nova torre de lançamento.

Duda Falcão

TECNOLOGIA

Veículo Lançador de Satélites (VLS) Chega em
Alcântara para Testes em Nova Torre

Agência Força Aérea/CLA
22/06/2011 - 09h30

O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) recebe nesta semana estruturas do Veículo Lançador de Satélites (VLS-1) como parte da Operação Salina iniciada ontem (20/6) em Alcântara (MA). A Operação Salina, realizada pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), tem por objetivo realizar a preparação e integração mecânica de um mock-up estrutural inerte do VLS-1 na nova Torre Móvel de Integração (TMI).

As estruturas do VLS-1 chegarão no CLA transportados por aeronaves C-130 (Hércules) E C-105 (Casa) da FAB. Em um primeiro momento, o veículo que passa a ser montado na torre é uma estrutura real, entretanto sem combustível ou satélite a bordo. O projeto do VLS-1 é um veículo satelitizador, de pequeno porte, com capacidade de colocar satélites de 200 kg de massa numa órbita circular equatorial de 750 km de altitude. Nesta fase inicial da nova TMI, serão realizados ensaios e simulações para verificação da integração física, e lógica da torre e dos meios de solo do CLA associados à preparação para voo do VLS-1. Outro fator importante da Operação Salina é o treinamento das equipes que estarão envolvidas com o lançamento do VLS-1.

Na próxima semana inicia-se a montagem e integração do veículo na nova TMI. Ainda durante a operação, estão previstas atividades simuladas de acidente como forma de capacitar as equipe do CLA para evasão da área da plataforma de lançamento, atendimento médico de urgência e evacuação aeromédica de acidentados até São Luís. Além do IAE e CLA, a participam da Operação Salina com o apoio logístico e de pessoal o COMAR I, II FAE, V FAE, IPEV e IFI.

TORRE MÓVEL DE INTEGRAÇÃO (TMI)

Altura: 33 metros
Comprimento: 12 metros
Largura: 10 metros
Peso: 380 toneladas
Deslocamento: 4,5 metros por minuto

Estágio Atual: Automatização (fase final)

Operação Salina: A Torre passa por testes funcionais com a integração de um mock-up do VLS-1 inerte (sem combustível e satélite) durante a Operação.

VEÍCULO LANÇADOR DE SATÉLITES (VLS)

Número de estágios: 4;
Comprimento Total: 19.4 metros
Diâmetro dos Estágios (todos): 1,0 metros
Diâmetro da Coifa Principal: 1,2 metros
Peso: 49,7 toneladas (na decolagem)

Estágio Atual: Ensaios motores foguetes (realizados)
Redes Pirotécnicas: (Prontas)
Redes Elétricas: (Em execução)
Ensaios de Separação dos Estágios: (realizados)
Mock-up: (Estrutura pronta - aguardando redes elétricas e pirotécnicas)
Veículo de Voo: VLS-VSINAV (motores em processo de carregamento)

Operação Salina: Um veículo inerte (sem combustível e satélite) será acoplado à nova TMI durante a operação.

Fotos: Sgt Augusto/CLA
Hércules transportando VLS para CLA


Fonte: Site da Força Aérea Brasileira (FAB)

Comentários

  1. Eu não sei se isso é para rir, ou para chorar. A Spacex, empresa privada americana já lançou uma cápsula que já se acoplou com a estação espacial internacional. E já têm condições de fazer um foguete capaz de lançar 53 TONELADAS em órbita baixa. Isso por que a empresa foi fundada com apenas U$ 100.000,00 em 2002 (DOIS MIL E DOIS!!!)
    O nosso programa espacial tem quantos anos? para NÃO TERMOS um foguete que SERIA capaz de lançar 200kg na mesma órbita.

    Realmente, começo a acreditar que somos mesmos uns incompetentes, um povo burro com líderes egoístas.

    ResponderExcluir
  2. Caro Anônimo!

    Discordo de você.

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  3. Olá Duda!
    Acabei de ler uma notícia a respeito do SHEFEX 2, parece que o vôo foi exitoso...isso significa que o foguete VS40 passou no teste. Abraço a todos.

    ResponderExcluir
  4. Anonimo, discordo completamente de ti.
    O Elon Musk é um Bilionário ex-dono da paypal e todos seus funcionários sao ex-NASA.
    Apesar da NASA estar praticamente falida (rsrs), seus funcionários sao extremamente competentes pois já possuí uma longa história de capacitação e investimento pessoal durante principalmente a existencia da URSS.
    O que foi gasto por um unico lancamento do Falcon 9 da spaceX é mais do que já investiram no nosso programa espacial em quase uma década.
    Assim, nao somos incompetentes. Apenas temos politicos que preferem investir bilhoes em estadios, futebol e outros do que "gastar" (sim pra eles é gastar) com programa espacial, afinal foguete nao dá voto... Pao e circo sim.
    Em outras palavras, os incompetentes somos nós (eu, vc e todo o resto dos Bra"Z"ileiros) por jogar nosso voto fora e assistir a banalização da ciencia em nosso pais enquanto nos divertimos com uma final de campeonato ou assistimos uma Copa pra esquecer os problemas que realmente importam.
    Abracos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Robson, argumento perfeito.
      concordo inteiramente.

      contabilizar o investimento do spaceX esquecendo de tudo o que a NASA é e já foi, é um erro tremendo -- o dinheiro que seria investido na nasa pra as capsulas futuras e mesmo o know-how estao agora, nas empresas privadas.

      e sim, concordo de novo, a culpa é nossa, por votarmos em politicos que visam coisas infimas como o futebol. contudo entendo o anonimo, culpar a si mesmo, é sempre muiiiito dificil.

      de resto, apesar de nao confiar nos seguintes [des]governos que andamos tendo, confio no brasileiro, nos nosso cientistas; quem sabe se a sociedade como um todo se sensibilizar, nao apareça um politico disposto a investir realmente no nosso país?

      abraços a todos.

      Excluir
  5. discordo plenamente! A spaceX já investiu mais de 500 milhões só no projeto! Além disso ela tem apoio da NASA para ajudar a desenvolver e prestar consultoria!!

    Uma coisa é vc absorver a tecnologia americana pronta e usar isso numa empresa privada!

    Outra coisa é vc fazer sua própria tecnologia como o Brasil está fazendo não tem ninguém ensinando nada!

    E se esse foguete decolar vai ser uma conquista para o país visto as enormes dificuldades de que o programa espacial brasileiro sofre!

    ResponderExcluir
  6. Valeu Leo!

    A notícia já está online.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  7. Discordo plenamente do Anonimo. Como disse e repito, opiniões desse quilate, revelam ignorância e má fé de quem as fez. Ignorar os esforços de técnicos e cientistas que integram o projeto espacial brasileiro é uma injustiça flagrante, isso sem esquecer do papel da FAB, que ao longo do tempo, enfrentou sabotagens de todo tipo, especialmente dos EUA (tão cultuados pelo Anonimo), que fizerem de tudo para retardar e desistimular todos os brasileiros envolvidos no pleno desenvolvimento de tecnologias indispensáveis ao sucesso do projeto. Data vênia o Anonimo deve tratar de seu complexo de vira lata e respeitar talentos que por todas as áreas estão levando nosso país para dias melhores.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial