MCTI Responde Matéria da Folha S/Ciência Sem Fronteiras

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota de esclarecimento postada ontem (20/06) no site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) relativa à matéria “Bolsas no Exterior Confundem Cientistas” publicada na edição de ontem do Jornal Folha de São Paulo.

Duda Falcão

Nota de Esclarecimento

Assessoria de Comunicação Social  do CNPq
Assessoria de Comunicação Social do MCTI
20/06/2012 - 15:18

Com referência à matéria “Bolsas no exterior confundem cientistas”, publicada na edição desta quarta-feira (20) pela Folha de S. Paulo na página C11 do Caderno Cotidiano, assinada pela repórter Sabine Righetti, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) faz os seguintes esclarecimentos:

Os recursos destinados ao programa Ciência sem Fronteiras (CsF) não comprometem outras ações da área. Foi criada uma nova ação orçamentária para o programa e não há utilização de recursos de outras ações para o financiamento do CsF. O CsF não compete sequer com o programa regular de bolsas para o exterior mantido pelo CNPq e pela Capes.

O Programa de Capacitação Institucional (PCI), assim como outros programas do MCTI, não foram nem serão comprometidos. Os recursos estão assegurados e as bolsas estão sendo implementadas sem interrupção.

Sobre o processo de inscrição e seleção de estudantes de graduação para o CsF, esclarecemos:

A inscrição é feita no site do programa diretamente pelo candidato. Cada inscrição deve ser homologada pela universidade brasileira na qual o aluno está matriculado. Com base nestas informações, o CNPq e a Capes fazem uma pré-seleção baseada nos critérios que são divulgados no texto das chamadas públicas e repetidos a seguir:

“A seleção dos candidatos homologados será realizada pela Capes e pelo CNPq, de acordo com os critérios abaixo:

a) Curso de graduação e área prioritária; 
b) Tempo transcorrido no curso; 
c) Disponibilidade de vagas na área prioritária.

Como critério de desempate, caso necessário, serão considerados:

a) Nota do Enem, quando disponível; 
b) Prêmios acadêmicos; 
c) Tempo de participação em programas de iniciação científica, tecnológica ou docência."

A listagem de pré-seleção é então encaminhada às universidades no exterior. A variação de critérios entre diferentes universidades decorre da autonomia universitária. Cada universidade no exterior escolhe os seus estudantes tendo em conta os seus critérios e a disponibilidade de vagas. 

A informação “Soube da resposta [negativa] pelo site do programa, mas até agora não sei quais foram os critérios” não procede, visto que tal processo seletivo não foi concluído, pelo que não há resultado divulgado no site do programa. A data prevista para a divulgação do resultado desta seleção, e que consta claramente no site do programa, é 05 de julho.

A sistemática para bolsas de pós-graduação (Doutorado e Pós-Doutorado) é distinta. O candidato deve estar aceito por uma Universidade no portal e então solicitar a bolsa ao programa CsF. O programa divulga, em conjunto com as instituições parceiras internacionais, várias oportunidades deste nível de estudos em diferentes países.


Fonte: Site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI)

Comentário: Pois é leitor, eu costumo dizer que nada melhor do que o tempo para mostrar quem está falando a verdade, e lembro que o ditado popular sabiamente diz: Onde existe fumaça, existe fogo. Vamos aguardar os acontecimentos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial