Novas Notícias Sobre o Satélite SGB

Olá leitor!

Segundo reportagem do portal Teletime, os planos de investimentos da Telebrás para esse ano preveem encerrar o primeiro semestre com um investimento próximo de R$ 100 milhões, sendo que a pretensão é de investir até o final do ano mais R$ 300 milhões.

Segundo o que disse ao portal o presidente da Telebrás, Caio Bonilha, dentre os projetos que receberão recursos, o do Satélite Geoestacionário Brasileiro (SGB), deve ter dentro dos próximos dias a sua especificação técnica finalizada pela PUC do Rio de Janeiro, contratada para esse trabalho pela Visiona Tecnologia Espacial.

Abaixo reproduzimos o parágrafo da reportagem onde é citado o SGB:

'Sobre o SGB, Bonilha informa que dentro de poucos dias será finalizada a especificação técnica que está sendo elaborada pela PUC-Rio. “Já estamos sendo procurados por empresas americanas e europeias, que são as mais fortes nesse segmento, mas queremos uma proposta que nos ofereça um bom preço, um bom produto e um pacote de transferência de tecnologia compatível com as nossas necessidades”, disse ele.’

Duda Falcão


Fonte: Com informações do portal Teletime - http://www.teletime.com.br

Comentários

  1. Alguém me explica o que o pessoal da puc entende de satélite para dar especificando algo!!

    ResponderExcluir
  2. Olá Mensageiro!

    Boa pergunta amigo. Na realidade essa é a terceira vez que se faz esse tipo de especificação técnica, sendo que os recursos aplicados das vezes anteriores quem pagou pra nada foi o povo brasileiro.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  3. Muito suspeito isto

    Colocar incompetente para fazer as coisas é tipico de paisinho.

    Está cheirando a dedo da Telebras .

    Tinha que ser o Inpe, porra !

    ResponderExcluir
  4. Pois é Amigo Iurikorolev!

    Já haviam anunciado que a participação do INPE nesse projeto seria bem pequena. Um forma de dizer que a participação do INPE não é bem vista pela EMBRAER, mas convenientemente eles usarão a infra-estrutura (o LIT) do instituto quando assim for necessário.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial