SpaceX Apresenta Sua Nova Cápsula Espacial Tripulada

Olá leitor!

Trago agora para você um vídeo que foi transmitido ao vivo dia 29/05 sobre apresentação da cápsula espacial tripulada “Dragon V2” da SpaceX, apresentada pelo presidente da empresa, o Sr. Elon Musk.


A cápsula é fantástica e sua simplicidade parece coisa de filme de ficção científica, mas é o resultado de um programa espacial sério e apoiado por uma sociedade que olha para o futuro.

O surgimento e o crescimento de uma empresa como a SpaceX só foi possível devido ao interesse de sua sociedade expressada pelo apoio de sua classe política, que no início da década de 60 criou um programa governamental que atualmente não investe menos de 18 bilhões de dólares anuais, só no programa civil, fora o programa conduzido pela USAF (Força Aérea Americana), que pelo que sei, não divulga seu orçamento, mas que se desconfia seja pelo menos duas vezes maior do que o da NASA. Isto senhores gera demanda e com demanda aparecem investidores como o Sr. Elon Musk.

É claro que o Sr. Elon Musk é um visionário e iniciou a sua empresa bem antes de assinar qualquer acordo com a NASA, mas também é preciso lembrar que o universo em que o Sr. Elon Musk esta inserido é bem diferente do universo em que, por exemplo, o Eng. José Miraglia (Edge of Space), o Tecn. Oswaldo Loureda e o Sr. Waldir Vieira (ACRUX), o Eng. Rene Nardi (INOTECH), o Eng. Lucas Fonseca (AIRVANTIS), estão inseridos. Ou seja, dito de outra forma, apesar de visionário, o Sr. Elon Musk foi motivado por um sonho e principalmente pela crença de que mais cedo ou mais tarde ele conseguiria o apoio governamental para seus projetos, como realmente acabou acontecendo, já que o seu universo contribuía para isso, infelizmente bem diferente do universo em que estão inseridos ao nossos Brazucas.

Volto a insistir, não existe programa espacial privado em nenhum lugar do mundo, e sim atividades espaciais privadas que são mantidas quase que totalmente pelas demandas geradas pelos seus respectivos governos, não só porque isto estaria indo de encontro as normas internacionais vigentes que determinam que o estado é o responsável pelas atividades espaciais realizadas em seu território, mas também pelos altos riscos envolvidos e pelo seu alto investimento.

Portanto leitor, se quisermos realmente que surjam empresas no país como a SpaceX (não como a Visiona que é uma piada de cunho político) precisamos criar uma programa governamental forte, eficiente e serio, conduzido por profissionais comprometidos com resultados, com leis que facilitem a inovação na área, e que o setor permaneça imune a interferência política danosa. Para começar, o primeiro passo seria transformar o PEB num programa de estado e a AEB numa secretaria ou ministério ligada diretamente a Presidência da Republica, mas nenhuma dessas ações será possível enquanto pessoas como os da trupe dessa desastrosa presidentA petista continuarem se perpetuando no poder.

Temos um bom começo e competência nos institutos de pesquisas que precisam ser desafiados, cobrados e bem geridos para apresentarem resultados. Temos um bom começo também na classe acadêmica que nos últimos anos vem criando seus cursos de Engenharia Aeroespacial nas universidades brasileiras. Temos também um bom começo com empresas grandes como a Avibrás (área de foguetes), a Embraer (que pode se interessar por um projeto serio na área de satélites se houver demanda), em médias empresas como a MECTRON, CENIC, ORBITAL Engenharia, FAUTEC, entre outras, e em pequenas empresas inovadoras como a Edge Of Space, AIRVANTIS, INOTECH e ACRUX, mas o que nos falta é a participação efetiva e comprometida do governo no que lhe cabe fazer, ou seja, financiar, ordenar o setor, conduzir e cobrar resultados, justamente como acontece em outros lugares do planeta.

Dito isso só nos resta parabenizar ao Sr. Elon Musk e sua equipe da SpaceX por demonstrar que quando se trabalha com seriedade resultados são alcançados, e também gostaríamos de agradecer ao Eng. José Miraglia da empresa Edge Of Space pelo envio desse histórico vídeo.

Duda Falcão

Comentários

  1. " UM DIA CHEGAREMOS LÁ........"

    " O conhecimento que a ciência produz, não é a revelação dos erros anteriores, não é a revelação de que os homens que não o posssuiam eram ignorantes ou, pior, desprovidos de inteligência. Esse conhecimento é o resultado de novas formas de encarar, entender, inovar, e utilizar os objetos e os fenômenos á nossa volta.
    Nossos objetivos (PEB), somente podem ser alcançados através de um veículo e um programa sério, aliado a uma política honrosa e não corruptiva, através de um planejamento assíduo, no qual acreditamos fervorosamente em realizar as prioridades necessária do programa espacial, e com o qual devemos vigorosamente atuar sem retroceder, e sem olhar o passado tenebroso da espera, a qual vivemos melancolicamente. Não existe nenhum outro caminho para o sucesso, a não ser trilhada pela: sinceridade dos propósitos, politica séria, dedicação ao amor a pátria, otimismo exacerbado, investimento auto e constante.
    DEUS tenha piedade de um governo de um sonho só, a AMBIÇÃO em LARAPIAR as RIQUEZAS DO BRASIL, deixando o legado de PESADELOS para os que desejam um país de ORDEM E PROGRESSO. Acredito fielmente que a JUSTIÇA de DEUS não FALHARÁ!.
    Acredite Duda Falcão! É difícil dize o que é impossível, pois o sonho de ontem á a esperança de hoje e ralidade do amanhã."

    ResponderExcluir
  2. A Virgin Galactic,que é a principal concorrente da SpaceX,anunciou algumas horas depois do apresentamento dessa cápsula que está preparando seus primeiros voos privado de turismo espacial ainda pra este ano.

    http://g1.globo.com/turismo-e-viagem/noticia/2014/05/virgin-prepara-primeiros-voos-privados-de-turismo-espacial.html

    ResponderExcluir
  3. A Virgin não concorre com a SpaceX. A SpaceX não explora o turismo espacial e sim vôos de carga e em breve tripulados para ISS, contratos com a NASA e colocação de satélites para terceiros.

    Eng. Miraglia
    www.edgeofspace.org

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial