Instituto Nacional de Tecnologias Espaciais

Olá leitor!

Na falta de notícias e de notícias animadoras sobre o Programa Espacial Brasileiro fui pesquisar na internet e acabei descobrindo uma iniciativa em curso que me parece bastante interessante.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) está apoiando desde junho de 2010 o que ela classifica como “Auxílios à Pesquisa em Andamento” uma iniciativa muito interessante do Dr. Sergio Frascino Muller de Almeida (*), iniciativa esta intitulada de “Instituto Nacional de Tecnologias Espaciais”. (veja abaixo).

"Instituto Nacional de Tecnologias Espaciais

Pesquisador responsável: Sergio Frascino Muller de Almeida

Beneficiário: Sergio Frascino Muller de Almeida

Instituição: Divisão de Engenharia Mecânica (IEM). Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Ministério da Defesa (Brasil). São José dos Campos, SP, Brasil 

Área do conhecimento: Engenharias - Engenharia Aeroespacial - Estruturas Aeroespaciais

Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa – Temático

Processo: 08/57866-1

Vigência: 01 de junho de 2010 - 31 de maio de 2015

Auxílios(s) vinculado(s):

13/07784-7 - 3rd international Symposium on laser Ultrasonics and advanced sensing (LU2013), AR.EXT

12/07582-2 - 12th European plasma Conference - high technology plasma processes (HTPP-12), AR.EXT

Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: CNPq – INCTs

Assunto(s): Instrumentos científicosPropulsão de aeronaves

Resumo

Alguns dos problemas críticos que afetam o setor espacial incluem falta de pesquisadores em termos quantidade e qualidade para o setor, integração e apoio aos grupos fora de SJC, falta de organização e sinergia para resolver problemas tecnológicos comuns ou complementares. Atualmente, não existem mecanismos sistemáticos que permitam fornecer recursos humanos em número e qualidade suficiente para o setor espacial. Em geral, os pesquisadores são engenheiros com cursos de pós-graduação em Engenharia Aeronáutica e Espacial. O número de egressos atualmente não atende em quantidade e qualidade às necessidades dos programas. Os grupos de pesquisadores estão concentrados nos seguintes institutos da região de São Jose dos Campos: IEAv, IAE, INPE e ITA. Existem grupos de pesquisadores localizados em outras regiões do país, como RN, MA RS e outros estados, contudo não existe uma forma de organização desses institutos prejudicando qualquer tentativa de ação tanto em pesquisa científica e tecnológica quanto em política de investimento e formação de recursos humanos. Uma rede envolvendo os grupos de pesquisa apresenta-se como uma proposta efetiva para endereçar essas questões. O objetivo da presente proposta é consolidar uma rede cooperativa de pesquisa, para permitir a capacitação eficaz de recursos humanos, a realização de pesquisas e desenvolvimento de tecnologias de interesse do programa espacial, mais especificamente para o desenvolvimento de técnica em engenharia espacial. Dentre essas áreas de interesse, listamos as seguintes: a) propulsão; b) navegação, controle e guiagem; c) instrumentação científica embarcada e d) estrutura e materiais. Em termos gerais, a proposta do instituto inclui as seguintes atividades: colaboração de pesquisa científica e tecnológica, workshops, visitas técnicas, atividades de discussão de mecanismos para implementar eficazmente políticas de intercambio e formação de recurso humanos, criação de cursos em apoio ou em conjunto de mestrado profissional , graduação, mestrado e doutorado. Estas atividades, em termos de indicadores, resultarão em dissertações, teses acadêmicas, publicações de artigos técnicos, e patentes de produtos e softwares pelas instituições parceiras. (AU)"

Ora leitor, vale dizer que mesmo uma iniciativa como essa tendo sua eficácia diminuída pelos entraves burrocráticos, jurídicos e políticos, é uma tentativa de se realizar uma maior articulação entre os players do setor muito interessante (neste caso pelo menos até 31 de maio de 2015), e que em minha opinião poderá ajudar a se alcançar alguns resultados em médio e em longo prazo, desde evidentemente que esteja havendo a colaboração de todos da Comunidade Espacial Brasileira.

O Blog BRAZILIAN SPACE parabeniza ao Dr. Sergio Frascino Muller de Almeida pela ideia e pela iniciativa desejando-lhe sorte e sucesso com a mesma. O Brasil feito pelos verdadeiros brasileiros agradece.

Duda Falcão

* Sergio Frascino Muller de Almeida - Possui graduação em Engenharia Mecânica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1978), mestrado em Engenharia Aeronáutica e Mecânica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1982) e doutorado em Aerospace Engineering - University of Kansas (1986). Atualmente é professor titular do Instituto Tecnológico de Aeronáutica e coordenador de área da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. É especialista em estruturas aeroespaciais de materiais compósitos, atuando principalmente nos seguintes temas: compósitos, elementos finitos, flambagem, vibrações e projeto. (Fonte: Currículo Lattes).


Fonte: Site da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial