Gerador Solar do CBERS-4 Foi Enviado para a China

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (08/05) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) destacando que Gerador Solar do CBERS-4 foi enviado para a China.

Duda Falcão

Gerador Solar do CBERS-4
Foi Enviado para a China

Coordenação de Comunicação Social (CCS-AEB)

Fotos: Divulgação/AEB

Brasília, 8 de maio de 2014 – O Gerado Solar (SAG, na sigla em inglês) do Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres (CBERS-4) foi embarcado nesta quinta-feira (8) para a China onde será integrado ao corpo do satélite, que está em fase de montagem.

Desde o mês de abril o gerador passou por uma série de testes no Laboratório de Integração e Testes (LIT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em São José dos Campos (SP), sendo plenamente aprovado.

Com mais de 16 metros quadrados (6,3 x 2,6 m) o SAG é responsável por captar a luz do Sol e convertê-la em energia para alimentar as baterias do satélite. Apesar da dimensão avantajada a peça pesa só 55 quilos, pois a avançada tecnologia empregada na sua fabricação pelas empresas Orbital Engenharia Ltda e CENIC Indústria e Comércio Ltda, ambas de São José dos Campos, utiliza materiais leves, mas de alta resistência e durabilidade.

Tecnologia – Abrir o gerador solar é o primeiro comando do satélite ao alcançar a órbita programada. Durante o tempo em que o satélite recebe a luz solar em órbita, o SAG além de abastecer os diversos instrumentos a bordo também completa a carga das baterias para energizar os equipamentos na fase de eclipse, ou seja, período em que a luz solar não atinge o equipamento.

Desenvolvido com tecnologia moderna de células de tripla junção de alta eficiência energética o SAG do CBERS-4 gera até três mil watts de potência elétrica em condições normais de iluminação.

O CBERS-4 está programado para ser lançado da China, país parceiro do Brasil no desenvolvimento da série de satélites para sensoriamento remoto desde os anos 1980, na segunda semana de dezembro próximo.



Fonte: Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial