MCTI / INPE Assinam Convênio com a FUNCATE Relacionado Com o Decreto do Satélite SGDC

Olá leitor!

Diário Oficial da União (DOU) de hoje (15/05) publicou um “Extrato de Convênio” entre o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e a Fundação de Ciência, Aplicações e Tecnologia Espaciais (FUNCATE) no valor de R$ 1.170.420,44 visando a cooperação desta fundação com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) em relação ao processo de absorção de tecnologia de que trata o Decreto Presidencial 7769/12. Abaixo segue o referido extrato como publicado no DOU.

Duda Falcão

INSTITUTO NACIONAL DE
PESQUISAS ESPACIAIS

EXTRATO DE CONVÊNIO

Espécie: Convênio Nº 802083/2014;
Convenentes: Concedente: MINISTERIO DA CIENCIA, TECNOLOGIA E INOVACAO, Unidade
Gestora: 240106, Gestão: 00001;
Convenente: FUNDACAO DE CIENCIA APLICACOES E TECNOLOGIA ESPACIAIS, CNPJ nº
51.619.104/0001-10;
Objeto: Cooperação da FUNCATE com o INPE em relação ao processo de absorção de tecnologia de que trata o decreto 7769/12;
Valor Total: R$ 1.170.420,44;
Crédito Orçamentário: PTRES: 64373;
Fonte Recurso: 0100000000, ND: 33504;
Num Empenho: 2014NE800512;
Crédito Orçamentário: PTRES: 64373;
Fonte Recurso: 0100000000, ND: 33504;
Num Empenho: 2014NE800513;
Crédito Orçamentário: PTRES: 64373;
Fonte Recurso: 0100000000, ND: 33504;
Num Empenho: 2014NE800515;
Vigência: 13/05/2014 a 13/01/2017;
Data de Assinatura: 12/05/2014.
Signatários - Concedente: LUIZ ANTONIO RODRIGUES ELIAS, CPF nº 549.900.767-53;
Convenente: LUIZ CARLOS MOURA MIRANDA, CPF nº 075.835.164-04.

(SICONV(PORTAL) - 14/05/2014)

Bom leitor para aqueles  que não sabem qual decreto esse extrato se refere, trata-se do Decreto Presidencial do dia 28/06/2012 que dispunha sobre a “Gestão do Planejamento, da Construção e do Lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC)”. (veja aqui)

Naquela época o Blog BRAZILAN SPACE já dizia não só que a data de implantação do satélite (31/12/2014) era pura falácia desses energúmenos, como também apontávamos com grande antecedência qual a empresa seria vencedora da tal concorrência internacional lançada pelo governo para o projeto desse satélite, e em ambos os casos acertamos em cheio.

Leitor, para se fazer previsões sobre as ações desse governo desastroso, inconsequente e populista não precisa ser exatamente um profeta ou guru, como na época fui chamado por alguns leitores e integrantes da mídia, até porque a incompetência, o populismo, a estupidez (amaciando como dizia minha vozinha) são tão gritantes que os resultados falam por si só.


Fonte: Diário Oficial da União (DOU) – Seção 3 - pág. 13 - 15/05/2014

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial