INPE Sedia Workshop Internacional Sobre Radares

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (21/05) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que o instituto sediará de 25 a 31/05 Workshop Internacional Sobre Radares.

Duda Falcão

INPE Sedia Workshop Internacional
Sobre Radares

Quarta-feira, 21 de Maio de 2014

Entre os dias 25 e 31 de maio, o Workshop sobre Aspectos Técnicos e Científicos dos Radares Mesosféricos, Estratosféricos e Termosféricos (MST14/iMST1) reúne especialistas de diversos países no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em São José dos Campos (SP).

Estes radares são usados para diversas aplicações, desde o monitoramento meteorológico até a observação do espaço em torno da Terra, e são uma peça fundamental no monitoramento do Clima Espacial realizado pelo Programa Embrace do INPE, o único do gênero na América Latina.

“Esta é a 14ª edição deste evento internacional, que pela primeira vez é realizado no Brasil. Nos últimos 30 anos o workshop tem percorrido o mundo – já passou pelos Estados Unidos, Reino Unido, França, Canadá, Alemanha, Índia, Peru, entre outros países - congregando cientistas, engenheiros, especialistas, teóricos e estudantes, para discutir os estudos e avanços tecnológicos dos radares desse tipo”, informa o pesquisador Clezio Marcos De Nardin, do Embrace/INPE.

O evento conta com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Prefeitura de São Jose dos Campos, bem como do Committee on Space Research (COSPAR), Asociación Latinoamericana de Geofísica Espacial (ALAGE) e Sociedade Brasileira de Geofísica Espacial e Aeronomia (SBGEA).

Mais informações sobre o workshop MST14/iMST1: www.inpe.br/climaespacial/MST14/.

Embrace

Por meio do Programa de Estudo e Monitoramento Brasileiro do Clima Espacial (Embrace), o INPE monitora a atividade solar, o meio interplanetário, o campo magnético terrestre e as condições ionosféricas. O Embrace/INPE oferece informação em tempo real, na internet, e realiza previsões sobre o sistema Sol-Terra para diagnósticos de seus efeitos sobre diferentes sistemas tecnológicos, em áreas como navegação e posicionamento por satélite (aeronaves, embarcações, plataformas petrolíferas, agricultura de precisão), comunicação (satélites geoestacionários, aeronaves), distribuição de energia (linhas de transmissão, dutos de distribuição de gás natural e petróleo), além dos sistemas de defesa nacional.

Mais informações sobre Clima Espacial na página www.inpe.br/climaespacial


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial