Astrônomos Chegam à Nova Medida da Expansão do Universo

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (06/05) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) destacando que astrônomo do Observatório Nacional (ON) e do Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA) integrou grupo de pesquisadores do Sloan Digital Sky Survey (SDSS), que mediu a taxa de expansão do Universo quando este tinha um quarto da sua idade atual.

Duda Falcão

Astrônomos Chegam à Nova
Medida da Expansão do Universo

LINeA


Brasília, 6 de maio de 2014 – O cientista Nicolas Busca, do Observatório Nacional (ON) e do Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA), ambos no Rio de Janeiro, integrou o grupo de pesquisadores do Sloan Digital Sky Survey (SDSS), que mediu a taxa de expansão do Universo quando este tinha um quarto da sua idade atual.

A medida mais precisa da taxa de expansão nos últimos 13 bilhões de anos foi obtida usando cerca de 140 mil quasares distantes. O Baryon Oscillation Spectroscopic Survey (Boss), o maior levantamento de objetos do terceiro Sloan Digital Sky Survey (SDSS-3), é pioneiro na técnica de medir a estrutura do Universo usando quasares para cartografar a distribuição do hidrogênio intergaláctico.

Novas observações do Boss dessa estrutura foram apresentadas à comunidade científica na reunião anual da Sociedade Americana de Física (APS, na sigla em inglês) em Savannah, Estados Unidos.

Esses últimos resultados, que combinam dois métodos distintos, estabeleceram que há 11 bilhões de anos o Universo se expandia 1% a cada 44 milhões de anos.

A medida da taxa de expansão do Universo no curso da sua história é a chave para determinar a natureza da energia escura, a causa de aceleração nesse fenômeno nos últimos seis bilhões de anos.


Fonte: Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial