Brazuquinha Participa de Concurso de Universidade Americana Lançando Cápsulas no Espaço

Olá leitor!

Veja só leitor como são as coisas, embora o lançamento de balões científicos seja um fato muito comum paras alunos de escolas americanas, realizar algo assim no Brasil não é nada fácil, não só devido aos custos, mas também pelas dificuldades que existem para se adquirir equipamentos de bordo, entre outras coisas.

Pois é leitor, mas apesar de todas essas dificuldades, e após saber que a Universidade de Stanford (EUA), havia criado um concurso tendo como objetivo levar balões até a fronteira do espaço, um jovem Brazuquinha de apenas 16 anos do interior paulista, chamado Francesco Lena, não titubeou e aceitou o desafio de levar o nome do Brasil a mais de 35 mil metros de altitude.

Assim sendo, com a ajuda de amigos, dos familiares, da escola e até mesmo da namorada, o jovem paulista criou em 2012 o “Projeto Cirrus”, que tinha como objetivo o lançamento de um balão científico dotado de câmeras e sensores capazes de registrar a Terra de uma grande altitude. Ééééé leitor, e não é que o Brazuquinha e sua equipe alcançaram o seu objetivo.

No dia 29/11/2013, a missão que era composta de um balão meteorológico de 1500 gramas equipado com três câmeras digitais, um localizador GPS via satélite e um data-logger (para analisar os dados coletados durante o voo), foi lançada com sucesso a partir da cidade de Amparo (SP), e ao atingir a altitude máxima prevista de 32 mil metros, o balão estourou (como previsto), tendo a carga útil retornado a Terra com os valiosos instrumentos através do uso de um sistema de paraquedas.

O jovem Lena planejou sua missão nos mínimos detalhes, inclusive criando uma espécie de "controle da missão" de onde recebeu os sinais de localização da cápsula, pasmem, retransmitidos pelo satélite francês SPOT.

"Nós perseguimos o balão até que ele explodiu. Mesmo de longe, foi possível vê-lo como uma estrela pequena e bastante brilhante", afirmou o jovem Brazuquinha.

Ainda segundo o jovem paulista, a sonda teve de enfrentar condições extremas no ápice da missão, com a temperatura atingindo -55°C e a pressão atmosférica chegando a 0,2% da do nível do mar, e quando a equipe recuperou a carga útil verificou que a cenas gravadas eram impressionantes, realmente de tirar o fôlego, estava assim cumprida a missão.

Entretanto leitor, o jovem paulista não parou por ai, e animado com o sucesso alcançado na primeira missão, partiu então para participar do concurso organizado pela Universidade de Stanford, aquele mesmo citado no início de nosso artigo.

O concurso que é batizado de “Global Space Balloon Challenge” é dividido em diversas categorias (a categoria que o jovem brasileiro participa é a de melhor imagem e design), e tem como objetivo encorajar e estimular os estudantes a construírem e lançarem seus próprios equipamentos, contando com a participação de diversas universidades americanas e de outros países.

Inscrito no concurso, e sendo uma pessoa de ação (bem diferente de alguns que militam nos bastidores de nossa desacreditada agência espacial em Brasília) às 05h30 BRT do dia 19/05/2014 o jovem Francesco Lena e sua equipe lançaram ao espaço a sua segunda missão, dessa vez composta por um balão de látex de 1500 gramas e de três sondas individuais que foram batizadas de Zenith, Sunrise e Valentina, além de uma radiossonda comercial.

Ainda segundo o nosso jovem Brazuquinha, diversos equipamentos foram inseridos a bordo das cápsulas e entre eles três câmeras de vídeo de alta-definição, um data-logger (equipamento para registrar as condições ambientais durante o voo), um telefone celular, sensores de temperatura e localizadores de posição do tipo SPOT.

O lançamento foi realizado antes do amanhecer, já que o objetivo da missão era registrar o nascer do sol visto da estratosfera, bem como as luzes das cidades e também o efeito prismático da refração da luz nas altas camadas da atmosfera.

A Missão


As sondas da missão vieram atingir o ápice de sua jornada depois de 105 minutos de lançadas e depois de enfrentarem temperaturas inferiores a -55°C, pressão tendendo a zero e níveis altíssimos de radiação solar, o balão de látex que as transportavam expandiu e rompeu-se (devido a enorme diferença de pressão), fazendo com que a cápsula despenca-se em queda livre de uma altitude de mais de 32 mil metros.

A cápsula então veio a pousar graças a um sistema de paraquedas acionado alguns segundos após o inicio do voo em queda livre, pousando suavemente a 41 km do local do lançamento, no município de Santo Antônio da Posse (SP), a poucos quilômetros do local previsto para pouso.

Não demorou muito para que a equipe que acompanhava a cápsula por terra chega-se ao local do pouso, resgatando o equipamento sem qualquer dano, e logo perceber que não havia palavras que descrevessem com exatidão as belas imagens captadas pela missão.

Vale dizer que a equipe do jovem Francesco Lena foi a única do país a representar o Brasil neste concurso e segundo o jovem Brazuquinha,  os resultados da missão já foram enviados aos responsáveis, que deverão em breve divulgar o resultado final da competição.

Quando leio uma notícia com essa leitor fico a me perguntar se ainda podemos acreditar neste país. Quantos Francesco Lenas serão necessários para suplantarmos os Rousseffs, Mercadantes, Amorins, SaitosRaimundos, Bernardos,  Collors, Lulas, e tantos outros que infestam a nossa sociedade com as suas ações danosas? Essa é realmente uma pergunta difícil de responder, mas enfim... já dizia minha vozinha, cada povo que carregue a sua cruz e procure encontrar soluções, e assim evitar de ser crucificado por ela.

Aproveito esse momento para parabenizar ao jovem Brazuquinha Francesco Lena pela iniciativa de realizar essas duas missões, bem como de demonstrar competência em liderar uma equipe formada por pessoas de diversas idades em busca de um objetivo claro e bem definido. Parabéns jovem Francesco, você é “GENTE QUE FAZ”. Quem dera pessoas como você fossem maioria nessa terra de ninguém.

Para aqueles leitores que querem acompanhar as aventuras de nosso Brazuquinha, sugiro que visitem a sua página no Facebook pelo link: https://www.facebook.com/projetocirrus

Duda Falcão


Fonte: Formulado com informações colhidas do site Apollo11

Comentários

  1. " ESTÁ É VERDADEIRA SELEÇÃO..NOSSOS FUTUROS BRASONAUTAS "

    O Grupo CEFAB parabeniza o jovem Francesco Lena.A fé não é algo para se entender, é um estado para se transformar. Algumas coisa precisam ser acreditadas sem serem vistas. O problema não é o político corrupto, é o coração de muitos brasileiro. Ainda existem muitas causas que valem o sacrifício. Muita história ainda há de ser feita em prol do PEB. O BRASIL é um lugar que está ficando perigoso politicamente, difícil de se viver com os socialistas comunistas, não por causa daqueles que praticam este lema político encubado, mas sim, por causa daqueles que observam e deixam acontecer sem hesitar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, cara. Como você é coxinha. Deve ser um daqueles cidadãos de bem ignorantes com complexo de vira-latas. "O BRASIL é um lugar que está ficando perigoso politicamente, difícil de se viver com os socialistas comunistas..." Me poupe da sua ignorância.

      Excluir
    2. " CORAGEM E FORMAÇÃO SOCIAL, PRIMEIRAS QUALIDADES DE UM CULTO CIDADÃO"

      Meditei aos extremos da razão, sem o uso da emoção, para dar-me o direito de reposta, cheguei a seguinte conclusão: Como dirigir-me para alguém que não existe? que não se identifica, não tem nome, endereço e telefone, será enterrado como indigente, e acima de tudo, NÃO TEM CORAGEM DE SE IDENTIFICAR como um cidadão de boa índole e formação, e mais, se ESCONDE NA SOMBRA DE SUAS FRUSTRAÇÕES e SEQUELAS PESSOAIS. Pobre coitado! rótulo dos adjetivos mais mesquinhos: PREPOTENTE, ARROGANTE e AUTORITÁRIO, que final triste deste ser tão asqueroso!
      Não perderei meu tempo precioso com algo inútil e abstrato, continuarei sim, lutando em prol do PEB e dos referidos projetos do meu importante Grupo, o CEFAB, legado de experiências desde o ano de 1973. Acredito que vossa senhoria estava ainda circulando no órgão escrotal de deu pai! péssimo espermatozoide que veio ao mundo, criticar quem sempre fez e está fazendo, mesmo aos 56 anos de idade. Mereço um mínimo de respeito, não dou o direito de me criticar negativamente diante as pessoas desse blog, que considero todos meus amigos.
      Caro amigo Duda! SER EXISTENTE FÍSICO E POSITIVO, estou carregando uma leve carga da INDIGNAÇÃO em saber que em nosso meio científico, exista pessoas de baixo calão, impossível sobreviver no momento com o NEGATIVISMO exacerbado do " DONO DA RAZÃO". Na realidade não o conheço, e não faço a mínima questão para tal! se surgir a oportunidade, em algum congresso, mantenha distância , o povo baiano é imprevisível....que bem sabe é o Duda! com seu gênio de guerreiro.
      Na oportunidade anônimo, é bom mesmo não dizer seus dados, pois estava dialogando com amigos no domingo á noite, e tinha um PAE DE SANTO, ouvindo os meus comentários sobre sua crítica, sabe o que foi que ele me disse? Que na oportunidade, como leitor do blog, VAI ESPERA SUA REVELAÇÂO DE IDENTIDADE PARA COLOCAR SEU NOME NA BOCA DO SAPO! Cuidado as coisa aqui na Bahia é diferente.
      Mas não precisa deixar de dormir, quebrei toda revolta expressada por este conhecido, que não exitou em questionar.
      Essa violência expressa, testifica as teorias da formação cultural brasileira, confirmo com gênero, número e grau as palavras do inusitado Duda Falcão.
      Enquanto nós estamos preocupados em fazer ciências, outros na sua plena ignorância está destruindo seu significado."

      Excluir
    3. Caro leitor anônimo!

      Após o seu comentário comecei a analisar se devia respondê-lo ou esperar primeiro que o presidente do CEFAB se manifesta-se, e optei pela segunda opção.

      Apesar de não concordar muito com a agressividade utilizada pelo meu caro amigo Cássio, entendo a sua indignação e a sua reação um tanto intempestiva, pois além do fato de seu comentário ter sido realizado de forma anônima, ele foi feito também de forma um tanto descortês e sem qualquer necessidade para isso, ou seja, de graça.

      Qualquer leitor tem o direito de expressar a sua opinião e sempre no Blog BRAZILIAN SPACE lutaremos pela liberdade de expressão, desde que o comentário seja dentro da boa educação e do respeito que todo ser humano merece.

      Assim sendo, se es uma pessoa de bem e espero que seja, em minha modesta opinião você deve desculpas ao Sr. Carlos Cássio de Oliveira, presidente do Centro Experimental de Foguetes Aeroespaciais da Bahia (CEFAB).

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  2. Bom, sobre o fato em si, é como eu venho afirmando, e não me canso. O país tem quase tudo de bom, e poderia ser uma potência já a essa altura, não fossem os cafajestes que tomaram conta do poder.

    Continuo afirmando e temos como exemplo a área da astronomia, que na área espacial, só nos restam as poucas iniciativas privadas e até mesmo individuais como essa.

    Parabéns ao Francesco Lena, e a tantos outros que demonstram que ainda existem pessoas de bem e empreendedoras por aqui.

    Que esse blogo continue sendo um agregador para essas pessoas, e que esses esforços que hoje estão "espalhados" se juntem numa iniciativa privada forte.

    Abs.

    ResponderExcluir
  3. Olá Duda Falcão! Obrigado por apoiar nossa iniciativa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá jovem Francesco!

      Não há de que e continue com o seu trabalho. Estaremos aqui sempre para ajudá-lo na divulgação, e por gentileza nos mantenha informado. Sucesso sempre.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
    2. Obrigado!
      (e se puder, me passe um contato para que eu lhe informe com maior facilidade. Pode me enviar um e-mail em: francescorossilena@gmail.com)
      Abraços!

      Excluir
    3. Olá Francesco!

      O e-mail é brazilianspace@gmail.com

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial