Satélite CBERS-4 - AEB Assina Contratos com a OMNISYS e a CENIC Engenharia

Olá leitor!

Agência Espacial Brasileira (AEB) publicou no Diário Oficial da União (DOU) de hoje (28/05), dois “Extratos de Contrato” assinados do projeto do Satélite CBERS-4, estes relativos aos “Extratos de Inexigibilidade de Licitação” de número 20 e 21 postados aqui no blog no dia de ontem. Abaixo segue os extratos como publicados no DOU.

Duda Falcão

AGÊNCIA ESPACIAL BRASILEIRA

EXTRATO DE CONTRATO Nº 18/2014 - UASG 203001

Nº Processo: 01350000062201418;
Inexigibilidade: Nº 21/2014;
Contratante: AGENCIA ESPACIAL BRASILEIRA – AEB;
CNPJ Contratado: 01773463000159;
Contratado: OMNISYS ENGENHARIA LTDA;
Objeto: Contratação de empresa para serviços de instalação das memórias PROMs nos equipamentos CTU e RTUs do satélite CBERS-4;
Fundamento Legal: Art. 25, Caput da Lei nº 8.666/93;
Vigência: 28/05/2014 a 27/05/2015;
Valor Total: R$793.500,00;
Fonte: 100000000 - 2014NE800117;
Data de Assinatura: 27/05/2014.

(SICON - 27/05/2014) 203001-20402-2014NE800001

EXTRATO DE CONTRATO Nº 19/2014 - UASG 203001

Nº Processo: 01350000075201497;
Inexigibilidade: Nº 20/2014;
Contratante: AGENCIA ESPACIAL BRASILEIRA – AEB;
CNPJ Contratado: 96238134000114;
Contratado: CENIC ENGENHARIA INDÚSTRIA E  COMERCIO LTDA;
Objeto: Contratação de empresa para serviços de suporte às atividades de teste dinâmicos e de inspeção estrutural do gerador solar do satáli-te CBERS-4;
Fundamento Legal: Art. 57, Caput da Lei nº 8.666/93;
Vigência: 27/05/2014 a 26/08/2014;
Valor Total: R$105.895,48;
Fonte: 100000000 - 2014NE800116;
Data de Assinatura: 27/05/2014.

(SICON - 27/05/2014) 203001-20402-2014NE800001


Fonte: Diário Oficial da União (DOU) - Seção 3 - pág. 10 - 28/05/2014

Comentário: Leitor eu chamo a sua atenção para que leia atentamente os extratos acima, pois num deles existe algo de muito interessante que nos leva a refletir. Quero que você mesmo perceba o que eu estou falando sem a minha interferência.  Das três uma, ou houve um erro na publicação (muito comum quando se trata do DOU, rsrsrsrsrs), ou a mesma trata de equipamentos de solo (mesmo assim seria estranho), ou este é mais um exemplo de como esses energúmenos manipulam a mídia oficial e privada em prol de seus interesses políticos e eleitoreiros. Uma vergonha, uma nojeira que me causa náuseas, mas que já havia sido previsto pelo blog e que agora serve como aprendizado para os otimistas de plantão.

Comentários

  1. Bom, se eles estão pensando mesmo em lançar esse satélite esse ano, o carinha que vai instalar as memórias PROM seria o nosso segundo astronauta? A vigência vai até 27/05/2015...

    Bem pensado. Em ano de Copa, tudo é possível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcos!

      Bingo amigo, exatamente isso. Você como o nosso amigo Israel Pestana, que em comentário postado por ele na página do blog no Facebook, mataram a charada.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial