Segmento Espacial Integra Debates em Reunião da SBPC no Vale do Paraíba

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (12/05) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) destacando que o Segmento Espacial integrará debates em reunião da SBPC no Vale do Paraíba.

Duda Falcão

Segmento Espacial Integra Debates em
Reunião da SBPC no Vale do Paraíba

SBPC


Brasília, 12 de maio de 2014  Sistemas e Desafios da Indústria Espacial é o tema de uma das seis mesas redondas que compõem a programação científica do primeiro dia da Reunião Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) no Vale do Paraíba, no Parque Tecnológico de São José dos Campos.

O evento, que se realiza nos dias 5 e 6 de junho próximo, tem a participação de membros da Agência Espacial Brasileira (AEB), que paralelamente à reunião se encontram com representantes da União Europeia (EU) no dia 6 para discutir propostas de utilização de dados de observação da Terra oriundos de Sistemas Universais e outros assuntos de interesse mútuo.

Segundo a presidente da SBPC, Helena Nader, a cidade de São José dos Campos (SP) foi escolhida para sediar o encontro devido ao ambiente acadêmico e empresarial do município e região, voltado para tecnologias de ponta. “Escolhemos a cidade por ser um polo tecnológico, além de sediar instituições de alta relevância para o Brasil e o mundo”, disse Helena.

Esta é a primeira vez que a instituição realiza uma Reunião Regional na cidade. “Demoramos, mas trazemos o evento num momento em que a região atrai instituições ligadas à saúde, como é o caso da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), que instalou na região o Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT-UNIFESP)”, comentou.

Origem – Ao ressaltar o potencial da região, Helena lembrou que é preciso olhar para trás e verificar como que este polo foi criado. Vale lembrar que a capacitação tecnológica que se gerou e consolidou na cidade originou-se do interesse governamental em desenvolver as áreas aeronáutica, espacial, bélica e eletrônica avançada.

“A cidade tem projeção internacional e exibe produtos de alto conteúdo tecnológico como aviões, foguetes e satélites, os quais são fruto de pesquisas iniciadas nos anos 1950. A implantação do Instituto de Tecnológico de Aeronáutica (ITA) é desta época”, afirma. Ela ressalta que sem o ITA, não teríamos a Embraer, que nasceu em 1969, para desenvolver engenharia aeronáutica no país e produzir aviões.

Para Helena, a realização do evento em São José dos Campos deixa claro a bandeira que a SBPC defende: Educação de qualidade. “Temos diversas instituições de ensino de ponta na região. Tendo uma melhor educação, teremos uma ciência melhor. Uma inovação melhor”, disse.

Confira a programação completa em: http://www.sbpcnet.org.br/valeparaiba/atividades/


Fonte: Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Desestimulante. Lá vamos nós de novo, realmente lamentável.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial