Foguete é Lançado Com Êxito em Alcântara

Olá leitor!

O jornal “O Estado do Maranhão” de São Luís vem realizando há anos uma grande e interessante cobertura sobre as atividades espaciais brasileiras realizadas no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA). Assim sendo, dia 10/05 o jornal publicou mais uma matéria, esta relacionada com a “Operação Aguai I / 2014”, ocorrida recentemente nessa base de lançamentos de foguetes brasileira. Segue abaixo a matéria em questão.

Duda Falcão

Geral

Foguete é Lançado com Êxito em Alcântara

Operação foi realizada ontem no Centro de Lançamento de Alcântara;
veículo ficou no ar por cerca de três minutos

Leandro Santos
Da equipe de O Estado
10/05/2014

Divulgação/CLA
Décimo Foguete de Treinamento Intermediário (FTI) durante a
Operação Águia I, realizada ontem no Centro de Lançamento de Alcântara

ALCÂNTARA - O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) realizou com sucesso na tarde de ontem o lançamento do décimo Foguete de Treinamento Intermediário (FTI) durante a Operação Águia I/2014. O lançamento estava previsto para acontecer na quinta-feira, dia 8, mas foi adiado para ontem por causa de um problema mecânico no lançador, verificado poucos momentos antes do disparo.

Ainda na quinta-feira, equipes do CLA realizaram os reparos necessários, mas com o avançar das horas a janela de lançamento no dia havia sido encerrada, o que levou ao adiamento do lançamento para ontem.

“Operações como essas possuem justamente a finalidade de testar todos os meios e manter a operacionalidade das equipes. Nesse sentido, o problema detectado foi importante para que pudéssemos treinar a operacionalidade do centro em resposta a uma falha identificada na plataforma de lançamento”, declarou o coronel-engenheiro César Demétrio Santos, diretor do Centro de Lançamento de Alcântara.

Com o lançamento, esperava-se ainda obter a certificação e qualificação do foguete junto ao Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI).

Lançamento Horas antes do lançamento, os engenheiros do CLA realizaram testes meteorológicos para saber se as condições do tempo estavam favoráveis ao lançamento. Para isso, balões meteorológicos foram lançados com o intuito de obter informações sobre a temperatura, a umidade do ar, direção e a velocidade dos ventos e outras condições atmosféricas que poderiam interferir no lançamento.

Com as condições climáticas favoráveis, o lançamento ocorreu às 15h08 pelo horário de Brasília, seguindo os parâmetros de trajetória previstos. O foguete tinha 5,5 metros de comprimento, 490 kg e permaneceu no ar por aproximadamente três minutos, até cair no oceano sem qualquer incidente.

A Operação Águia I/ 2014, iniciada no último dia 28 de abril, foi realizada pelo CLA, organização militar subordinada ao Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), e apoiada pela Agência Espacial Brasileira (AEB). Ainda apoiaram a operação a Marinha do Brasil (MB), o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e o Comando de Operações Aéreas (COMGAR), por meio da Segunda Força Aérea (II FAE) e o 1º Comando Aéreo Regional (I COMAR) com a participação dos seguintes esquadrões de voo: 1º ETA (aeronave de transporte C-98), 3°/7° GAv (aeronave de patrulha P-95) e 1°/8° GAv (helicóptero H-36).

Veículo Os lançamentos prosseguirão nos próximos meses e a previsão é que no segundo semestre seja lançado o Veículo Lançador de Satélite (VLS), foguete esse considerado de grande porte. No dia 22 de agosto de 2003, o VLS-1 explodiu por volta das 13h30 na base de Alcântara, três dias antes de seu lançamento, matando 21 pessoas. O acidente foi considerado um dos maiores do programa espacial brasileiro e na época teve uma grande repercussão, inclusive mundial.

Desde então, o centro se prepara para voltar a realizar a atividade, fazendo testes com foguetes de treinamento básico e intermediário. Durante o acidente, a Torre Móvel de Integração (TMI), que possibilita o lançamento de Veículos Lançador de Satélites, foi totalmente destruída e outra teve de ser edificada no local.

MAIS

Principais características do Foguete de Treinamento Intermediário:

Comprimento total: 5,51 m.

Diâmetro do motor: 30 cm.

Massa total: 490 kg.

Tempo de queima efetiva do motor: 10,5 s.


Fonte: Jornal O Estado do Maranhão - pág. 05 - 10/05/2014

Comentário: Aproveitamos para agradecer uma vez mais ao leitor maranhense Edvaldo Coqueiro pelo envio dessa matéria.  

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022