Raupp - MPOG Analisa Restruturação da Área Espacial

Olá leitor!

Segue abaixo um interessante nota postada dia (25/04) no site “TELETIME” informando que segundo o ministro Marco Antônio Raupp, o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) está analisando a reestruturação da Área Espacial.

Duda Falcão

SATÉLITES

Ministério do Planejamento Analisa
Reestruturação da Área Espacial,
diz Raupp, do MCTI

Helton Posseti
Quarta-feira, 25 de abril de 2012, 19h23

O ministro da Ciência Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, disse nesta quarta, 25, em audiência pública na Câmara dos Deputados, que a proposta de reestruturação institucional do Programa Espacial Brasileiro está em análise no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Raupp pretende colocar em marcha seu plano elaborado enquanto ele ainda ocupava a presidência da Agência Espacial Brasileira (AEB). Na ocasião, a proposta não avançou porque sofreu forte oposição do Instituto Nacional de Pesquisa Espacial (INPE), que passaria a ser um executor das políticas públicas elaboradas pela AEB. "O INPE estar fora da AEB tem propiciado disputas que não são salutares ao Programa Espacial Brasileiro", afirma o ministro.

No ano passado, quando ainda estava à frente da AEB, o atual ministro chegou a detalhar a proposta em audiência pública realizada no Senado Federal. A ideia é criar um Conselho Nacional de Política Espacial, órgão que seria centralizador das políticas públicas da área. Esse órgão seria composto por representantes dos ministérios cuja atividade está relacionada ao uso de satélites e seria subordinado diretamente à Presidência da República.

Abaixo do Conselho estaria a AEB, que seria a principal executora das políticas definidas. Em um terceiro nível, como braços tecnológicos e também executores de políticas públicas específicas, estariam o INPE e o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) – que hoje é vinculado ao Ministério da Defesa.


Fonte: Site TELETIME - http://www.teletime.com.br/

Comentário: Tremo só de pensar que o Ministério do Planejamento está fazendo qualquer analise sobre o Programa Espacial Brasileiro, apesar de saber que é esse o processo normal.  Entretanto, se não houver uma forte pressão de todos os players envolvidos com o PEB (MCTI, MD, COMAER, DCTA, IAE, INPE) junto a presidente DILMA ROUSSEFF, temo que esses energúmenos irão continuar boicotando o PEB (de uma forma ou de outra) fazendo com que esse interessante plano do Raupp acabe não saindo do papel. Afinal, a má vontade desse ministério para com o PEB é histórica, e nada indica que tenha mudado, muito pelo contrário.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial