INPE Vai ao Rio Cobrar Diretor

Olá leitor!

Segue abaixo uma pequena nota postada ontem (20/04) no site do jornal “O VALE” destacando que servidores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) de São José dos Campos (SP), iriam ontem à cidade do Rio de Janeiro cobrar do ministro Marco Antônio Raupp, uma definição quanto à escolha do novo diretor do INPE.

Duda Falcão

REGIÃO

INPE Vai ao Rio Cobrar Diretor

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS
20 de abril de 2012 - 04:07

Uma caravana de funcionários do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), de São José dos Campos, vai hoje ao Rio de Janeiro cobrar o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, a definição do novo diretor do instituto.

De acordo com o Sindicato Nacional dos Servidores Públicos Federais na Área de Ciência e Tecnologia do Setor Aeroespacial, pelo menos 30 pessoas devem formar a caravana, que terá também servidores do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial), de São José.

Pela manhã, diretores do sindicato vão se encontrar com o ministro na FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos). À tarde, a caravana vai encontrar Raupp em outro compromisso no Rio.

Hoje, completa 259 dias que o diretor do INPE, Gilberto Câmara, pediu demissão do cargo. Ele permanece como interino.

"A indefinição do novo diretor do INPE pode acarretar prejuízos aos programas desenvolvidos no instituto", afirmou o presidente do sindicato, Ivanil Elisiário.

O impasse na definição do novo diretor foi provocado pelo fato de até o momento o governo federal não ter dado aval ao nome do diretor do Parque Tecnológico de São José, José Raimundo Coelho, para a presidência da AEB (Agência Espacial Brasileira).

Raupp planeja escolher um nome para o INPE que tenha bom relacionamento com a direção da AEB.


Fonte: Site do Jornal “O VALE” - 20/04/2012

Comentário: Parabenizo aos integrantes dessa caravana formada por integrantes e servidores do SindCT/INPE/DCTA pela iniciativa de pressionarem o governo a dar um fim nessa novela sem sentido que só vem atrapalhar ainda mais o barco sem rumo de nosso programa espacial. Entretanto, é preciso fazer muito mais, e isso passa por uma mobilização de toda comunidade científica brasileira, já que não só o PEB vive uma situação difícil devido às atitudes estapafúrdias do governo DILMA em relação ao setor de ciência e tecnologia do país. É preciso aglutinar forças e buscar apoio da sociedade esclarecida ou não, numa verdadeira cruzada nacional visando fazer com que esse governo e os próximos mudem a sua postura definitivamente em relação à Ciência, Tecnologia, Inovação e a Educação de qualidade, mesmo que seja à base do chicote. O Brasil precisa se preparar para a sociedade do futuro, e esses energúmenos estão não só se recursando a tomar as decisões necessárias, como também tomando decisões desastrosas aumentando ainda mais o buraco tecnológico e de conhecimento existente entre o Brasil e o resto do mundo, especialmente em relação aos outros integrantes do BRICS. “CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E EDUCAÇÃO DE QUALIDADE JÁ”, nem que seja à base do chicote, já que com a rapidez que o conhecimento científico e tecnológico tem avançado no mundo, o futuro de nossos filhos, de gerações posteriores e do País está correndo serio risco com a atual politica adotada pelo governo DILMA, que nem se quer ouve a comunidade científica.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial