"Missão Joshua" da Acrux, Momento Histórico Para Astronautíca Brasileira Privada

Olá leitor!

Lembra do Eng. Oswaldo Barbosa Loureda que abordamos recentemente aqui na postagem intitulada “Disruptive Architecture Applied to Commercially Viable Dedicated Cubesat Launcher”?

Pois então amigo leitor, finalmente no dia 04/01 o “The Young Brazilian Von Braun” divulgou (em inglês) em sua página pessoal no Facebook, as primeiras informações sobre a “Missão Joshua – Josué”, missão esta que visa levar alguns experimentos a 30 km de apogeu, consistindo um feito histórico para a Astronáutica Brasileira, pois será a primeira missão realmente profissional científica e talvez tecnológica (em breve os experimentos deverão ser divulgados) a ser realizada por uma startup espacial brasileira (Acrux Aerospace Technologies).

Veja abaixo leitor na íntegra a nota postada por este fantástico engenheiro, e fique atento, pois outras informações serão divulgadas em breve e elas são surpreendentes, principalmente para aqueles que falam muito, prometem mundos e fundos e realizam quase nada.

Duda Falcão

“Dear friends and partners, this 2020 will be really special for us, and for our region. Finally we are officially disclosing first informations about our next challenge;

THE JOSHUA MISSION

This mission has proposal of flight test our newest sounding rocket, the FOG30K mkII. During studies of commercial feasibility of rockets in 2008, we identified 30km as useful apogee for training vehicles and low cost test beds for CUBESAT subsystems and technological payloads for launch vehicles. Based on this goal our team started the process of filling grants forms looking for financial support to develop the FOG30K vehicle. Unfortunately we haven’t success in obtain governmental support for this project. After a private investment in 2019, our team decided to reactivate this project as a Demonstration program, aiming qualify personal and technologies to develop larger vehicles, as launch vehicles in near future. Our intent is to demonstrate what is possible to realize applying Responsive Space and NewSpace philosophy in a vehicle program, based on directives: 

· Low cost AND high efficient solutions; 
· INNOVATIVE tools and manufacturing processes; 
· Safe AND fast developments; 
· CUSTOMER needs centered solutions; 
· SCALABLE technologies; 
· Commercial SUSTAINABILITY and competitiveness

Based on this motivation and directives, we choose to develop this vehicle program from System Requirements Review – SRR to launch and payloads recovery in 4 months with a total budget of less than USD 5.000,00.

Because sensitive nature of this mission, some data like names of payload owners will be classified until launch campaign start.

More information coming soon...” 

Comentários

  1. É o que eu sempre digo é a iniciativa privada que vai salvar o programa espacial brasileiro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá bim10!

      Realmente é um começo, e o sucesso deste voo poderá abrir postas. Porém amigo, sem a participação do investimento governamental ou de investidores privados, fica muito complicado esperar que o PEB venha sair desta situação em que se encontra. Será crucial para haver uma mudança de postura o sucesso desta missão da Acrux.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  2. Dr Oswaldo Loureda é uma pessoa focada em seus objetivos e não lhe falta competência. Creio que não podemos esperar dos órgãos governamentais que quem nunca deu um olhar de esperança para o avanço da Astronáutica. Na situação que se encontra o PEB creio que a solução é exclusivamente via iniciativa privada. Podemos incentivar e divulgar o método que já salvou muitos excelentes projetos pelo mundo a fora, com a famosa "vaquinha espontânea, contribuições e incentivos com uma ampla divulgação".

    Saudações!

    Prof. Paulo Lagos
    (Equipo CEELL - CEP)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite

Da Sala de Aula para o Espaço