Posição da Mectron Sobre o Gravador do CBERS 3

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (13/09) no blog “Panorama Espacial” do companheiro jornalista André Mileski esclarecendo a posição da empresa brasileira MECTRON sobre os problemas apresentados com o gravador de dados do satélite CBERS-3.

Duda Falcão

Posição da MECTRON Sobre o Gravador do CBERS 3

13/09/2010

Em 27 de agosto, publicamos no blog a postagem "Problemas com o gravador de dados do CBERS 3", na qual relatamos a devolução pela parte chinesa de um subsistema de responsabilidade brasileira para o satélite CBERS 3. A assessoria da empresa MECTRON, responsável pelo subsistema, entrou em contato com o blog para prestar esclarecimentos.

Abaixo, reproduzimos na íntegra a mensagem recebida, que também traz informações, a pedido do blog, sobre os subsistemas de suprimento de energia e de comunicações para a Plataforma Multimissão (PMM):

"Gravador de Dados do CBERS 3

O subsistema DDR do programa CBERS, desenvolvido pela MECTRON Engenharia Indústria e Comércio S.A atende a todos os requisitos estabelecidos na especificação de subsistema e nas especificações de equipamento.

Foram fornecidos o Modelo de Engenharia 1 e o Modelo de Engenharia 2, sendo que o fornecimento do segundo foi necessário devido ao embargo de diversos componentes pelo governo americano, exigindo a substituição dos mesmos e o conseqüente reprojeto dos equipamentos, tanto em termos de hardware como de software.

Os modelos foram testados tanto na Mectron quanto no INPE, já integrados às câmeras de imageamento e ao transmissor de imagens desenvolvidos no Brasil. Foram realizados também testes na Academia Chinesa de Tecnologia Espacial, integrado ao satélite.

É importante destacar que os testes realizados forma positivos, no entanto, há dois aspectos relevantes:

O DDR requer um sinal de sincronismo das câmeras para as operações de gravação e reprodução;

O DDR requer uma seqüência bem definida para permitir a correta reprodução dos dados de imagem para a sua transmissão.

Portanto, ressalta-se que não houve mau funcionamento ou defeito no DDR, e sim dificuldades técnicas de integração entre diversos subsistemas.

Subsistema de suprimento de energia da PMM e Subsistema de TT&C

O subsistema PSS do programa PMM é constituído pelos equipamentos Bateria, SADA – Solar Array Drive Assembly, EPSA – Electrical Part of Solar Array e PCDU – Power Conditioning and Distribution Unit.

O EPSA é o gerador solar do satélite, o SADA o motor de passo que permite o correto posicionamento do gerador solar e a PCDU controla a carga das baterias e a distribuição de energia elétrica pelos equipamentos do satélite.

A MECTRON já forneceu, de forma antecipada, os Modelos de Vôo da Bateria (quatro módulos para o satélite e quatro de reserva) e do SADA (dois para o satélite e um de reserva).

Os Modelos de Qualificação do EPSA, o Modelo Estrutural e Térmico e o Coupon de Teste já foram concluídos e submetidos com sucesso aos testes de qualificação, faltando apenas o ensaio de choque térmico, a ser realizado na MECTRON.

A PCDU foi concluída e deverá ser submetida aos testes de qualificação em setembro deste ano."

Fonte: Blog “Panorama Espacial“ - André Mileski

Comentário: O companheiro Mileski nos traz nesta nota a explicação da MECTRON sobre esse assunto abordado por ele em seu blog "Panorama Espacial" e postado aqui no blog anteriormente (veja a nota Problemas com o Gravador de Dados do CBERS-3). Nos parece que, essa explicação da MECTRON não tem muita consistência, pois na realidade o que interessa é que o equipamento (DDR) não funcionou e se isso ocorreu por dificuldades técnicas de integração, as mesmas deveriam ter sido previstas por todas as partes envolvidas, evitando assim o problema e o aumento de custo. A realidade é que foi realmente um gol contra e de canela da empresa brasileira. Quanto à novela da PMM, é bom saber que seu subsistema de energia encontra-se em fase final de qualificação e torcemos para que não haja mais erros como ocorrido no caso do DDR do CBERS-3.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022