Alunos de Todo o Brasil Participarão da Jornada Espacial

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada hoje (20/09) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) destacando que alunos de todo o Brasil participarão da VI Jornada Espacial que ocorrerá entre os dias 26 e 02 de outubro, em São José dos campos (SP).

Duda Falcão


Alunos de Todo o Brasil Participarão

da VI Jornada Espacial


Coordenação de Comunicação Social/AEB

20-09-2010


A Agência Espacial Brasileira (AEB), por meio do programa AEB Escola, promove, entre os dias 26 de setembro e 2 de outubro, em São José dos Campos (SP), a VI Jornada Espacial. O evento é um prêmio aos estudantes mais bem colocados nas questões de Astronáutica da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e visa despertar nos jovens o interesse pela área espacial, revelar novos talentos e permitir aos alunos um contato direto com pesquisadores das áreas de Astronomia e Astronáutica. Este ano, participarão da Jornada 49 alunos e 50 professores de escolas públicas e particulares de 23 estados brasileiros e do Distrito Federal.

Durante a semana, alunos e professores visitarão o Laboratório de Integração e Testes (LIT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e o Memorial Aeroespacial Brasileiro (MAB), entre outros órgãos. Serão realizadas, também, oficinas, cursos e palestras voltados ao setor espacial. Nesta edição, serão abordados temas como: mudanças climáticas, foguetes, satélites e a conquista espacial. A solenidade de abertura das atividades será no domingo (26), às 16h30, no auditório Lacaz Netto, do Instituto de Aeronáutica e Espaço (ITA), em São José dos Campos (SP). O astronauta brasileiro, Marcos Pontes, ministrará palestra na quarta-feira (29).

OBA - Os participantes da Jornada foram selecionados por meio da OBA, organizada, anualmente, pela AEB em conjunto com a Sociedade Astronômica Brasileira (SAB). Em 2010, participaram da olimpíada 800 mil alunos de dez mil escolas. Podem participar da OBA alunos dos Ensinos Fundamental e Médio, de escolas públicas e privadas.

Edições Passadas - A primeira Jornada Espacial aconteceu em 2005 e, desde então, vem tocando a vida de muitas pessoas. “O evento me motivou muito. O mais importante que aprendi ali foi que devemos acreditar em nossos sonhos”, diz Danilo Simões, participante da III Jornada Espacial. Atualmente, o estudante se prepara para o vestibular. “Quero ser Engenheiro Aeroespacial, e quero me formar no Instituto tecnológico de Aeronáutica (ITA)”, conta Danilo.

Tiago Avelar participou da II Jornada Espacial, em 2006 e, atualmente, cursa o oitavo período de Medicina na Universidade Federal do Piauí (UFPI). “Lembro-me que era um dos poucos na época que queria algo fora da área tecnológica e de exatas. Porém, me sinto bastante compelido a seguir por essa área: estou pensando em fazer residência em Medicina Aeroespacial nos Estados Unidos, e adquirir habilidades para no futuro trabalhar com essa área, uma vez que tal programa de residência ainda inexiste no Brasil”, conta o estudante.

Foi durante a I Jornada Espacial que Ney Rafael escolheu o Instituto Tecnológico de Aeronáutica “como o local ideal para fazer o curso de graduação”. Segundo ele, o evento também o incentivou a colaborar com o Programa Espacial Brasileiro. “Atualmente curso o quarto ano da graduação em Engenharia Aeronáutica do ITA, optando também pela carreira militar. Também trabalho como voluntário no Observatório do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA)”, conta.

Confira a programação da VI Jornada Espacial

Dia 26 de Setembro

O Programa Nacional de Atividades Espaciais e o Programa AEB Escola

Dr. João José Silva Tavares (AEB)


Dia 27 de Setembro

O Contexto Histórico da Corrida Espacial

Dr. José Bezerra Pessoa Filho (IAE/DCTA)

Satélites e Plataformas Espaciais

Dr. Petrônio Noronha de Souza (INPE)

Visita ao Laboratório de Integração e Testes (LIT/INPE)

Dr. Petrônio Noronha de Souza (INPE)

Visita ao Centro de Visitantes (INPE)

Mirian Vicente (INPE)

NASA para Estudantes

Janynne Gomes (UNIVALE), Thomaz Soriano (UFRJ)

Diego Viot (UnB) e Flavio Dias (UnB)


Dia 28 de Setembro

Construindo Foguetes

Dr. Guido Damilano (IAE/DCTA)

As Ciências Espaciais

Prof. Dr. José Leonardo Ferreira (UnB)

Interpretando Imagens de Satélites

Dra. Elisabete Caria Moraes (INPE)

Mudanças Climáticas

M.Sc. Lincoln Muniz Alves (CPTEC/INPE)

Observação Noturna

Dr. Silvio Fazolli (IAE/DCTA)

M.Sc. Silvio Macera (IAE/DCTA)


Dia 29 de Setembro

Os Benefícios da Era Espacial

Dr. José Bezerra Pessoa Filho (IAE/DCTA)

A Conquista do Espaço

Astronauta Marcos Pontes

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA/DCTA)

Prof. Luis Carlos (ITA/DCTA)

Visita ao Memorial Aeroespacial Brasileiro (MAB)

Sônia Leite Siqueira (MAB)

M.Sc. Danton J. Villas Boas (IAE/DCTA)

Lançamento de Foguetes

Dr. Guido Damilano (IAE/DCTA)

Teatro: OMBROS DE GIGANTES

Atores: Victor Tassinari Martins, Heloane Rodrigues de Souza, Beatriz Afonso Lopes e Maria Salete Damasceno Battilani.


Dia 30 de Setembro

O Veículo Lançador de Satélites (VLS)

M.Sc. Danton J. Villas Boas (IAE/DCTA)

A Tecnologia GPS

M.Sc. Leandro Toss Hoffmann (INPE)

Os Satélites de Comunicação e a Televisão

Engº. Sandro Sereno (TV Vanguarda)

Experimentos Didáticos de Astronomia em Sala de Aula

Astrônomo Prof. Dr. João Batista Canalle (UERJ)


Dia 1º de Outubro

Astronomia Espacial

Dr. Thyrso Villela Neto (AEB)

Experimentos Didáticos de Astronomia em Sala de Aula

Astrônomo Prof. Dr. João Batista Canalle (UERJ)

Temática Espacial em Sala de Aula,

A Exploração Espacial, Robótica e

Aprimorando os Foguetes de Garrafa PET

Prof. Izaias Lopes Cabral Filho (SEDF)

Prof. Jaime Pereira Antunes Campos (SEDF)



Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Você leitor que acompanha o blog diariamente sabe que somos entusiastas dessa maravilhosa jornada organizada pela nossa agência espacial em conjunto com a Sociedade Astronômica Brasileira (SAB). No entanto, também sabe de nossa insatisfação com o que é feito e com o que se poderia fazer. Não resta dúvida que a programação acima é diversificada, mais deveria ser melhor aproveitada direcionando parte do período da jornada para ações objetivas e criando opções para que as palestras fossem direcionadas aos professores, que precisam ser melhores informados para que assim possam melhor informar, e aos alunos, criando a opção de participarem de cursos e projetos, literalmente metendo a mão na massa. Chega dessa história de construir foguete de garrafa pet, tome por exemplo os Spacecamps que ocorrem ao redor do mundo, onde jovens de todas as idades participam de atividades reais, desenvolvendo projetos e experimentando a troca de experiências na elaboração e coordenação de projetos espaciais. É assim que se aprende, é assim que e se estimula a curiosidade e a criatividade dos jovens, garantindo assim o futuro de qualquer programa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial